Home / Plantas / Por que o Xaxim não é Comercializado?

Por que o Xaxim não é Comercializado?

A Samambaiaçu ou Xaxim como é popularmente conhecida, é um tipo de samambaia nativa da Mata Atlântica, cuja espécie mais conhecida recebe o nome científico de Dicksonia sellowiana. Possui além de beleza, grande variedade de uso, tendo muito utilizado o seu caule para servir como suporte para flores como as orquídeas e bromélias, por exemplo e até mesmo outros tipos de samambaias, além de ser amplamente usado em jardins de modo geral, uma vez que se tornou uma opção mais barata para substituir o vaso de barro. Esta é um tipo de planta resistente ao frio e seu caule é composto por um conjunto de raízes que o envolvem, conferindo a ele aquela aparência bem típica e conhecida por nós.

O Problema da Comercialização do Xaxim

O xaxim possui como uma de suas características o crescimento lento, uma vez que pode levar até cem anos para crescer cerca de 1 metro. Além disto, devido sua utilização e comércio desenfreado o xaxim infelizmente entrou para a lista de espécie de plantas em extinção do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O grande problema é que com a exploração desenfreada do xaxim para fins comerciais, a extração de seu caule assim como o seu plantio realizado fora de seu habitat natural causando sua morte rapidamente, fez com que ele se tornasse cada vez mais escasso e caso não fossem tomadas as devidas providências, o seu desaparecimento seria praticamente certo.

A Proibição da Comercialização do Xaxim

Pensando justamente em preservar esta espécie, o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) proibiu expressamente a extração e exploração do xaxim. Este fato ocorreu no ano de 2001, de acordo com a resolução nº 278, cujo Artigo nº1 que “Determina a proibição do corte e exploração de espécies ameaçadas de extinção em populações naturais do bioma Mata Atlântica”.

Venda Proibida de Xaxim
Venda Proibida de Xaxim

Em 2004, outra lei que foi aprovada pelo parlamento do estado de São Paulo proibiu a industrialização, comercialização de quaisquer produtos ou artefatos provenientes, de forma direta ou indireta, da extração do xaxim, sendo que a infração da mesma pode levar ao cumprimento das penalidades previstas a pessoas físicas e jurídicas, em razão das condutas e atividades lesivas ao meio ambiente.

Embora as leis sejam bem claras em relação a sua comercialização e uso, a lei permite que viveiros autorizados e devidamente cadastrados em órgãos ambientais, podem sim fazer uso do xaxim para fins comerciais desde que estes estejam sendo cultivados nos mesmos, e sua origem pudesse ser facilmente identificada em sua embalagem. As regras são as mesmas também para produtos derivados do xaxim como vasos, estacas, placas e arranjos.
Quem já possuía ou adquiriu o seu vaso ou qualquer artefato derivado do xaxim antes da proibição por lei não precisa ficar preocupado, pois desde que se encaixe nesta condição, o seu porte não irá ocasionar problemas legais.

Alternativas para a Substituição do uso do Xaxim

Fibra de Coco
Fibra de Coco

Com a proibição da comercialização do xaxim, os viveiros e amantes da jardinagem precisaram procurar alternativas para serem utilizadas com a mesma finalidade do xaxim.

Uma das mais usadas é a fibra de coco, que é produzida a partir da casca do coco verde ou seco. Como característica ele possui uma superfície mais resistente do que o xaxim, tem um meio poroso e capaz de reter a umidade sem permitir que a superfície murche ou resseque quando exposto ao sol, ou então encharque quando exposto a água, além de não apresentar risco de ser utilizado como habitat por hospedeiros. A partir de seis cocos é possível obter aproximadamente um quilo de fibra que pode ser utilizado na confecção de vasos e estacas para suporte, e até mesmo substrato para plantas, por exemplo, e sua duração em média varia em cerca de 5 a 6 anos.

Embora possua um valor de marcado um pouco maior do que o do xaxim, a fibra de coco é uma excelente opção para substituir a espécie que está sendo ameaçada de extinção.
Além da fibra de coco, os troncos de árvores apodrecidos podem ser utilizados também como uma alternativa a utilização do xaxim, uma vez que o fruto da matéria orgânica produzida a partir do apodrecimento do tronco pode ser benéfico ao crescimento de plantas como as samambaias, por exemplo. Há como opção ainda os vasos fabricados a partir da palha do coco, carvão ou até mesmo da ardósia.

Optar por esses produtos alternativos é sinônimo de preocupação e interesse em ajudar a preservar a natureza, mesmo que o estrago inicial já tenha sido feito.

A Importância da Preservação do Xaxim

Xaxim de Palmeira
Xaxim de Palmeira

A conscientização quanto à extração do xaxim de seu habitat natural que é a Mata Atlântica é de extrema importância, uma vez que a sua comercialização, mesmo que ilegal, só irá ser devidamente cessada caso não haja mais procura ou compra do xaxim e seus derivados. Além de serem plantas cuja beleza é extrema, sua existência é de suma importância para a preservação do bioma da Mata Atlântica que há tempos vem sendo severamente fragmentado.
Vale lembrar, que devido à proibição expressa por lei, a sua extração e venda estão sob constante fiscalização, e que caso a lei e suas regras sejam infringidas, haverá sansões penais e administrativas aplicadas a qualquer um que for pego praticando tal ilegalidade, por isso fique sempre atento ao adquirir algum tipo de produto ou suporte para suas plantas, pois embora esta lei já exista a muitos anos, ainda existem muitas pessoas que desconhecem a proibição da comercialização do xaxim. 

Sendo assim, uma vez que sua extração e venda é sinônimo de ilegalidade, e existem algumas opções alternativas que são suficientemente eficazes e substituem tranquilamente o xaxim, como a fibra de coco, é importante haver a devida conscientização e adoção das regras impostas a fim de não prejudicar a natureza, uma vez que sua extração também afeta diretamente no desenvolvimento e sobrevivência de outras espécies de samambaias e plantas silvestres que utilizam do xaxim como suporte para fixação de raízes, além de usá-lo como meio importante para a retirada de nutrientes que são essenciais para mantê-las vivas.

Veja também

Lindo Cravo Vermelho Gigante

Mudas de Cravos Gigantes

Essas variedades de cravos são consideradas as flores símbolos de vários países como Eslovênia, Mônaco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *