Home / Plantas / Chá de Alface Alucinógeno?

Chá de Alface Alucinógeno?

Sabemos que alface é uma planta que, geralmente, consiste em um alimento rico em vitaminas, fibras e minerais, e de poucas calorias. E, além disso, sabemos também que, apesar de conter substâncias essenciais para o bom funcionamento do organismo, tem fama de não ser atrativo ao paladar de muitas pessoas. Entretanto, segundo algumas fontes, o alface tem uma substância que é capaz de agir no nosso cérebro como o ópio (mistura de alcaloides extraídos da papoula, que possuem ação analgésica, narcótica e hipnótica), quando bebemos o chá de suas folhas! Ou seja, o alface supostamente pode agir como uma substância contida em drogas pesadas como a heroína e a cocaína.

A informação é muito impressionante! Mas seria apenas um mito ou uma verdade? É o que investigaremos neste artigo.

O Chá de Alface

É muito comum nós vermos o alface em refeições, temperado e compondo uma bela salada. Sendo assim, não é intuitivo imaginar que um chá das suas folhas possa ser feito. Entretanto, é sim! O chá de alface tornou-se conhecido por conta dos seus efeitos supostamente benéficos, seus usuários o indicam como um auxílio para adormecer. Mas, quais seriam os componentes do alface responsáveis por este efeito? Ou, seria apenas um placebo? Aquele fenômeno que consiste em efeitos terapêuticos devido a efeitos psicológicos; e, nesse caso, seria apenas fruto da crença de que o chá de alface pudesse ter algum efeito benéfico, mas na verdade o efeito só é sentido por conta do fato de que o seu usuário acredita nele.

A seguir investigaremos sobre as propriedades desta planta para conferir se é possível ou não obter efeitos alucinógenos com seu chá; e explicaremos os porquês.

Os Porquês dos Efeitos do Chá de Alface

O ópio consiste em uma mistura de alcaloides extraídos da papoula, que possuem ação analgésica, narcótica e hipnótica. É normalmente utilizado em narcóticos como a morfina, a heroína, a cocaína, entre outras drogas muito viciantes. Então, teria o alface efeito semelhante a algum desses perigosos narcóticos?

A resposta é sim, mas não na mesma intensidade. O alface excreta uma substância chamada lactucário, produto vegetal leitoso presente em plantas do gênero Lactuca. Esta substância é, de fato, característica por seu efeito sedativo e analgésico. Entretanto, seu efeito, apesar de semelhante, ocorre em uma proporção muito menor a do ópio. Mas isto não significa que você não deve ter cuidado e ingerir um chá de folhas das quais você não conhece a composição, simplesmente porque leu algo a respeito na Internet. A substância do alface em questão é, inclusive, conhecida como o “ópio do alface”.

Há muitos princípios ativos no alface que fazem crer que os efeitos do seu chá podem, de fato, combater a insônia e, até mesmo, agir como um analgésico; agindo semelhante ao ópio. Além disso, testes com sementes do alface já foram feitos e confirmaram. Mas, é importante ressaltar que, este fato não consiste em um aval para abusar dessa substância com o intuito de obter efeitos alucinógenos, ou mesmo medicinais.

O Ópio do Alface

A partir de 1799, a substância considerada o “ópio de alface” foi oficialmente introduzida como fármaco nos Estados Unidos. Em 1911, sua formulação foi introduzida no British Pharmaceutical Codex (extensa enciclopédia de fármacos) para a confecção de xaropes e tinturas, além de sedativos suaves e hipnóticos para insônia.

O ópio do alface pode não ter um efeito alucinógeno, mas já foi sim utilizado como uma droga recreativa! No século XX, durante o movimento hippie, a substância passou a ser utilizada como uma droga recreativa legal e indutora de euforia; semelhante a drogas de efeitos alucinógenos.

Atualmente, o chá de alface é visto principalmente como um calmante natural, não como uma droga recreativa. Há na internet muitas receitas ensinando a preparar um chá com as folhas da planta. Na cultura popular, seria o equivalente a um suco de maracujá; frequentemente ingerido com o propósito de acalmar um indivíduo.

Além disso, também há na Internet algumas indicações do chá para combater a pressão alta, a diarreia, a prisão de ventre e, até mesmo, a angina! Entretanto, como os efeitos da sua folha não são popularmente conhecidos, não é prudente repetir estas receitas sem a opinião de um profissional. E é também de suma importância buscar um médico caso tenha sintomas de qualquer uma das enfermidades citadas, pois a automedicação não é indicada, e tratamentos alternativos não têm suas eficácias cientificamente provadas.

Afinal, o Chá de Alface é ou não Alucinógeno?

Para obter efeitos alucinógenos, seria necessário fazer um uso extremamente irresponsável da substância contida no alface. Portanto, esta não é, de forma alguma, considerada uma hipótese viável. Além disso, não há relatos confiáveis de pessoas que obtiveram efeitos alucinógenos com o chá de alface.

Beneficios do Alface
Beneficios do Alface

O uso do lactuário, assim como o uso de qualquer outra substância de ação narcótica, não é recomendado para fins de automedicação e muito menos recreativos. Há, inclusive, óbito confirmado em consequência do uso recreativo desta substância! Sendo assim, não é indicado que seja feito o uso de uma substância sem o pleno conhecimento de seus efeitos no organismo, e sem a prescrição de um profissional competente da área da saúde. Por mais que haja muitas receitas de chá de alface na Internet alegando seus efeitos calmantes, repetir em casa não é recomendado sem orientação profissional; e, muito menos, tentar reproduzí-lo para obter efeitos alucinógenos.

Suco de Alface
Suco de Alface

Mesmo que não haja nenhuma objeção da lei quanto às plantas que possuem lactuário, o uso de drogas recreativas é sempre controverso e contraindicado; mesmo que as drogas derivem de plantas aparentemente inofensivas.

Veja também

Mandioca Brava Nome Científico

Especula-se que mandioca é uma planta cuja origem iniciou-se no Brasil. De fato, já foi …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *