Home / Natureza / Nome Científico e Classificações Inferiores do Leopardo

Nome Científico e Classificações Inferiores do Leopardo

O leopardo é um felino característico da África, que vive nas quentes savanas que abrigam milhares de animais, incluindo uma grande variedade de outros felinos.

Os felinos fazem parte dos maiores predadores da natureza, ao lado de aves como a águia e o falcão, e tem uma alimentação estritamente carnívora, sem exceções.

O maior número de leopardos existentes se concentra na África e na Ásia, mas ao redor do mundo ainda existem muitos exemplares de outros felinos e subcategorias da espécie.

Em território nacional não há o mesmo leopardo que existe nas savanas africanas, mas é possível encontrarmos a jaguatirica (Leopardus pardalis) no cerrado brasileiro, assim como a onça parda, também conhecida como suçuarana (Puma concolor).

Esses dois felinos são exemplos de animais existentes em solo nacional, mas ainda existe uma maior variedade, tanto no Estado do Brasil quanto em toda a América do Sul, incluindo a América Central e a América do Norte, assim como Países Europeus, mas principalmente na África e na Ásia.

O leopardo é um felino sociável, que não apresenta aversão a outros animais e humanos quando bem alimentado, e muitos felinos podem viver em companhia humana, por exemplo. Vale lembrar que o gato domesticado é um felino que outrora era selvagem.

O leopardo não possui predadores naturais, mas suas mortes são decorrentes devido a brigas por território ou insucessos em investidas contra presas que, por vezes, revidam, como animais grandes e fortes tal como os búfalos e jacarés.

Nome Científico do Leopardo e Classificações Inferiores

A etimologia do leopardo tem origem em “lion”+”panther” (leão + pantera), pois imaginava-se que o leopardo fosse um híbrido dessas duas espécies, por isso recebeu o nome científico de Panthera pardus.

As subespécies do Panthera pardus são:

Nome Comum Nome Científico
Leopardo-de-Amur Panthera pardus amurensis
Leopardo-Persa Panthera pardus saxicolor
Leopardo-do-norte-da-China Panthera pardus japonesis
Leopardo-da-anatólia Panthera pardus tulliana
Leopardo-árabe Panthera pardus nimr
Leopardo-indiano Panthera pardus fusca
Leopardo-do-Sri-Lanka Panthera pardus kotiya
Leopardo-da-Indochina Panthera pardus delacouri
Leopardo-de-Java Panthera pardus melas
Leopardo-do-Cáucaso Panthera pardus ciscaucasia
Leopardo-africano Panthera pardus pardus
Leopardo-do-Atlas Panthera pardus panthera
Leopardo-do-Sinai Panthera pardus jarvisi
Leopardo-de-Zanzibar Panthera pardus adersi

Confira Mais Informações Sobre As Classificações Inferiores Do Leopardo

Nome Comum e Científico: Leopardo-de-Amur / Panthera pardus amurensis
Estado de Conservação: CR – Perigo Crítico
Distribuição Atual: Rússia
País de Origem: China e Rússia

Leopardo-de-Amur
Leopardo-de-Amur

Nome Comum e Científico: Leopardo-persa / Panthera pardus saxicolor
Estado de Conservação: EN – Em Perigo
Distribuição Atual: Europa Oriental e Ásia Ocidental
País de Origem: Cáucaso (Europa Oriental / Ásia Ocidental)

Leopardo-Persa
Leopardo-Persa

Nome Comum e Científico: Leopardo-do-norte-da-China / Panthera pardus japonesis
Estado de Conservação: EN – Em Perigo
Distribuição Atual: Cativeiro
País de Origem: Norte da China

Leopardo-do-Norte-da-China
Leopardo-do-Norte-da-China

Nome Comum e Científico: Leopardo-da-Anatólia / Panthera pardus tulliana
Estado de Conservação: CR – Perigo Crítico
Distribuição Atual: Turquia
País de Origem: Mediterrâneo

Leopardo-da-Anatólia
Leopardo-da-Anatólia

Nome Comum e Científico: Leopardo-árabe / Panthera pardus nimr
Estado de Conservação: CR – Perigo Crítico
Distribuição Atual: Israel, Arábia Saudita, Iêmen e Omã
País de Origem: Emirados Árabes Unidos

Leopardo-Árabe
Leopardo-Árabe

Nome Comum e Científico: Leopardo-indiano / Panthera pardus fusca
Estado de Conservação: NT – Quase Ameaçada
Distribuição Atual: Nepal, Butão, Bangladesh e leste paquistanês
País de Origem: Índia e Paquistão

Leopardo-Indiano
Leopardo-Indiano

Nome Comum e Científico: Leopardo-do-Sri-Lanka / Panthera pardus kotiya
Também é chamado de Leopardo-do-Ceilão
Estado de Conservação: EN – Em Perigo
Distribuição Atual: Sri Lanka (Leopardo Endêmico)
País de Origem: Sri Lanka

Leopardo-do-Sri-Lanka
Leopardo-do-Sri-Lanka

Nome Comum e Científico: Leopardo-da-Indochina / Panthera pardus delacouri
Estado de Conservação: VU – Vulnerável
Distribuição Atual: China, Bangladesh, Butão, Camboja, Singapura, Tailândia e Vietnã.
País de Origem: Sudoeste Asiático

Leopardo-da-Indochina
Leopardo-da-Indochina

Nome Comum e Científico: Leopardo-de-Java / Panthera pardus melas
Estado de Conservação: CR – Em Perigo Crítico
Distribuição Atual: Ilha de Java (Leopardo Endêmico)
País de Origem: Indonésia

Leopardo-de-Java
Leopardo-de-Java

Nome Comum e Científico: Leopardo-do-Cáucaso / Panthera pardus ciscaucasia
Estado de Conservação: EN – Em Perigo
Distribuição Atual: Caucásia (Leopardo Endêmico)
País de Origem: Cáucaso (Europa Oriental / Ásia Ocidental)

Leopardo-do-Cáucaso
Leopardo-do-Cáucaso

Nome Comum e Científico: Leopardo-africano / Panthera pardus pardus
Estado de Conservação: VU – Vulnerável
Distribuição Atual: África sub-saariana
País de Origem: África

Leopardo-Africano
Leopardo-Africano

Nome Comum e Científico: Leopardo-do-Atlas / Panthera pardus panthera
Estado de Conservação: CR – Em Perigo Crítico
Distribuição Atual: Marrocos e Argélia
País de Origem: Norte Africano (Cordilheira do Atlas)

Leopardo-do-Atlas
Leopardo-do-Atlas

Nome Comum e Científico: Leopardo-do-Sinai / Panthera pardus jarvisi
Estado de Conservação: EN – Em Perigo
Distribuição Atual: Península do Sinai
País de Origem: Egito

 Leopardo-do-Sinai
Leopardo-do-Sinai

Nome Comum e Científico: Leopardo-de-Zanzibar / Panthera pardus adersi
Estado de Conservação: EX – Extinto
Distribuição Atual: Espécie considerada extinta
País de Origem: Zanzibar, Tanzânia (espécie endêmica de Unguja)

Leopardo-de-Zanzibar
Leopardo-de-Zanzibar

Explicando as Espécies e Classificações Inferiores de Leopardos

É importante saber reconhecer a diferença entre espécie e subespécie, pois para muitas pessoas, muitos tipos de leopardos não foram citados na tabela acima, isso ocorre pelo fato de que outros leopardos são de outra espécie, e não uma subespécie do leopardo.

As espécies de leopardos podem fazer parte de uma mesma família. A família Felidae, por exemplo, compõe várias espécies de leopardos, e esses leopardos podem ser subdivididos em duas famílias: Pantheriane e Felinae.

A subfamília Pantherinae inclui os tigres, leões, onças-pintadas, leopardo-das-neves e os leopardos.

A subfamília Felinae é composto pelos guepardos, suçuaranas, linces, jaguatiricas e gatos domésticos.

De cada espécie dessas duas famílias, há subespécies, que é a divisão ou raça do mesmo animal. Os exemplos da tabela de leopardos acima são exemplos de raças de leopardo, que se adaptaram a viver em determinados locais, por isso possuem características diferentes umas das outras, apesar de serem o mesmo tipo de animal.

Assim como existe a tabela dos leopardos, pode haver a tabela de subespécies do gato doméstico por exemplo. Quantas raças de gatos existem? Todas essas raças de gatos domésticos são subespécies do gato, e assim sucessivamente.

Infelizmente, todas as raças de leopardos estão sob constante presença de uma possível extinção, não tendo um número relevante na natureza para que possam ser considerados livres dessa possibilidade.

A degradação do meio ambiente tem sido a principal razão para o desaparecimento do leopardo; a depredação de seu habitat para monocultura, a extração ilegal de recursos naturais e a caça predatória fazem com que o futuro não seja promissor para o leopardo, que dentro de anos, pode estar completamente extinto da natureza.

Veja também

Principais Características do Agroecossistema

Como bem sabemos, todo o setor agropecuário é a base da nossa alimentação desde muitos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *