Home / Animais / Quanto Custa Uma Coruja Legalizada?

Quanto Custa Uma Coruja Legalizada?

A ideia de manter uma coruja como animal de estimação deve ter decolado (sem trocadilhos) da absurdamente popular série Harry Potter. Grande parte da juventude da nossa nação cresceu fantasiando sobre a adoção de sua própria Hedwig, que era uma coruja da história. Nós todos sabemos que grandes papagaios são animais de estimação em todo o mundo, mas dá certo com corujas também? Será que compensa o preço pra você e, especialmente, para a coruja?

É Permitido no Brasil?

Muitas pessoas acham que seria divertido ter uma coruja para um animal de estimação, mas poucas pessoas têm uma compreensão real do que está envolvido em cuidar de um. É ilegal manter corujas sem permissão especial na maioria dos países. Alguns países emitem autorizações para que os indivíduos mantenham corujas após o treinamento necessário e instalações adequadas foram construídas.

No Brasil, a comercialização de corujas é autorizada somente se o estabelecimento comercial possuir autorizações específicas. Teoricamente, só é permitido as espécies Suindara (tyto furcata) e a coruja orelhuda (bubo virginianus) mas talvez hajam outras. A política de controle é condescendente demais e sem nenhum controle rigoroso. Um indivíduo que desejar como animal de estimação em casa precisa apenas comprar em loja autorizada e garantir a nota fiscal da compra, e nada mais. Se tem treinamento qualificado para cuidar de aves de rapina ou animais exóticos é obsoleto.

Os valores variam muito dependendo da região onde vive mais em média, o preço mínimo para obter uma espécie fica em torno de R$1500,00 e há opções que podem ultrapassar os R$10.000,00. O único conselho dado a consumidores é que adquiram um viveiro grande o suficiente para comportar a ave em segurança e confortavelmente, além de também adquirir uma luva de falconaria para se proteger das garras da coruja. Quanto a todos os cuidados necessários a saúde e bem estar do animal, toda e qualquer orientação é descartada.

Os Estados Unidos não permitem que indivíduos particulares mantenham corujas nativas como bichos de estimação residenciais. Eles só podem ser possuídos por indivíduos treinados e licenciados enquanto estão sendo reabilitados, como pais adotivos em instalações de reabilitação, como parte de um programa de criação, para fins educacionais, ou certas espécies podem ser usadas para falcoaria em alguns estados (embora raramente). Mesmo nesses casos, a pessoa licenciada para manter a coruja não “possui” a ave, mas o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA retém a “mordomia” das aves para que elas possam se lembrar delas a qualquer momento, se as condições não estão sendo atendidas.

Cuidar de Corujas Não é Fácil

Todo animal de estimação exigem cuidados e isso demanda tempo, atenção e dedicação. Muitos donos adquirem bichinhos por mera vaidade mas não assumem fidedignamente o cuidado adequado que eles precisam de fato. Essa em si já é a maior das razões para pensar muitas vezes na seriedade de adquirir e cuidar de corujas. Essas aves não são simples papagaios. Não respondem ao cativeiro como outros animais domesticados. Entenda alguns comportamentos de corujas e perceba o que essa ave exigirá de você.

Corujas têm um instinto natural de matar que pode ser aplicado a cobertores, travesseiros, roupas, bichos de pelúcia e praticamente qualquer outra coisa que possa ser picada. Garras também são muito ruins para trabalhos em madeira. Eles trazem o grão natural da madeira muito bem quando tiram o acabamento.

A maioria das corujas é ativa durante a noite, então é quando elas estarão gritando e chamando durante a época de acasalamento. Se você tem vizinhos próximos, eles não ficarão muito felizes com o barulho. Se a coruja é impressa em humanos, ela espera que a pessoa que ela perceba seja sua companheira para assoviar com eles regularmente.

Mesmo corujas em cativeiro ainda mantêm seus instintos naturais e não pense que fazer carinhas engraçadas ou carícias vão amansá-las. Nada disso significa alguma coisa pra corujas e elas não gostam de ser acariciadas. É comum confundir a reação das corujas com aceitação mas não é. Ao contrário, há na verdade grandes chances de você estar levando a sua coruja a estágios de profundo stress com essas demonstrações de afeto.

Corujas exigem alimentação diária, limpeza e atenção, especialmente corujas com impressão humana. Corujas que são capazes de voar precisam voar regularmente, ou alojadas em gaiolas muito grandes, onde podem fazer exercícios adequados.

As corujas mudam suas penas todos os anos e isso se espalhará por todo canto. As corujas jogam pelotas de pêlo e ossos onde quer que estejam na hora. E cocô acontece. Muito. Além do cocô “regular” (como a maioria dos pássaros), as corujas também esvaziam o ceco no final do intestino, uma vez por dia. Esta descarga é semelhante a consistência de pudim de chocolate escorrendo, mas cheira mal, muito mal, tão ruim quanto a coisa mais desagradável que você pode imaginar. E isso mancha horrivelmente. Manter corujas envolve limpeza ininterrupta.

Você não pode simplesmente ir até a mercearia local e comprar ração pra coruja. As corujas são carnívoros rígidos e exigem dietas de animais inteiros para uma boa saúde. Se ainda não entendeu o que está envolvido nisso, vou explicar: ratos, isso mesmo, ratos! Pelo menos um por dia, vivo ou morto! Consegue viver com isso? Nos EUA, por exemplo, há centros especializados em forncer alimentos para corujas.

Eles tem congeladores de peito abastecidos com esquilos de bolso, ratos, coelhos e outros roedores. Cada dia a comida é descongelada e o pessoal remove o estômago, intestinos e bexigas dos animais de comida antes de os servir às corujas. As sobras do dia anterior devem ser localizadas e removidas, pois as corujas gostam de esconder ou ocultar os restos de comida para mais tarde. Se você não está preparado para descongelar e cortar animais mortos todas as noites da sua vida por 10 anos ou mais, você não está disposto a ter uma coruja!

A maioria dos veterinários não tem o treinamento necessário para cuidar adequadamente das corujas, então você precisa encontrar um veterinário que esteja confortável trabalhando com uma coruja (prepare o bolso também). E você como cuidador precisa saber um pouco sobre a saúde da coruja também, incluindo o que o cocô “normal” parece, quais comportamentos muito sutis podem indicar problemas de saúde, fornecer superfícies de empoleiramento adequadas, uma dieta saudável, alojamento adequado e garra regular e manutenção de bico. Há muito o que saber, e é por isso que o treinamento adequado é normalmente necessário antes que as licenças sejam emitidas, e deveriam ser obrigatórios também.

Se uma coruja não gosta do que você está fazendo, vai deixar você saber. E você pode acabar sangrando por causa disso. Também é fácil para uma coruja te arranhar, mesmo que eles não estejam tentando, se eles pisarem no seu punho enluvado, mas ficarem do lado da luva em seu braço nu.

O cuidado de corujas é um processo a longo prazo pois corujas podem viver no mínimo dez anos. Sair pra viajar e levar a coruja com você ou simplesmente deixar com qualquer outra pessoa nem pensar. É preciso uma pessoa treinada para cuidar de uma coruja e se você tiver uma coruja impressa por humanos eles podem ser agressivos com qualquer outra pessoa que cuide deles. As corujas também gostam de rotina, então a interrupção do esquema normal das coisas é muito estressante para elas.

Tudo o que apresentamos não foi pra somente desanimar, mas para alertar para a seriedade de uma adoção tão delicada. Se você realmente gosta de corujas e deseja sinceramente cuidar de uma, existem outras alternativas caso você mesma não tenha a qualificação ou lugar adequado para cuidar de uma ave dessas.

Qualificação para a Falcoaria

Uma alternativa pode ser essa. Verifique em sua região o que é preciso para obter uma qualificação dessa, pois existem lugares em que a falcoaria é proibido. Caso não seja o caso, em seu país ou estado, então provavelmente encontrará através de departamentos oficiais as informações de que precisa para essa qualificação, ou poderá buscar instituições, grupos, entidades voltadas para a prática que certamente terão toda a experiência e conhecimento local para lhe transmitir.

Homem Com Qualificação para a Falcoaria
Homem Com Qualificação para a Falcoaria

De posse de toda a documentação e literatura indicada, analise tudo cuidadosamente, avaliando seu real potencial para a prática e todas as condições de que precisará para obeter a qualificação e aprovação na técnica de falcoaria. Pode haver muito envolvido como, em linhas gerais, obtenção de patrocinador, construção supervisionada de ambiente adequado para seu futuro raptor, treinamento ou prova escrita de qualificação, etc. Se estiver comprometido de verdade com seu desejo de cuidar de uma coruja, nada será sacrifício para você!

Adote uma Instituição

Outra alternativa usual que pode ser possível em sua região é a adoção simbólica de uma coruja, promovendo ou patrocinando instituições e criadouros das aves. Existem países em que isso é permitido e você pode até receber passe livre para visitar sua coruja adotiva quando quiser. Se esse for o caso em seu estado, terá uma ótima e peculiar oportunidade de cuidar adequadamente de uma coruja sem o compromisso e responsabilidade de ter uma em sua própria casa.

Filhote de Coruja Brincando com Gato
Filhote de Coruja Brincando com Gato

Em alguns casos, talvez essa adoção apenas consista em doações para instituições, com a promessa de que sua ajuda será devidamente direcionada para a coruja que você escolheu, com retorno de agradecimento através de fotos, brindes ou certificados de reconhecimento por sua generosidade. Mas talvez tenha a sorte de realmente achar santuários de corujas em sua região que estão aceitando voluntários. Museus, zoológicos, e outros departamentos podem de fato se interessar em fazer uso de sua colaboração ativamente.

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *