Home / Animais / Pata de Cachorro Ressecada

Pata de Cachorro Ressecada

A pata do cachorro é uma das regiões mais propensas a sofrer danos, pois essa está diretamente em contato com o ambiente e com tudo o que ele pode proporcionar.

O ressecamento da pata do cachorro pode ser ocasionado por diversos fatores que devem ser prevenidos, pois o tratamento pode ser caro e também resultar em dor de cabeça para os responsáveis e principalmente para o cão.
Analisar o ambiente em que o cachorro está é um dos principais fatores para suas patas não ficarem ressecadas. Isso também conta com os ambientes externos, por onde o cachorro anda e por onde ele passeia.

Cachorro em Ambiente Sem Higienização
Cachorro em Ambiente Sem Higienização

Um ambiente úmido resultará, dentro de semanas, no ressecamento da pata do cachorro, assim como o contato direto com a areia, além de doenças provenientes de fungos e bactérias, que inclusive podem ocasionar e piorar as patas ressecadas, tornando-as ainda mais quebradiças.

A ideia desse artigo é fornecer informações sobre prevenção, cuidados e medicação sobre esse assunto. Continue acompanhando para obter todas as informações necessárias para cuidar bem de seu cachorro.

O que Fazer para não Ressecar a Pata do Cachorro

Uma das atividades mais interessantes na vida de um cachorro é a hora do passeio, onde eles sentirão todos os cheiros externos e matarão várias de suas curiosidades. É nesse momento em que os donos não podem deixar de dar atenção ao ambiente pelo qual o cachorro irá passear, pois, diferentemente de nós, que possuímos calçados para proteger os nossos pés, os cachorros possuem uma pequena proteção natural muito suscetível a danos em suas patas, que são as conhecidas “almofadas”.

Elas ajudam no balanceamento de temperaturas, dando resistência física ao cão, mas qualquer elemento pontiagudo pode perfura-las com facilidade e dependendo das intempéries, pode também arranhá-las e fazer o cão se sentir desconfortável na hora de andar.

Para não ressacar a pata do cachorro, os donos devem sempre analisar o ambiente e a temperatura do clima, pois um dos principais fatores que resseca a pata do cão é o calor das calçadas. A pata do cão é um lugar naturalmente seco, e se sofrer ação de temperaturas elevadas, a região tende a secar ainda mais.

Mitos Sobre Ambientes Quentes
Mitos Sobre Ambientes Quentes

É válido lembrar que os ambientes quentes não apenas ocasionam ressecamento, mas até mesmo queimaduras. Por outro lado, não é certo concluir que apenas o calor pode ser uma condição viável para ressacar a pata do cão, pois lugares muito gelados fornecerão as mesmas condições.

No Brasil, logicamente, a população preocupa-se apenas com a questão do calor (exceto a lugares no Sul em determinados períodos do ano). O clima gelado faz a pata do cachorro ficar ressacada devido ao fato de que, antes do período de geladura (queimadura através do frio), o ressecamento é inevitável.

As Patas dos Cães e Ambientes Frios
As Patas dos Cães e Ambientes Frios

As condições climáticas para úlceras causadas pelo frio acontecem em lugares que nevam, principalmente. No entanto, outra característica que resseca a pata do cão é o fato de que os lugares molhados sempre trazem substâncias imperceptíveis trazidas de outros lugares, especialmente se houver lixo pelas ruas. Essas substâncias são absorvidas pela pata do cão, que, sem o cuidado ideal, a faz ressecar.

Se tratando ainda de temperaturas elevadas, é necessário dar muita atenção na hora do banho, pois, por mais que, às vezes, pareça que a água não está quente, há de lembrar que a pele do cão é mais sensível que a nossa por debaixo do pelo. Isso também é válido, logicamente, para a hora de usar o secador; nunca deixar em uma temperatura elevada, pois as consequências serão óbvias.

Higienizar as Patas do Cão
Higienizar as Patas do Cão

Outro fator, e não menos importante, é na hora de limpar a pata do cachorro. Muitas pessoas esfregam suas patas antes que este entre em casa, e dependendo do lugar em que isso for feito, o ressecamento aparecerá, consequentemente. Sendo assim, lugares como capachos, que tendem a ficar em frente à porta, não são ideias para limpar a pata do cão, pois além de ressacar, as agridem também. Se capachos não são ideias, nem pensar em usar o asfalto ou a calçada para tal finalidade.

O item mais importante na hora de pensar sobre os cuidados com a pata ressecada do cachorro, é lembrar de dar bastante água e sempre os manter hidratados.

A Pata Está Ressecada: O que Fazer Agora?

Quando a pata do cachorro estiver ressecada, haverá a necessidade de tomar cuidados especiais, e regiões como as patas e as orelhas são regiões que deixam os cachorros altamente desconfortáveis, e consequentemente eles não irão colaborar com os donos nessas horas.

Cuidados Necessários com as Patas e Orelhas
Cuidados Necessários com as Patas e Orelhas

 

Ter antissépticos em casa nunca é demais, pois, assim como ressecamento, possíveis lesões podem aparecer (e isso é muito comum). É indispensável possuir lenços umedecidos, pois a utilização desses não agredirá a pata e também ajudará na hora de identificar pulgas e carrapatos que tendem a se esconder entre os dedos dos cães.

Comportamento Suspeito do Cão
Comportamento Suspeito do Cão

Quando a pata do cão estiver ressecada, os passeios precisarão cessar por um período, e nesse período o uso de um hidratante torna-se obrigatório. No entanto, pensar em passar hidratante na pata do cão pode parecer inviável, já que sairá tudo quando eles andarem; ideias como prender um saquinho plástico ou até mesmo colocar uma meia pequena e apertada na pata ressecada do cão são bem-vindas.

Cães Grandes são mais Resistentes?

As ideias de que um cachorro de grande porte consegue enfrentar condições climáticas, condições de banho e condições de secagem melhor do que outros cães são completamente errôneas. A sensibilidade da pata de todos os cães é a mesma. A única diferença é que os cães de grande porte apresentam uma pata maior e consequentemente um “casco” maior, mas não tão resistente a ponto de sair em dias quentes, por exemplo.

Assim como os cães de pequeno porte, uma pata ressecada pode surgir em um cão de grande porte se ambos saírem juntos para o mesmo passeio, se tomarem um banho na mesma temperatura ou se forem secados em uma temperatura além do limite. O cuidado deve ser igual para qualquer cão. Os manter hidratados e sempre analisar suas patas farão com que os cachorros tenham uma vida mais saudável.

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *