Home / Animais / Espécies de Sapos Mais Comuns

Espécies de Sapos Mais Comuns

Falar de sapo comum é complicado porque há centenas de espécies mas nem sempre o que é comum no Brasil é comum na Inglaterra ou na China, por exemplo. Para simplificar vamos nos ater aos tipos de sapo que são mais usualmente procurados para animais de estimação. Estes sim, independente de sua área nativa, acabam sendo popularizados no mundo todo.

Sapos de Estimação Populares

Embora sejam anfíbios, algumas espécies de sapos estão se tornando mais populares como animais de estimação para crianças. A razão principal é que eles são fáceis de manter e alguns acham que eles são mais esteticamente agradáveis ​​do que as rãs (embora todos sejam anfíbios da mesma classe mas os sapos geralmente possuem mais hábitos terrestres do que o resto de seus semelhantes). Neste artigo vamos falar sobre os sapos que são freqüentemente adotados como animais de estimação no mundo todo.

Porém, não se esqueça do óbvio. Sapos precisam de um terrário, um local adequado onde sejam instalados. Esteja atento em sua região sobre a criação ou compra de uma instalação que comporte bem o animal que desejar, levando em consideração as características peculiares de cada um (tamanho, hábitos, dieta, etc). Vamos especificar um pouco dos principais que mais são procurados.

Hyla Arborea

Este sapo (ou rã, conhecida no Brasil como rã arborícola européia) é um animal de estimação muito popular devido à sua natureza pacífica, tamanho e porque, dada a sua apetite voraz, costuma reconhecer os seres humanos que o alimentam e interage com eles para pedir mais comida. A grande maioria dos sapos não interagem e se escondem com medo quando se aproximam.

Ele é considerado de certa forma um teimoso por sua tendência à obesidade porque não precisa se exercitar para comer. Geralmente mede cerca de 10 cm. Tem uma bela cor verde e uma aparência muito agradável, mas dependendo da temperatura ambiente pode ser mais ou menos marrom. Este animal pode viver até 16 anos em cativeiro e alguns espécimes domésticos viveram até 20 anos. Eles não vivem tanto na natureza. Esta espécie vem da Austrália.

Agalychnis Callidryas

Outra espécie que pra nós do Brasil é conhecida como rã de olhos vermelhos, trata-se de um sapo muito colorido e popular. Ele é nativo das regiões entre o México e a Colômbia. As fêmeas são maiores que os machos e podem medir cerca de 7 cm. Se alimentam de insetos.

Sua pele é ligeiramente tóxica. Terrários para essa espécie devem ter um substrato úmido de fibra de coco, pedras planas, plantas naturais ou artificiais e um tronco inclinado para que possam subir a encosta. Se você tiver vários desses sapos, deverá considerar um espaço equivalente a 5 litros por cada um espécime.

Lithobates Catesbeianus

Conhecida no Brasil como rã touro americana, é um grande sapo que se espalhou pelo mundo. Atualmente é considerado uma espécie invasora. Nativo da América do Norte, espalhou-se por toda a Eurásia e outras partes da América.

No entanto, tornou-se um sapo aquático comum em terrários, porque eles são muito fáceis de manter. Porém, eles crescem muito e o aquário rapidamente se torna pequeno, e muitas pessoas acabam se livrando dele por isso. Alguns podem medir até 46 cm e pesar 1 kg.

Pra esse tipo de anfíbio, no fundo do terrário você tem que colocar areia de aquário, 15-20 cm de água sem cloro e uma pedra que sai um pouco quando o sapo decidir sair da água.

Ceratophrys Cranwelli

Na Argentina, de onde é nativo, é conhecido como ranas de pacman. É um anfíbio exclusivo da Argentina, Bolívia e Paraguai. Estes são animais de estimação freqüentes. Eles geralmente são chamados de “rã pacman”, porque com sua boca enorme, eles pegam tudo o que se move ao lado deles, como o cara no famoso videogame.

Eles podem medir 13 cm e pesar 500 g. Eles se alimentam de insetos, pequenos ratos, peixes pequenos, outros sapos, etc. Como engolem tudo que passa por eles, muitos animais desse tipo morrem prematuramente engolindo coisas muito volumosas. Cuidado com os objetos que põe em seu terrário.

Bombina Orientalis

Esse sapo vive na Sibéria, China e Coréia. Seu tamanho varia entre 4 e 5 cm. É um animal comum pela sua bela cor. É um tipo muito comum de estimação porque se adapta facilmente a ambientes modificados por pessoas.

Ele se sente bem tanto no terrário como no aquário com vegetação abundante (eles devem ter uma jangada, para a qual um pedaço de casca pode ser suficiente).

Dendrobates Azureus

Este sapo é típico do Suriname, mas também é brasileiro. Os índios usavam a secreção de sua pele para envenenar suas flechas e dardos. Este tipo de anfíbio pode até ser bem atraente por sua cor e tal mas só deve ser tratado por especialistas e adultos. Os entusiastas iniciantes devem abster-se de adotar essas espécies tóxicas.

Que Tipo de Anfíbio Escolher

Antes de pensar em um sapo como animal de estimação, é importante enfatizar que você nunca deve escolher espécies ameaçadas de extinção e, a menos que sejam tratadas por especialistas, você nunca deve adquirir para animal de estimação um sapo venenoso.

Como distinguir sapos, rãs ou anfíbios venenosos? Bom, simplificando, os sapos distinguem-se das rãs pela sua pele áspera que muitas vezes segrega toxinas para repelir predadores. Existem todos os tamanhos e eles são distribuídos em todo o mundo, exceto em ambos os pólos. Anfíbios altamente tóxicos ou venenosos geralmente são muito coloridos e costumam ser pequenos. Existem muitas espécies.

A alimentação de anfíbios dependerá da espécie que escolheu. A grande maioria consome insetos vivos (grilos, por exemplo). Mas outros consomem sementes de tartaruga, ou outros alimentos específicos já preparados. Consulte seu veterinário e ele lhe dirá mais sobre o tipo de comida que o seu espécime escolhido deve comer pra se manter saudável e bonito pra você.

Finalmente, faz sentido que, se você não puder continuar cuidando de qualquer animal, leve-o a um abrigo especializado. Isso é particularmente relevante se estamos falando de espécies que podem ser invasivas em certos habitats e causar problemas ambientais. Uma vez que tudo isso esteja claro, existem muitas espécies que você pode adotar.

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *