Home / Animais / Como Criar Minhocas Para Adubo?

Como Criar Minhocas Para Adubo?

Criar minhocas para adubo tem um nome. Isso se chama vermicompostagem. Esclareceremos aqui, então, o que é vermicompostagem e como se faz isso.

Vermicompostagem

Vermicompostagem, é o uso de minhocas para converter resíduos orgânicos em fertilizantes. Se você já é um compositor ávido, a transição para a compostagem por minhocas deve ser uma tarefa relativamente fácil.

Mas mesmo que você nunca tenha ouvido o termo vermicompostagem e quase não entenda compostagem, você ainda pode fazer um vermicomposto! Apenas acompanhe para ver como é fácil de executar.

Para começar a compostagem com minhocas, você precisará de algumas coisas:

recipiente de lixo
espaço fechado para compostagem
elementos que formarão a cama
umidade / PH adequado
controle de temperatura
matéria compostável
minhocas

Pareceu complicado até aqui? Vamos entender a linguagem. É simples!

Os Primeiros Passos

A primeira coisa que você vai querer descobrir quando se trata de compostagem por minhocas é onde você vai fazer tudo isso. Muitas pessoas vão começar com uma caixa de plástico simples que você pode obter em qualquer loja de varejo ou bazar.

Você vai querer fazer furos na caixa para ventilação adequada e drenagem. A lata pode variar em tamanho com base nas suas necessidades de compostagem, mas deve ter uma profundidade de pelo menos 20 centímetros para as minhocas. Há quem tenha usado recipientes como banheiras antigas ou freezers.

Se você tem o dinheiro e gostaria que um simples compostor fizesse suas coisas, você pode investir em um compostor especificamente projetado para vermicompostagem. Esses compositores são ótimos porque eles vêm com tudo que você precisa para montar seu compostor, além de instruções detalhadas.

E, finalmente, se você vive em um clima relativamente ameno e é capaz de manter o composto entre 5 e 30 graus Celsius durante todo o ano, então você pode ter uma pilha de compostagem ao ar livre. Esta pilha deve, no entanto, ser protegida porque você provavelmente estará jogando resíduos de comida lá e você não quer atrair nenhuma praga indesejada.

Preparando a Cama

A partir do momento em que você define seu recipiente ou lugar, a coisa mais importante a fazer é garantir que o tipo certo de material de cama seja usado. Boa cama de compostagem deve ter um ph neutro, estar livre de qualquer coisa afiada ou abrasiva que possa prejudicar a pele sensível das minhocas, precisa reter a umidade (mas não muito) e precisa permitir o fluxo de oxigênio.

Há uma variedade elementos de cama diferentes que você pode escolher quando se trata de iniciar seu sistema de vermicompostagem. Muitas pessoas gostam de começar com musgo de turfa, que é uma excelente escolha para a cama. Musgo de turfa é bastante seco, por isso certifique-se de umedecê-lo adequadamente para se adequar as minhocas.

Outros elementos de cama populares incluem lascas de madeira, papelão marrom desfiado, papel picado, jornal picado, esterco de cavalo ou vaca (de preferência envelhecidos), cascas de côco, palha, feno, folhas de árvores e/ou outros resíduos de quintal.

A chave para manter uma caixa de minhoca saudável não é escolher apenas um material de cama “melhor”. Recomendamos o uso de uma variedade de materiais e adicioná-los ao seu recipiente de cama com freqüência. A maioria dos vermicompostores fariam muito bem se adicionassem novas camas às suas lixeiras com mais freqüência.

Quando a cama atingir as condições desejáveis, as minhocas irão prosperar e a produção aumentará. Esteja atento para manter a cama adequada e suas espécies de minhocas serão mais do que felizes para compostagem!

Controle de Umidade e Temperatura

A umidade é extremamente crucial quando se trata de seu sistema de compostagem. Lembre-se que minhocas são seres vivos e exigem ser mantidos hidratados ou pelo menos ter um ambiente de vida adequadamente hidratado. A regra do polegar é envolve simplesmente tatear sua cama ou todo o composto pra conferir se está úmido como uma esponja molhada. O composto não deve estar encharcado mas a cama precisa estar exatamente úmida.

Uma vez e por algum tempo, você precisa afofar a cama para evitar que ela se compacte e impeça o fluxo de oxigênio. Além disso, manter um PH neutro no seu vermicomposto é essencial. O recomendável é um pH entre 5 e 9, sendo 7 o nível ideal de pH. Você pode manter o nível adequado de PH tomando decisões inteligentes sobre a cama, bem como decisões de compostagem inteligentes.

Aqui cabe a experiência e o conhecimento de sua região. Estude e você descobrirá que certos elementos da cama, assim como certos materiais de compostagem, afetarão o pH do seu composto.

Em se tratando de temperatura, mais uma vez você precisa lembrar que minhocas são seres vivos e, portanto, devem viver em um ambiente com temperatura relativamente controlada. Isso significa que suas minhocas sobreviverão melhor em uma temperatura entre 5 e 30ºC como já dissemos. Quando nesta faixa de temperatura, as minhocas continuarão a comer e se reproduzir. É pra isso que vocês as está criando, certo?

Matéria Compostável

Bom, é óbvio que deve selecionar do lixo apenas o que minhocas são capazes de converter em fertilizante orgânico precioso para você! Você pode começar a alimentar suas minhocas com restos de comida, como cascas de frutas e vegetais, cascas de ovos pulverizadas, sacos de chá e grãos de café. Evite restos de carne, ossos, peixe, produtos lácteos que sobram e alimentos oleosos, pois eles farão com que o sua cama de compostagem não cheire bem, além de atrair moscas e roedores.

Já mencionamos que você pode usar estrume animal para formar sua cama de compostagem. Alguns dos melhores estrumes para vermicompostagem incluem estrume de cavalo, vaca ou coelho. Mas por uma questão de segurança, não recomendamos que usem estrume daqueles animais que comem altos níveis de proteína animal como cães, por exemplo, pois o adubo de resultado que sair disso não deve ser usado em seu jardim para ter certeza que você não está espalhando doença ou parasitas.

Por Fim as Minhocas

Afinal de contas, o que é vermicompostagem sem as minhocas né?! Primeiro, você precisa escolher a minhoca correta. Nem todos as minhocas são iguais, afinal. A minhoca californiana (eisenia fetida) é conhecida como a campeã de compostagem. Essas minhocas compostarão seu próprio peso corporal diariamente e dobrarão de população a cada 90 dias.

Elas realmente são trabalhadoras ávidas da natureza e são o que se pode chamar de top de linha quando se trata de vermicompostagem. A minhoca da Califórnia, ou minhocas vermelhas, são excelentes também para uso interno porque eles podem viver em recipientes relativamente rasos que você pode encontrar na maioria dos sistemas internos de compostagem.

No entanto, se você está procurando um compostor ainda m, mas cis eficiente, com minhocas levemente mais audazes, você pode escolher a européia eisenia hortensis, ou como alguns a chamam, super vermelhas. Essas minhocas são excelentes para compostagem ao ar livre, porque elas penetram mais fundo na pilha e também podem resistir a climas mais severos. A super vermelha são ótimas no gramado e jardim, além de serem também excelentes minhocas para pesca.

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *