Home / Plantas / Orquídea Passarinho: Fotos e Características

Orquídea Passarinho: Fotos e Características

O gênero stanhopea de orquídeas produz pseudobulbos esféricos, fortemente enrugados de comprimento, dos quais emergem folhas longas, largas e coriáceas, verde-escuras, onduladas nas bordas e marcadas por fortes veias laterais.

Uma característica muito comum nesse gênero está no fato os talos de flores aparecem sob a planta. Não é diferente portanto com a nossa orquídea de hoje: o orquídea passarinho. Mas antes de falar dela especificamente, vamos falar um pouco sobre esse gênero tão comum em nosso Brasil.

Gênero Stanhopea

O gênero stanhopea possuem uma média de 2 a 10 flores, conforme a espécie, talvez mais. As flores são invariavelmente estranhas. As pétalas e sépalas dobram para trás, enquanto o lábio é alongado e proeminente. Dividi-se em duas partes, que confrontam-se como que com dos dois maxilares de uma mandíbula, com o qual o labelo se assemelha um pouco. As flores variam em suas cores: creme, branco puro, amarelado, ocre, laranja, granada e muitas vezes misturar essas cores na mesma flor.

Este último é perfumado, na maioria das vezes oferecendo um aroma muito forte e inebriante, misturando vários aromas como o cacau ou a baunilha . Por outro lado, eles são muito curtos para uma orquídea: 10 dias para floração completa, 3-4 dias para uma flor individual, às vezes menos. Apenas grandes espécimes são capazes de florescer vários meses no ano, produzindo várias inflorescências que se alternam.

A Cultura Dessa Orquídea

Orquídea resistente, fácil de cultivar, mesmo que existam algumas regras importantes a serem respeitadas e especialmente com relação ao recipiente: na verdade, as inflorescências se desenvolvendo sob a planta e atravessando o substrato é impossível crescer em vasos porque a floração abortaria obrigatoriamente.

Uma vez que é impossível cultivá-lo em um pote tradicional, existem outras soluções para repostá-lo. Cestas suspensas feitas de ripas de madeira ou telas metálicas parecem ser a melhor solução. Ele também pode ser banhado em um pedaço de cortiça e cercar as raízes de esfagno para manter a umidade.

Há também potes com buracos ou grade, o que também pode ser feito por você mesmo. No caso de um cesto de ripas, encha o fundo e os lados com esfagno e enfeite a cesta com casca esmagada de tamanho médio (1-2 cm ).

Quando os pseudobulbos atingem a maturidade, as regas devem ser completamente interrompidas por um mês para promover o florescimento. No inverno, o substrato deve ficar molhado, mas não mais. Umidade atmosférica e rega pesada só durante o período de crescimento. Durante a estação de crescimento fertilizar uma vez a cada 15 dias.

Essas são orquídeas que precisam e pedem muita luz. No entanto, é necessário que a luz seja peneirada por um véu, porque a folhagem pode ser queimada pelo sol pleno. No inverno contra a planta pode ser colocado em pleno sol.

Orquídea com efeito de estufa, que requer uma temperatura de 22 a 25° Celsius durante a estação de crescimento, em cerca de 18° Celsius, no inverno. A temperatura geralmente não deve cair abaixo de 15° Celsius durante o crescimento.

Orquídea Passarinho: Fotos e Características

Agora vamos falar um pouco de nossa orquídea do tema, né? Já estava em tempo! Mas não há muito o que falar diferente do que já dissemos sobre o gênero acima. Em geral, todas as espécies do gênero, e mesmo suas variações, são semelhantes em quase tudo, com pouquíssimas exceções.

Apesar de muitos a considerarem bem diferente das outras de sua espécie, em linhas gerais e analisando de modo mais técnico, não são. Mesmo a admiração expressiva ao vê-la florida não é em nada diferente da mesma que suas co irmãs também causam.

Principalmente os pseudobulbos da orquídea passarinho são completamente semelhantes às outras da espécie e mesmo às de outros gêneros. Aliás, até que se prove o contrário, o nome científico de nossa orquídea passarinho é stanhopea oculata, uma planta que cresce a uma média de 40 ou até 50 cm.

Quanto a floração da orquídea passarinho, tem cores amarelas puxando pra o creme, cheia de pontinhos de cor arroxeada e apresenta certas manchas nas suas pétalas, manchas essas que se assemelham a desenhos de pássaros pra muitos, o que contribuiu pra ganhar esse nome popular, orquídea passarinho.

O cultivo dessa orquídea, como já dito inclusive a respeito de todo o gênero acima, exige vasos bem abertos, talvez feitos com arames, ou fitas de plástico mas nunca vasos fechados pois o pendão de flores dessa orquídea é do tipo que sai para baixo, por entre as aberturas que encontrar disponíveis no recipiente.

Por essa razão inclusive é que o solo de plantio no vaso não pode ser compacto e argiloso. é importante que seja leve, talvez com pedaços ou partículas de esfagno, ou substratos de musgo … Enfim, é imprescindível que seja um solo leve e particulado, que permita uma absorção moderada de água sem encharcar e facilite a penetração da planta por entre o suporte sem interrupções.

As Variedades de Stanhopea no Brasil

Os dados a respeito das espécies de stanhopea ainda são muito imprecisos. Há poucas pesquisas abrangentes e pormenorizadas a respeito de quais existem, quantas são e sua origem. As atualmente conhecidas ou melhor, classificadas como espécies do gênero stanhopea listadas são:

Stanhopea anfracta, Stanhopea annulata, Stanhopea avicula, Candida de Stanhopea, Stanhopea carchiensis, Stanhopea cirrhata, Confusa Stanhopea, Stanhopea connata, Costaricensis de Stanhopea, Stanhopea deltoidea, Stanhopea dodsoniana, Stanhopea ecornuta. Stanhopea embreei, Stanhopea florida, Stanhopea frymirei, Gibbosa de Stanhopea, Stanhopea grandiflora, Stanhopea graveolens, Stanhopea greeri, Stanhopea haseloviana, Stanhopea hernandezii, Stanhopea inodoro, Stanhopea insignis, Stanhopea intermedia, Stanhopea jenischiana, Stanhopea lietzei, tanhopea lowii, Stanhopea maculosa, Stanhopea madouxiana, Stanhopea maduroi, Stanhopea manriquei, Stanhopea martiana, Stanhopea napoensis, Stanhopea naurayi, Stanhopea nigripes, Stanogea novogaliciana, Stanhopea oculata, Stanhopea ospinae, Stanhopea panamensis, Stanhopea peruviana, Platyceras de Stanhopea, Stanhopea posadae, Stanhopea pozoi, Stanhopea pseudoradiosa, Stanhopea pulla, Quadricornis de Stanhopea, Stanhopea radiosa, Stanhopea reichenbachiana, Stanhopea ruckeri,
stanhopea saccata, Stanhopea schilleriana, Ônibus espacial Stanhopea, Stanhopea stevensonii, Stanhopea tigrina, Stanhopea tigrina var. nigroviolacea, Tricornis de Stanhopea, Stanochea wardii, Stanhopea warszewiczianae Xytriophora de Stanhopea.

Variedades de Stanhopea
Variedades de Stanhopea

Espero que tenhamos outras chances de falar sobre mais algumas espécies desse gênero e que a própria ciência se interesse em penetrar muito mais a fundo nos encantos dessa planta ainda tão mal popularizada e estudada. Enquanto isso, esperamos que tenha gostado do pouco que conseguimos divulgar sobre essa linda orquídea, a orquídea passarinho.

Veja também

Árvore da Glicinia

Qual a Época De Floração Da Glicinia? Qual Estacão Do Ano?

Existem muitos tipos de plantas ornamentais, dentre as quais, a trepadeiras ganham bastante destaque por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *