Home / Plantas / Alecrim Orégano: Benefícios Para a Saúde e Emagrecimento

Alecrim Orégano: Benefícios Para a Saúde e Emagrecimento

Fazer as pazes com a balança é um desejo de muita gente. Mas, às vezes, por mais que a pessoa siga a dieta passada pela nutricionista e faça exercícios, parece que simplesmente não obtêm resultados.

Os antioxidantes naturais estão recebendo cada vez mais atenção na nutrição humana e animal devido à sua associação com características de qualidade alimentar e respostas satisfatórias. Entre variedades de plantas que possuem constituintes benéficos, a família Labiatae (plantas de hortelã) tem atraído o maior interesse, com especial atenção aos produtos orégano ( Origanum vulgare L. ) e alecrim ( Rosmarinus officinalis L.).

O Orégano

Orégano ( Origanum vulgare ) é uma erva com um sabor aromático, quente e ligeiramente amargo.  Entre os compostos químicos que contribuem para o sabor do orégano estão o carvacrol, o timol, o limoneno, o pineno, o ocimeno e o cariofileno. O orégano também contém polifenóis, incluindo ácido cafeico, p- oceânico e rosmarínico, que conferem atividade antioxidante e previnem a peroxidação lipídica.

O orégano exerce uma atividade antioxidante bem documentada , mas também possui intensa atividade in vitro, propriedades antimicrobianas e antifúngicas. Tais propriedades fazem dele um candidato apropriado como um substituto para os promotores de crescimento de antibióticos e também um aditivo alimentar promissor, a fim de prevenir a oxidação lipídica da carne, extratos de etanol e orégano contendo altas concentrações de fenóis, principalmente ácido rosmarínico, previnem eficientemente a deterioração dos tecidos.  Os principais constituintes do óleo de orégano são: 4-terpineol (27,67%); gama-terpineno (4,10%); timol (0,58%) e carvacrol (21,58%).

O Alecrim

O alecrim ( Rosmarinus officinalis ) é nativo do Mediterrâneo e da Ásia. As folhas são usadas como um agente aromatizante em uma variedade de alimentos na cozinha mediterrânica tradicional. Eles têm um sabor amargo e adstringente e um aroma muito característico.

O extrato de alecrim exerce atividade anti-oxidativa, mas seus constituintes também mostram uma variedade de atividades farmacológicas para a quimioprevenção e terapia de combate câncer. Os extratos de alecrim apresentam maior atividade antioxidante, ainda mais que os compostos fenólicos separadamente. Esses extratos também mostram a maior capacidade antioxidante, possivelmente devido à presença de altas concentrações de ácido carnosico e carnosol e compostos ativos não identificados. Os principais constituintes dos óleos de alecrim são: cânfora (51,52%);  verbenona (11,84%);  cineol (8,94%);  mirceno (4,50%);  α-terpineol (4,39%) e borneol (2,68%).

Rosmarinus Officinalis ou Alecrim

A alegação muitas vezes feita de aditivos fitogênicos para ração como estimulante da função imunológica, entretanto, enfrenta uma verificação experimental específica pobre em cobaias.  Portanto, há uma falta de dados sobre os possíveis efeitos dos extratos vegetais na imunidade dessas espécies.

Ervas Terapêuticas

Na família Lamiaceae, o alecrim ( Rosmarinus officinalis L.) e o orégano ( Origanum vulgare L.) são plantas aromáticas amplamente utilizadas nas artes culinárias, com aplicações terapêuticas, e produzem óleos essenciais contendo compostos fenólicos altamente relacionados ao antimicrobiano.

Óleos comerciais e óleos extraídos de partes aéreas dessas plantas têm sido utilizados para combater vários patógenos fúngicos de interesse médico e veterinário.  Para uso terapêutico, a aquisição de óleos comerciais é mais fácil do que o trabalho de enviar material vegetal para extração em laboratórios químicos e farmácias de manipulação.

Entretanto, a qualidade do produto comercial deve ser controlada, pois a adulteração pode causar ineficiência terapêutica e até mesmo efeitos colaterais, como a mistura de óleos voláteis com diferentes qualidades para promover maior rendimento.  Os poucos estudos com óleos comerciais de R. officinalis L. e O. vulgare L. também comprovaram a boa atividade in vitro contra patógenos fúngicos, os estudos se concentram em produtos extraídos de plantas coletadas in natura ou adquiridas comercialmente.

Antibióticos Naturais

A indústria de frango de corte, convive até hoje com a acusação de administrar hormônios de crescimento e a aplicação de antibióticos nos animais para abate.  Esta antiga prática que tenderiam a desenvolver bactérias ultra resistentes e nocivas ao ser humano está proibida desde 2006. A proibição do uso de antibióticos chamou a atenção da comunidade científica para o desenvolvimento de produtos alternativos, capazes de substituir os antibióticos com a mesma produtividade.

Nesta visão, as plantas aromáticas e os extratos obtidos dessas plantas têm se tornado cada vez mais importantes devido aos seus vários efeitos positivos nos animais. . Atualmente, os componentes químicos da maioria dos extratos de plantas são geralmente reconhecidos como seguros e são comumente usados ​​na indústria de alimentos.

Ervas e especiarias culinárias têm sido usadas como agentes de tempero de alimentos e conservantes de alimentos por séculos. Além disso, devido aos seus conhecidos e presumíveis benefícios à saúde, ervas e especiarias também têm sido usadas em práticas médicas desde a antiguidade. Alguns dos efeitos sobre a saúde atribuídos às ervas e especiarias incluem efeitos antioxidantes, antimicrobianos e anti-inflamatórios, bem como proteção potencial contra doenças cardiovasculares, neuro degeneração, diabetes tipo 2 e câncer.

Enquanto o interesse em ervas e especiarias como agentes medicinais permanece elevado e seu uso em alimentos continua a crescer, tem havido notavelmente poucos estudos que tentaram rastrear a ingestão de ervas e especiarias e ainda menos que tentaram encontrar potenciais biomarcadores de consumo alimentar.

Biomarcadores Biológicos

A bio marcação de consumo alimentar é um conceito que estabelece a relação entre ingestão alimentar e/ou de nutrientes assim como do estado nutricional e suas relações com doenças crônicas não transmissíveis sendo atualmente o foco primordial em estudos na área de Nutrição em Saúde Pública.

Neste contexto o conhecimento adequado de métodos precisos de avaliação da ingestão de alimentos e nutrientes é mandatório. Os marcadores bioquímicos da ingestão alimentar/nutrientes fornecem medidas fidedignas e acuradas sobre a biodisponibilidade de nutriente(s) em fluídos corporais e assim propiciam respostas mais completas sobre a atuação destes nos desfechos biológicos.

No mesmo sentido, a utilização de marcadores bioquímicos na avaliação do estado nutricional em termos de distribuição de compartimentos corporais, tem contribuído para o avanço no conhecimento sobre as relações entre gordura corporal, massa magra e água corporal total com o desenvolvimento de doenças.

Nos últimos anos, o chá de orégano com alecrim vem ganhando destaque nas dietas alimentares com foco no emagrecimento. Estudos comprovam que a mistura é excelente para a perda de peso. Esta bebida ajuda na diminuição da barriga inchada, na digestão das gorduras e eliminar os gases intestinais.

 

Veja também

Begonia Elatior no Vaso

Begonia Elatior: Características, Como Cuidar, Mudas e Fotos

Você gostaria de ter um jardim colorido e original, mas não sabe por onde começar? …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *