Home / Plantas / Qual a Melhor Época Para Poda de Pitangueira?

Qual a Melhor Época Para Poda de Pitangueira?

Quem cresceu ou viveu em sítios e fazendas, ou até mesmo ia em alguns momentos da vida, é muito acostumado a comer as coisas bem naturais. Fazer os próprios doces, tirar o leite direto da vaca e especialmente comer a fruta direto da árvore. São muitas as árvores frutíferas que se tornaram populares pelo Brasil e que fazem sucesso. Normalmente, essas frutas tem o apelo da infância, já que fizeram parte da vida de muitos brasileiros. Uma dessas árvores é a pitangueira.

No post de hoje iremos mostrar um pouco mais sobre as características da pitangueira, seu plantio e tirar a dúvida de qual a melhor época do ano para a poda dela. Continue lendo para aprender tudo isso e muito mais!

Características da Pitangueira

A pitangueira é uma das árvores mais conhecidas aqui no Brasil, e o que muitos não sabem, é que ela é nativa daqui. Mais especificamente da nossa Mata Atlântica, apesar de serem encontradas desde florestas semideciduais até as restingas. Cortam o Brasil todo, além de estar presentes também em toda a América, exceto Canadá, na África e na ilha da Madeira, em Portugal.

Ela é uma árvore de porte médio, e considerada rústica. Sua altura não costuma passar de 4 metros, mas de vez em quando, conseguem chegar a mais de 10 metros. Para isso o solo e o clima devem ser de perfeitas condições, para que quando alcance a fase adulta, fique grande. A copa dessa árvore é em forma de globo, com uma folhagem perene, ou seja, que não cai em nenhum período do ano. Essas folhas são pequenas, de cor verde escura, e que possuem um aroma bem característico e forte.

Na pitangueira também temos flores pequenas, de coloração branca. Não possuem praticamente nenhum uso para nós. Elas servem como melíferas, que são apreciadas pelas abelhas na fabricação de seu mel. Seu cultivo não é comercial, e é mais comum encontrarmos ela em quintais domésticos. São diversos os motivos pelo qual o transporte da fruta é complicado, mas principalmente pela questão de ser bem delicada.

Para executar o plantio, normalmente é feito pelo caroço da pitanga direto no solo. Outra forma é pelo transplante de uma muda ou do próprio fruto até o solo. O bom da pitangueira é que ela vai bem em praticamente todos os tipos de solos. Em alguns locais, é até comum encontrarmos elas sendo usadas como árvores ornamentais, ou para ajudar na recuperação de áreas devastadas, como uma forma de reflorestamento heterogênico. As pitangas são os frutos dessa arvore, muito apreciados por nós e também por pássaros e outros animais silvestres. Ela é inclusive utilizada na medicina popular, em chás e outros para tratar cefaleia e outros pelas suas qualidades terapêuticas. Seu sabor é agridoce, quanto mais vermelha, mais doce ela fica.

Cultivo da Pitangueira

Como falamos, ela tem fácil adaptação ao clima brasileiro. Independente do local em que você decidir ter uma, com os cuidados necessários, ela ficará boa. A cova do plantio deve ser o dobro do tamanho da muda ou caroço. No fundo deve ser adicionado entre 1 e 2 quilogramas de adubo animal, misturado com o composto orgânico. Ao redor da cova é preciso regar bastante antes de colocar o caroço. E depois, é preciso regar todos os dias por 10 dias seguidos, sem encharcar.

Quanto mais úmido e adubado o solo, melhor para o desenvolvimento dessa árvore. Os argilosos ou arenosos são os preferidos, principalmente quando são profundos e bem drenados. Em relação a suas regas, no verão ela deve ser regada com mais frequência, sempre evitando que ela fique encharcada. Sempre que o solo começar a ficar seco, já pode regar. Já no período de inverno, a rega pode ocorrer de 4 em 4 semanas. A adubação deve ser feita a cada 15 dias, com adubo líquido, mas somente do início da primavera até o final do verão.

Lembre-se que a pitangueira cresce em forma de pirâmide, por isso é preciso que a árvore tenha espaço para crescer sem problemas. Outra questão é em relação à posição dela. Ela deve estar em lugares que não ventem muito, pois acabam sendo derrubadas, diminuindo a frutificação. E deve ter luz solar em abundância. É interessante levar em conta o organomineral, um fertilizante granulado que é feito a partir de cama de frango úmido.

Qual a Melhor Época Para Poda da Pitangueira?

Regularmente é necessário cortar os galhos e brotos indesejados que acabam interferindo em todo o formato da planta. Para responder sua pergunta, a melhor época para realizar essa poda é logo no inicio da primavera. Apesar de que qualquer período do ano você pode realizar os tipos de poda, é interessante ter um calendário certinho em relação a isso. Elimine também os galhos mais baixos, para conseguir um formato de arvoreta.

Na primavera é bem comum realizar essa poda, em que você deixe sempre metade da altura da planta com a copa e elimine abaixo disso todos os galhos que saírem do tronco principal. Esses galhos em excesso na parte debaixo da planta acabam prejudicando a circulação de ar nas folhas e em geral. São duas podas, a de limpeza e a de formação que podem ser feitas em qualquer parte do ano.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre a pitangueira e em qual época é a melhor para realizar sua poda. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre pitanga e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Farinha Mamão

Farinha de Mamão e Grão de Mamão: Benefícios

O mamão é uma fruta tão boa que você pode consumi-la praticamente inteira, desde as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *