Home / Plantas / Adubo e Substrato Para Azaleia: Qual o Melhor? Como Usar?

Adubo e Substrato Para Azaleia: Qual o Melhor? Como Usar?

As azaleias são vegetais arbustivos pertencentes ao gênero Rhododendron, são originárias da Ásia, mais precisamente do Japão e da China. Mesmo não sendo flores nativas do Brasil, por aqui elas se popularizaram fortemente, inclusive essas flores são consideradas símbolo da cidade de São Paulo.

A popularidade dessas flores está presente principalmente em jardins, canteiros e cercas-vivas. A floração ocorre durante os meses de inverno, fator que confere um colorido especial no período em que a maioria das outras plantas está em repouso. Na China, as azaleias são consideradas símbolo de feminilidade, pois colorem uma estação do ano fria e ‘cinzenta’.

O termo “azaleia” é o mais empregado no Brasil, em detrimento da forma “azálea” derivada do latim e atribuída por Lineu em 1735.

Dentro do gênero Rhododendron, as espécies de azaleias se diferenciam de outras flores em razão de características pontuais tais como o padrão de crescimento da flor, assim como o seu tamanho. As espécies de azaleias estão agrupadas nos subgêneros Pentathera e Tsutsusi, algumas delas podem alcançar até mesmo 2 metros de altura.

Em relação ao plantio e cuidado com azaleias, não há muita dificuldade envolvida no processo, uma vez que essas flores estão habituadas a condições adversas, e possuem naturalmente grande adaptação às diferentes temperaturas, assim como aos diferentes solos.

Neste artigo, você conhecerá importantes características referentes a esses vegetais, assim como dicas importantes para o cultivo e manutenção, tais como o tipo de adubo e substrato a ser utilizado.

Então venha conosco e boa leitura.

Classificação Botânica das Azaleias

Genericamente, a classificação científica para as azaleias obedece à seguinte estruturação:

Reino: Plantae;

Divisão: Magnoliophyta;

Classe: Magnoliopsida;

Ordem: Ericales;

Família: Ericaceae;

Gênero: Rhododendron;

Subgêneros: Tsutsusi e Pentathera.

A variedade de nome científico Rhododendron indicum (conhecida por produzir flores nas cores brancas, rosas e roxas) é considerada a mais popular no Brasil. Em razão da intervenção humana, ela também pode ser encontrada em muitas outras matizes, dentre elas até mesmo o vermelho brilhante.

Plantio de Azaleias, Regas e Condições de Luminosidade

De modo a garantir uma floração mais abundante, o plantio destes vegetais deve ser realizado no outono.

Caso as flores estejam no jardim, as regas devem ser realizadas duas vezes por semana; no entanto, se estiverem em vasos, é importante manter uma rotina de regas diárias.

Durante a realização das regas, é importante não deixar o substrato encharcado, assim como não molhar as pétalas.

Em relação ás condições de luminosidade, é importante que haja sol pleno durante pelo menos quatro horas diárias. A luz solar é um fator imprescindível para garantir uma boa floração; no entanto, é importante garantir proteção contra o vento e a chuva, uma vez que esses fatores climáticos podem danificar as raízes mais profundas do vegetal.

Realização de Podas

A poda de azaleias deve ser realizada após a floração, dessa forma há um estímulo ao crescimento de novas flores na próxima estação. É importante que sejam cortadas as pontas dos ramos, assim que sejam retirados os galhos secos e flores secas ou amareladas por clorose.

Ilustração de Poda de Azaleia
Ilustração de Poda de Azaleia

Principais ‘Pragas’/ Acometimentos e Medidas de Controle

Quando a adubação está incorreta e há carência nutricional, as folhas se tornam amareladas, caracterizando um quadro chamado “clorose”.

Alguns fungos podem causar manchas semelhantes à ferrugem nas folhas da azaléia, neste caso sugere-se aplicar um fungicida de nome “Calda Bordalesa”.

O fungicida Calda Bordolesa também é indicado para tratamento de quadros fúngicos denominados “galhas”, nos quais as folhas e pétalas acometidas se tornam mais espessas e deformadas com a presença de algumas manchas esbranquiçadas. Essas características também podem se manifestar nas extremidades dos ramos. Recomenda-se eliminar as partes afetadas antes de aplicar o fungicida.

O quadro fúngico de nome Oídio é caracterizado pela presença de manchas esbranquiçadas na porção do verso e da frente das flores indo até o cálice. Conforme o quadro progride, as folhas começam a apresentar coloração cinza escuro e caírem prematuramente. Plantas acometidas ou suspeitas devem ser isoladas, a quantidade de água nas regas deve ser diminuída (uma vez que os fungos adoram umidade). A pulverização com fungicidas é indicada apenas nos quadros mais severos.

A famosa infecção “Seca de ponteiros” se manifesta através de uma podridão marrom escura, a qual se inicia na ponta do ramo e se espalha para baixo, até atingir a haste principal e resultar na morte do vegetal, em muitos casos. Como medida de controle, os ponteiros atacados devem ser podados, e a zona de corte protegida com uma pasta à base de oxicloreto de Cobre.

Adubo e Substrato Para Azaleia: Qual o Melhor? Como Usar?

Adubo

Um Punhado de Adubo nas Mãos de um Homem
Um Punhado de Adubo nas Mãos de um Homem

A adubação pode ser realizada em qualquer período, com exceção da época de floração.

Quando a planta está pouco adubada, manifesta, durante a floração, poucas flores ou brotos que não crescem; essa característica expressa com clareza certa deficiência nutricional.

Para evitar este problema recomenda-se adubação na frequência aproximada de uma vez ao mês com a mistura de 1 parte de farinha de ossos com 1 parte de torta de mamona.

Quando há uso de fertilizantes químicos, recomenda-se aqueles que são ricos em Fósforo, ou seja, um adubo NPK com concentração “P” superior. A fórmula 4-12-4, por exemplo, é uma opção.

Substrato

Um Saco de Substrato
Um Saco de Substrato

Na qualidade de arbusto rústico, a azaleia se adapta com facilidade a qualquer tipo de solo, no entanto, para que produza uma grande floração, sugere-se que o substrato seja formado por 2 partes de terra comum de jardim + 1 parte de areia + 1 parte de composto orgânico.

*

Agora que você já conhece valiosas dicas relacionadas ao plantio de azaleias, especialmente referentes à utilização de adubo e substrato; o convite é para que continue conosco e visite também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da botânica, zoologia e ecologia de um modo geral, com artigos especialmente produzidos pela nossa equipe de redatores e especialistas na área.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Giuliana Flores Blog. Como Cuidar de Azaleias- Saiba Tudo Sobre o Cultivo da Flor! Disponível em: < https://blog.giulianaflores.com.br/arranjos-e-flores/melhores-dicas-como-cultivar-azaleias/>;

Jardim de Flores. Azaleia (Rhododendron indicum). Disponível em: < http://www.jardimdeflores.com.br/floresefolhas/azaleia.html>;

Wikipédia. Azálea. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Az%C3%A1lea>.

Veja também

Como Fazer Muda de Amarílis? Como Cultivar? Como Reproduzir?

A amarílis é uma flor bastante alta, cuja haste, muito resistente e alongada, tem a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *