Home / Animais / Habitat da Harpia: Onde Elas Vivem?

Habitat da Harpia: Onde Elas Vivem?

Na maioria das vezes o nome “harpia” sugere um grande ser mitológico grego, onde aves do tamanho de humanos possuem cabeça de mulher e seios, com enormes asas e caudas.

Talvez essa alusão tenha a ver com o fato de a harpia ser uma das maiores ave de rapina que existe, tendo um porte assustador, capaz de gerar contos e inspirar inúmeros trovadores a criarem lendas sobre sua imponência.

A harpia (Harpia harpyja) é conhecida como Harpia Americana na América do Norte, enquanto na América do Sul ela é chamada de Gavião-Real.

Uma das principais características da harpia é seu tamanho, que pode chegar a ter 2,5 de envergadura. Em seguida, sua cabeça ímpar chama atenção pelo formato, onde sua cabeça branca dá lugar a alguns penachos pretos, combinando com a parte superior de seu corpo que também é preta, assim como suas asas.

A parte de baixo da harpia possui coloração branca, intercalando com camadas pretas nos tornozelos.

A harpia possui garras extremamente poderosas, passando dos 10 centímetros de comprimento, capazes de destroçarem cascos de animais como tartarugas e pangolins, com uma envergadura apropriada para dilaceramento da carne de suas vítimas.

A harpia, quando em estado de repouso, tende a ficar ereta, com sua penugem branca do peitoral sendo fechada por um par de asas negras, e esse porte tão glorioso é um dos motivos pelos quais a harpia se tornou inspiração para alegorias fantasiosas.

Distribuição Geográfica da Harpia

As harpias costumavam viver em uma área muito mais extensas do que a área que habitam atualmente, porém, essa característica, como se bem sabe, já é comum de quase todos os animais do Planeta.

Hoje em dia, a harpia é muito mais comum na América do Sul, principalmente no Brasil, já na América do Norte existem poucos exemplares dessa ave, apesar da ave ser, praticamente, um símbolo do País.

Nos Estados Unidos e Canadá, a harpia, ou gavião-real, é chamada de American Harpy Eagle, enquanto uma parente muito próxima é chamada de Papuan Harpy Eagle.

Harpia Harpyja

Na América Central, estudos apontam que as harpias estão presentes apenas no Panamá, apesar de anteriormente ter vivido ao longo de todo o território que abrange a América Central, principalmente no México, de onde está praticamente extinta.

As harpias tem preferência por florestas densas, por isso marcam bastante presença na Amazônia, mas ainda é possível observar exemplares por quase todo o território Nacional, do Sul ao Norte do País.

Comportamento e Vida da Harpia

Assim como a maioria das aves de rapina, a harpia é uma ave monogâmica, que terá apenas um parceiro para a vida toda, não acasalando novamente mesmo após a morte de seu parceiro ou de sua parceira.

A harpia costuma criar ninhos gigantes, que podem ser usados por vários anos, e um ninho pode passar de um metro de altura em copas que podem ter mais de 50 metros. A fêmea coloca apenas dois ovos, e os zela enquanto o macho procura por alimento.

Dos dois ovos, os pais geralmente só dão atenção ao primeiro a chocar, enquanto o segundo se vira por conta própria ou na maioria das vezes não resiste.

Quando nasce, o filhote vive cerca de 1 a 3 anos com seus pais, até constituir sua própria família. Com 36 dias de vida, o filhote já consegue se levantar e cambalear, e com 6 meses já consegue alçar os primeiros voos, e seus pais o alimentam por cerca de 10 meses além disso.

Habitats da Harpia: Onde Elas Vivem

Como citado anteriormente, as harpias tem preferência por matas densas, onde elas ocupam uma camada superior e caçam através da excelente habilidade visual.

O local onde as harpias criam seus ninhos sempre é próximo de uma boa fonte de comida, em locais onde a vida animal é abrangente e a caça é favorável.

A alimentação da harpia é restritamente carnívora, onde as mesmas comem todos os tipos de animais possíveis, desde seres rastejantes, insetos, preguiças, macacos, peixes, crustáceos e até mesmo aves menores, o que é praticamente todo tipo de ave.

Apesar de possuírem determinadas preferências, muitas harpias habitam variados tipos de habitats, tal como o Cerrado, Caatinga e Pantanais, principalmente o Pantanal Matogrossense.

É possível, também, observar que algumas harpias sobrevoam cidades, pois existe concentração de pombos, um de seus pratos principais, apesar de nitidamente as harpias evitarem locais movimentados, pois elas nunca criam ninhos próximos a locais agitados ou com presença de humanos.

Estudos apontam que uma harpia não tem a tendência de voar a mais de 3 km de distância de seus ninhos, por isso quando elas estão presentes nos céus da cidade, significa que seu ninho está a aproximadamente essa distância.

Apesar de a harpia estar no topo da cadeia alimentar, alguns felinos como onças, panteras, leopardos e jaguares ainda conseguem torna-la suas presas, principalmente as harpias mais jovens.

A harpia não é um tipo de predador que come restos de animais mortos como outros tipos de ave, tal como o Carcará, por exemplo.

Fatos Interessantes Sobre o Habitat da Harpia

A harpia sempre procura as árvores mais altas das florestas para habitar e raramente é vista caçando no solo.

Ninhos de harpia já foram registrados em árvores como o Jequitibá-rosa (Cariniana legalis), Castanheira (Bertholletia excelsa) e Gameleira (Ficus organesis), sendo essa última as principais árvores de ninhos de harpias do Sul do Brasil.

Uma harpia macho pode chegar a medir 2,5m de envergadura e pesar até 10 kg.

O estado de preservação da harpia aponta que ela ainda não é uma ave que está sob risco de extinção, apesar de sua população estar sendo reduzida drasticamente ao decorrer dos anos.

A harpia possui um bico extremamente poderoso que pode quebrar ossos de animais de tamanhos consideráveis, como macacos e bichos-preguiça, além de cascos de jabutis, um animal que faz parte de sua dieta. No entanto, o bico não é sua maior arma, mas sim suas garras, que são maiores que garras de ursos, usadas para destroçar e alçar suas vítimas.

Aproveite e confira outros artigos sobre aves de rapina em nosso site Mundo Ecologia:

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *