Home / Animais / Qual a Diferença Entre Harpia e Águia?

Qual a Diferença Entre Harpia e Águia?

A Harpia trata-se e uma ave de rapina. E curiosamente, toda harpia também pode ser considerada uma água. Isso porque algumas espécies de Harpia têm características tão peculiares e únicas, que olhando de certo ângulo, até parece uma pessoa, fantasiada de pássaro.

Por certo, as harpias são águias, pertencentes ao gênero Harpia, cuja espécie é a Harpia harpyja, das quais existem subespécies distintas. As harpias também são conhecidas como:

  • Harpia ou Harpia harpyja
  • Gavião-de-penacho
  • Gavião-real
  • Uraçu
  • Uiraçu
  • Uiruuetê
  • Uiracuir
  • Uiraquer
  • Cutucurim
  • Uiraçu-verdadeiro

Harpia e Águia: Diferenças

Como descrito anteriormente, toda Harpia literalmente, é uma Águia. Entretanto, nem toda águia é uma Harpia. Para esclarecer melhor, as Harpias têm características parecidas com as das Águias e outras, bem diferentes. As Harpias formam uma espécie de águia caracterizada por:

1 – Tanto o macho quanto a fêmea da Harpia, têm penas visivelmente largas que são levantadas quando ouvem algum barulho. Semelhantemente como as corujas, elas possuem um disco facial com penas menores, o que potencializa sua capacidade de focar ondas sonoras, melhorando assim, sua audição. A Harpia tem olhos pequenos, um longo topete e em sua crista têm a presença de 2 penas maiores e também conta com uma cauda com 3 faixas de coloração cinzenta que pode ter 2/3 do comprimento da asa se for medida.

2 – As Harpias são exímias e fabulosas caçadoras possuindo garras mais compridas que de um urso cinzento. Águia adaptada a vôos acrobáticos, principalmente em florestas em ambientes fechados. Elas se aproximam de forma morfológica, mas não são conhecidos de modo filogenético e de inúmeras aves de rapina que vivem em climas tropicais de grande porte. Também, são adaptadas para caçar presas grandes e que vivem em árvores como, por exemplo, os lêmures, bicho-preguiça, macacos. São elas a águia-das-filipinas, águia-coroada africana como também a águia-da-nova-guiné. Essas águias são conhecidas como águias-pega-macaco no local onde vivem devido ao seu grande porte, que, consequentemente, se alimenta de animais maiores como, por exemplo, os macacos.

3 – O local, ambiente onde vivem certamente são as florestas tropicais do México, chegando até a Bolívia, também na Argentina e boa parte do Brasil com destaque para a Amazônia, permanecendo em árvores altas, bem como dentro da floresta densa, onde faz seus ninhos. Antigamente, abrangia maiores áreas das matas brasileiras. Mas recentemente, é vista na Amazônia mas raras vezes na mata atlântica. A Harpia foi estudada na região amazônica da Guiana onde foi verificado que é um predador, sobremaneira de mamíferos.

4 – A Harpia pode exercer uma pressão de exatos 42 kg/cm(2) (4,1 Mpa ou 530 Ibf/in(2) com suas potentes garras. Consegue erguer mais de ¾ do seu próprio peso. Com toda certeza, é a águia mais pesada atualmente, sendo que a águia-das-filipinas é a única águia comparada ao seu porte e tamanho. Porém, a extinta águia-de-haast da Nova Zelândia era cerca de 50% maior que a Harpia. No ano de 2009, mais precisamente no dia 15 de janeiro, veio ao mundo um filho de Harpia do Refúgio Biológico de Itaipu. Com 100 g de massa, o 1º filhote a nascer com saúde em cativeiro no sul do nosso país.

Alimentação da Harpia

A alimentação da Harpia é constituída de animais de porte médio como macacos, aves, bicho preguiças e dependendo da situação, até macacos maiores como, por exemplo, o bugio. Essas aves caçam cerca de 20 espécies de animais, sendo que16 deles vivem em arvores.

Já vivendo em cativeiros, são alimentadas com pequenos animais, entre eles, ratos.

Hábitos Gerais de Vida da Harpia

A harpia é certeira, rápida e forte em suas emboscadas para caçar. Tem tanta força que consegue erguer um carneiro facilmente. Ela paira no ar e voa alternando com batidas de asas.

Seu assobio é estridente e longo e nas horas mais quentes do dia, tem o costume de voar em círculos em florestas e campos próximos.

As Harpias guardam energia, ficando empoleiradas em silêncio, vendo e ouvindo tudo por muito tempo. Como já descrito, na hora de caçar investe na estratégia de forma rápida e curta.

As fêmeas da Harpia caçam presas maiores se comparado aos animais caçados pelas harpias machos. Obviamente, essa técnica de caça garante a alimentação diária dessas espetaculares águias.

No caso de grandes presas, como, por exemplo, macacos e preguiças, não são consumidos totalmente. Isso para facilitar o transporte até o seu ninho.

Reprodução da Harpia

Tanto as Harpias com ademais águias, são monogâmicas, ou seja, unem-se ao seu par pelo resto da vida. Seus ninhos são feitos em árvores altíssimas, tendo galhos bem separados que podem alcançar surpreendentemente, até 40 metros de altura.

O casal de Harpias tem uma cria a cada 2 ou 3 anos. Seu ciclo reprodutivo acontece de junho a novembro, sendo que seu período de encubação é de 2 meses. As fêmeas da Harpia, costumam depositar 1 ou 2 ovos.

Se acaso todos os ovos forem encubados com sucesso, em ocasiões naturais, o primogênito é quem irá sobreviver. Isso porque ele matará o menor, este tipo de atitude é comum entre várias espécies de águia.

Filhote de Harpia
Filhote de Harpia

Também permite estratégia de conservação baseando-se na remoção do filhote menor do respectivo ninho para uma criação artificial. O filhote vai testar suas asas com apenas 6 meses de vida.

Porém, é monitorado pelo pai que o alimenta ainda de 6 a 12 meses, consequentemente, criando uma longa dependência. A maturidade sexual do filhote acontece entre 4 e 5 anos de idade e a ave pode naturalmente retornar ao ninho em que nasceu.

Curiosidade: Maior Harpia Brasileira

Gavião-real
Gavião-real
  • A maior harpia que vive no Brasil é conhecida como Gavião-real. Essa harpia pesa mais de 10 kg e sua envergadura ultrapassa os 2 metros.
  • É uma harpia robusta e forte, podendo quebrar o braço de um homem adulto facilmente. Perfura a caixa craniana de macacos e preguiças.
  • Essa ave de rapina sofre risco de extinção, em razão da caça ilegal e a destruição do seu habitat natural.

Classificação Científica das Harpias

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Aves
  • Ordens: Accipitriformes e Falconiformes
  • Família: Accipitridae
  • Gênero: Harpia
  • Espécie: H. harpyja
  • Nome binomial: Harpia harpyja

Veja também

Ficha Técnica do Pica-Pau: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Os pica-paus são aves cuja nomeação deriva de uma prática comum: o ato de tamborilar, …

Um comentário

  1. Harpia, ou gavião-real, gavião-de-penacho, uiruuetê, uiraçu, uiracuir, uiraquer, cutucurim e uiraçu-verdadeiro.
    O nome “Harpia” é uma referência a um ser da mitologia grega, dada pelos primeiros exploradores europeus assim que os avistaram, assim como os nomes “Gavião-de-penacho” e “gavião-real” que neste caso são referências ao penacho na cabeça característico da espécie, com um formato semelhante ao de uma coroa.
    Já os nomes “Uiruuetê” que contém o termo “e’tê”, (significa verdadeiro), o nome “Uiraçu” (significa ave grande), o nome “Uiracuir” ou “Uiraquer”, veio da junção dos termos “gwirá, uirá” (pássaro) e “kuir” (cortante/afiado); todos esses nomes são denominações do do tupi-guarani .
    Esta águia é uma das maiores aves de rapina do mundo, há indivíduos desta espécie que impressionantemente chegam a uma envergadura de 2,5 metros nas asas, 1,05 metro de altura, garras com unhas (halux) de 9 cm e peso de até 12 quilos, é a ave de rapina com maior força física no mundo, consegue carregar uma presa com seu próprio peso em pleno voo, suas garras são maiores que as garras de um Urso-pardo, é intimidadora, e imponente. Essa ave é referida ERRADAMENTE como gavião; quando se trata absolutamente de uma grande ÁGUIA; simplesmente a mais forte águia do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *