Home / Animais / Diferenças Entre o Rinoceronte Branco e Preto

Diferenças Entre o Rinoceronte Branco e Preto

Os rinocerontes são mamíferos de grande porte, que possuem casco (ungulados) e com um número ímpar de dedos nas patas (ou seja, perissodáctilos). Este animal pertence à família taxonômica Rhinocerotidae, na qual estão agrupados em quatro gêneros e cinco espécies. Duas dessas espécies são endêmicas na África, ao passo que, três ocorrem na Ásia.

O rinoceronte branco (nome científico Ceratotherium simum) e o rinoceronte preto, também chamado de rinoceronte negro, (nome científico Diceros bicornis) são espécies africanas. Estas possuem entre si um conjunto de semelhanças e diferenças.

Uma curiosidade é que a nomenclatura baseada na cor é apenas um mal-entendido, uma vez que os holandeses chamavam o rinoceronte branco de “Weid mond rhino”, termo que pela tradução significa “Rinoceronte de boca larga”; contudo, os ingleses ‘traduziram’/ adaptaram esta palavra para White (ou seja, branco).

Outras espécies deste animal incluem o rinoceronte de Sumatra (nome científico Decerorhinus sumatrensis) o rinoceronte de Java (nome científico Rhinoceros sondaicus) e o rinoceronte indiano (nome científico Rhinoceros unicornis).

Neste artigo, você conhecerá as principais diferenças entre o rinoceronte branco e o rinoceronte preto.

Então venha conosco e boa leitura.

Anatomia Comum a Todas às Espécies de Rinoceronte

Os rinocerontes são animais corpulentos e de pele grossa (com aproximadamente 2,5 centímetros de espessura) em tom cinza. A cabeça é grande, o tórax é largo, contudo as pernas são curtas. Os pés traseiros e dianteiros possuem três dedos cada, sendo que cada dedo é protegido por um casco curto.

Em algumas literaturas, é possível encontrar a informação de que a pele possua até 7 centímetros de espessura.

O aspecto da pele com pêlos ultra discretos, conformação enrugada e com pregas confere a aparência de placas. Entre essas ‘placas’, há um espaço em tom rosado que é menos protegido e suscetível a carrapatos, por exemplo.

Rinoceronte Características

A cauda é bastante peluda, ou melhor, é formada por cerdas fortes. Alguns pêlos também estão presentes nas bordas das orelhas.

Em relação ao formato do crânio, este é alongado e elevado na porção posterior, em razão da presença de uma proeminente crista occipital. A caixa craniana e o cérebro são pequenos.

Os cornos ou chifres não são estruturas enraizadas no crânio, uma vez que são componentes de origem dérmica formados por fibras muito apertadas de queratina (a mesma proteína encontrada em cabelos e unhas).

Em relação à arcada dentária do animal, ao todo são entre 24 a 34 dentes, sendo que quase todos são molares e pré-molares. Com exceção das espécies asiáticas, os caninos e incisivos são considerados vestigiais.

Entre os sentidos, o que mais se destaca é o olfato, o qual é excelente. A audição também é boa, no entanto a visão é extremamente fraca.

Rinoceronte Fatores Comportamentais

Os rinocerontes, de um modo geral, apresentam atividade mais intensa à noite e de manhã cedo. Durante o dia, descansam nas zonas mais protegidas da floresta. Dormem deitados ou até mesmo de pé.

Um hábito recorrente é se banhar nas poças de lama, ou no leito arenoso dos rios.

Rinocerontes machos adultos são extremamente territorialistas, no entanto, podem formar pares com fêmeas, e juntamente com as crias resultantes da união, formar grupos familiares. A partir desses grupos, podem surgir pequenas manadas. É natural que no momento em que ocorre o encontro entre dois machos dominantes, estes duelem (muitas vezes até a morte), com a utilização de suas presas.

A marcação de território é realizada de modo nada sutil, com urina e até mesmo pilhas de excrementos, que podem chegar a 1 metro de altura.

A expectativa de vida dos rinocerontes pode atingir a marca dos 50 anos de idade.

O único predador do rinoceronte adulto é o homem. No caso dos filhotes, estes podem ser caçados por hienas, leões e tigres. Infelizmente, todas as espécies de rinocerontes estão ameaçadas de extinção. A caça é motivada principalmente pela extração de seus cornos.

Rinoceronte Comportamento Reprodutivo

A maturidade sexual das fêmeas é atingida aos seis anos de idade. No caso dos machos, aos 10 anos.

O ritual de acasalamento envolve perseguição mútua, entrecruzamento de cornos e emissão de sons.

A gestação dura 490 dias (período equivalente a 16 meses). A cria nasce com uma média de 50 quilogramas.

O filhote é amamentado até aproximadamente 20 meses. Normalmente esse filhote permanece com a mãe até os 3 anos de idade, período que corresponde ao nascimento de uma nova cria.

Em qualquer período do ano pode ocorrer o nascimento de filhotes, mas curiosamente observou-se um pico entre os meses de Março a Julho.

Diferenças Entre o Rinoceronte Branco e Preto

O rinoceronte branco é maior que o rinoceronte preto, uma vez que um macho adulto desta última espécie pode pesar até mesmo 2.500 quilos. No caso do rinoceronte preto, esta média atinge 1000 quilos.

O rinoceronte branco possui uma boca mais larga, o que possibilita ‘captação’ de uma grande quantidade de grana. No caso do rinoceronte negro, os lábios são pontudos possibilitando alimentar-se os arbustos e das árvores.

O rinoceronte negro é predominantemente solitário, também costuma ser mais agressivo e temperamental do que o rinoceronte negro. Este último é considerado sociável, uma vez que costuma ser encontrado em grupos contendo entre 10 a 15 indivíduos.

O dorso do rinoceronte branco também é diferenciado, pois apresenta uma corcunda logo abaixo dos ombros, além de uma dobra de pele na região dos cotovelos.

Em relação ao comportamento, rinocerontes africanos costumam ser mais agressivos do que as espécies asiáticas. A forma de utilização dos cornos também é diferenciada, uma vez que, enquanto os asiáticos lutam com as presas, os africanos utilizam estes cornos para furar o abdômen de seus oponentes.

Os rinocerontes asiáticos comem folhas, ao passo que os africanos se alimentam pastando no solo.

Agora que você já conhece as diferenças entre o rinoceronte branco e o rinoceronte negro, nossa equipe o convida a continuar conosco e visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Vevet. Rinocerontes Negro e Branco… Nem entre eles a cor importa! Disponível em: < http://www.vevet.com.br/2013/02/rinocerontes-negro-e-branconem-entre.html>;

Portal São Francisco. Rinoceronte. Disponível em: < https://www.portalsaofrancisco.com.br/animais/rinoceronte>;

Wikipédia. Rinoceronte. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Rinoceronte>.

Veja também

Lagartixa Doméstica Tropical: Características, Habitat e Fotos

A lagartixa doméstica tropical, que possui o nome científico Hemidactylus mabouia, é pertencente à classe …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *