Home / Animais / Como Funciona a Pele do Camaleão? Do Que é Feita?

Como Funciona a Pele do Camaleão? Do Que é Feita?

O camaleão é um tipo de lagarto da família dos repteis, e segundo o Integrated Taxonomic Information System (ITIS – Sistema de Informação Integrado de Taxonomia), existem 171 espécies de camaleões no mundo, e todas elas, apesar de comporem o mesmo animal, possuem variadas e distintas formas, como o tamanho e as cores, assim como os cachorros, por exemplo, que apesar de serem o mesmo animal, possuem inúmeras raças.

Para se ter ideia, a espécie chamada de camaleão-pantera (Furcifer pardalis), é um tipo de camaleão que pode alcançar até 60 centímetros de comprimento, sendo uma das maiores espécies de camaleão existente. Por outro lado, existe o Brookesia micra, a menor espécie de camaleão existente, possuindo incríveis 29mm de comprimento, sendo possivelmente considerado o menor invertebrado existente.

Atualmente, a maior parte de camaleões existentes no mundo inteiro se concentra em Madagascar, o que indica, como base de especulação, que esse é o local de origem desses animais, porém, alguns estudos mais recentes indicam que o local de origem dos cameleões seja a África, onde os mesmos foram para Madagascar em uma rara migração oceânica.

Os camaleões são facilmente identificados devido ao formato de seus pés, que são adaptados exclusivamente para locomoção arbórea, o que significa que seus dedos se fecham perfeitamente para agarrar os galhos.

Pele do Camaleão
Pele do Camaleão

Por Que o Camaleão Muda de Cor?

Se tratando da coloração da pele do camaleão, estudos indicam que isso ocorre por fatores determinantes: camuflagem, comunicação, presença e dominância.

Muitos camaleões trocam de cor na presença de outros camaleões, pois é através da coloração que eles irão demonstrar suas emoções

As principais mudanças ocorrem para demonstrar medo ou raiva, mas suas cores também mudam dependendo do ambiente, pois o Zoológico de São Diego afirmou que o mesmo camaleão muda de cor se estiver em ambientes úmidos ou quentes.
Outra característica inerente à coloração do camaleão é o fato de quanto mais atrativo e forte for a cor do animal, mais dominância ele passa aos outros camaleões, além de que os machos chamam mais a atenção das fêmeas se possuirem cores claras e fortes.
Nas fêmeas, a coloração, além de indicar os mesmos fatores de comunicação, também indicam se elas aceitam ou rejeitam um macho no período de reprodução, e sua cor também pode indicar se as mesmas estão grávidas ou não.
Portanto, os principais fatores que fazem com que um camaleão mude de cor não se trata apenas de camuflagem, mas sim para afastar rivais, impressionar parceiros, indicar emoções e também controlar a temperatura corporal.

O Camaleão é o Único Animal que Consegue Mudar de Cor?

Quando falamos sobre camaleões, automaticamente pensamos em como esses incríveis animais conseguem mudar de cor, pois isso parece algo impossível de acontecer.
É importante saber que todas as espécies de camaleões conseguem mudar de cor, onde alguns que são marrons conseguem se tornar vermelhos, ou mudar do azul para o rosa em questão de segundos.
Porém, alguns camaleões que não demonstram predominância sobre outros machos, ou que não lutam por território, tendem a viver uma vida inteira com a mesma cor, pois não veem a necessidade de alterá-la e, raramente troca de cor, pois como vivem em árvores, geralmente ficam com a cor do tronco e, no máximo, se camuflam em folhas esverdeadas.
Porém, não é característica exclusiva do camaleão trocar de cor, pois outros animais na natureza possuem essa mesma capacidade, tal como o polvo mímico, que além de trocar de cor, consegue se posicionar em formas que se assemelham outros animais marinhos no intuito de atrair presas que pensam ser predadores.
Outro animal que possui a capacidade de mudar de cor e se camuflar perfeitamente é a Aranha-caranguejo-das-flores, que pode se esconder em um girassol camuflando-se de amarelo ou se camuflar em uma begônia vermelha.

Como Funciona a Pele do Camaleão?

Afinal, como um camaleão tem a capacidade de mudar de cor? O que acontece para que o mesmo consiga fazer tal ação? Pois não é qualquer animal que possui essa habilidade, correto? Leia mais um pouco e entenda a explicação científica desse fenômeno, que é uma verdadeira obra da natureza que atiçou a curiosidade até do filósofo Aristóteles.
Essa dúvida sempre pairou na mente de estudiosos, que recentemente descobriram que o camaleão consegue trocar de cor de maneira tão rápida pelo simples ajuste que provocam em células especiais inerente à espécie, chamadas de células cromatóforas que possuem inúmeras ramificações plasmáticas com funções dendríticas que respondem a estímulos provocados por ambientes ou por projeções químicas de dentro do corpo do animal.
Camaleão Mudando de Cor
Camaleão Mudando de Cor

Do Que é Feita? Como a Pele do Camaleão é Formada?

A pele do camaleão é formada por inúmeras camadas e duas principais camadas, que são camadas especiais, que podem ser ativadas pelo animal para se sobreporem uma à outra, alterando a coloração do animal no mesmo instante.
Outra característica importante é como o camaleão consegue mudar de cor, e cientistas comprovaram que a pele de cada camada possui células com receptáculos de calor chamadas de luzes-refletoras, que na verdade são formada por nanocristais que refletem a intensidade dos brilhos, criando nuances distintas de coloração.
O nanocristal fotônico presente nas células da pele do camaleão é formada por guanina, que é um dos blocos de formação do próprio DNA, e essas células são controladas pelas contrações provocadas pelo camaleão, que quando contrai a sua pele, a densidade fotônica fecha e ele assume cores mais escuras, como azul e vermelho, representadas na mudança em formas de onda, pois o raio fotônico acontece em ordem de escala, e quando o camaleão está mais ativo, os nanocristais ficam mais expostos e refletem cores mais claras e vivas, que é quando o amarelo e verde aparecem melhor.
Gostou desse artigo? Então acompanhe aqui em nosso site alguns outros posts sobre os camaleões:

Veja também

Tracajá Como Criar? O que Eles Comem?

Você já ouviu falar do tracajá? Pois bem, tracajá (nome científico Podocnemis unifilis) é uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *