Home / Animais / Alergia a Pulga Em Cães: Tratamento Caseiro e Natural

Alergia a Pulga Em Cães: Tratamento Caseiro e Natural

Com a estação quente e a umidade intensa, a propagação de pulgas, sua proliferação e consequentemente os fenômenos da dermatite alérgica a pulgas em cães são gradualmente aumentados. Nesse artigo, vamos ver como reconhecer e como tratar essa alergia em seus cães.

O Que Causa a Alergia a Pulgas E Como Reconhecer?

Cães com essa alergia a pulgas (dermatite alérgica a pulgas) são na maior parte contaminados pelo meio ambiente, mais raramente pelo contato com outro animal infestado.

O termo dermatite alérgica a pulga refere-se a uma doença alérgica e pruriginosa muito comum em dar nos cães, geralmente devido ao clima quente-úmido, que provoca coceira intensa, lesões cerebrais, perda de cabelo, úlceras com lesões cutâneas graves não só em cães, mas também em gatos. A causa da dermatite alérgica a pulga é uma resposta alérgica alterada do sistema imunológico do animal a certos componentes da saliva da pulga que ela libera durante a picada.

Muitas vezes esta patologia também ocorre nos meses de outono e inverno, devido à intensificação da propagação das pulgas e à continuação de seu ciclo de vida no ambiente doméstico. Nem mesmo o frio consegue eliminar as pulgas, elas continuam a ser vitais durante todo o inverno. Na verdade, com o calor dos radiadores e o alto grau de umidade na casa eles se multiplicam ainda mais.

Este fenômeno demonstra como alguns cachorros com muito poucas pulgas na pele têm manifestações dermatológicas graves com áreas avermelhadas ao nível das costas, enquanto outras em que muitas pulgas e vários parasitas coexistem não apresentam particularmente lesões com comichão ou arranhões. Portanto, depende principalmente da sensibilidade, não tanto da quantidade de convidados indesejados.

O sintoma clássico da dermatite alérgica a pulga é certamente a coceira, intensa, irritante, correlacionada ao nervosismo e irritabilidade, até morder com o estalo, descascando o cabelo e danificando a pele. A coceira está localizada sobretudo na região lombossacra, na base da cauda, na região interna das coxas, ao longo da virilha e do abdome, mas também na base do pescoço, mas pode se espalhar por todo o corpo.

As conseqüências são: perda de cabelo, com áreas onde ele está quebrado, até hematomas extensos com crescimento excessivo de bactérias e fungos e dão origem à formação de pus e crostas. Ocorre frequentemente em casos de cronicidade, perda de cabelo irregular com pigmentação anormal, espessamento da pele e alteração sebácea.

Cães com dermatite alérgica crônica devido à falta de aplicação de um tratamento anti-pulgas, podem desenvolver um espessamento da pele que se torna preto, com crosta e oleosa. Muitos cães são apresentados na consulta a veterinários com prurido intenso e manifestações cutâneas devastadoras, úlceras e áreas alopécicas (sem pelo), onde os proprietários imediatamente pensam em uma doença mais grave, quando talvez apenas a aplicação de um bom anti-pulgas possa resolver o problema.

O diagnóstico de dermatite alérgica a pulga baseia-se principalmente nos sintomas, depois na identificação de pulgas e suas fezes. As fezes das pulgas são aqueles pequenos pontos pretos encontrados no meio do pelo do animal: sua presença indica inequivocamente a presença de pulgas adultas ou seu trânsito momentâneo.

Estas são fezes feitas de sangue digerido, então se elas caírem em um pedaço de papel branco, como uma toalha de papel molhada e forem esmagadas, elas irão liberar um pequeno brilho avermelhado. Se o cão tiver várias pulgas, haverá muitas fezes de pulgas para que o diagnóstico seja fácil e imediato. Se, em vez disso, o animal tiver poucas pulgas, um pelo muito grosso ou escuro, será mais difícil realçá-las. É necessário prestar atenção a cobertores, camas, travesseiros, lençóis onde o cão dorme.

Como Eliminar as Pulgas?

É preciso estar atento à infestação de pulgas ao longo do ano. As pulgas se adaptam muito facilmente ao ambiente da sua casa e às vezes é difícil se livrar delas. Mas se o seu cão já estiver infectado com este parasita, será mais difícil eliminá-lo. Existem várias ajudas químicas e também naturais para chegar lá. Estes auxílios são encontrados em diferentes formas: no veterinário e, por vezes, nas lojas de animais.

Atualmente, você também pode encontrar sistemas de ultra-som para pulgas. Vai encontrar um produto adequado para o seu cão. Se você tiver vários animais de estimação em casa, terá que tratá-los também para não serem infectados. No entanto, a dificuldade com estes parasitas é que apenas 5% são encontrados no seu cão e que mais de 90% da colônia está instalada no ambiente em que o seu cão vive, ou seja, a sua casa/ou quintal, na fase de ovos ou larvas.

Será necessário tratar todos os cômodos de sua casa, assim como todos os objetos. Todos os materiais de tecido, como roupa de cama, tapetes, carpetes, roupas, sofá terão que passar. O tratamento deve ser repetido várias vezes no mês para garantir que todas as larvas estejam mortas.

Existem muitos tratamentos para a eliminação de pulgas e para aplicar na alergia, mas eles não são ecologicamente corretos. Alguns tratamentos químicos estão até debatendo porque seriam perigosos para a saúde dos cães ou qualquer outro animal de estimação. Então, por que não voltar para produtos mais naturais?

Como Tratar Alergia a Pulgas De Maneira Natural?

Mesmo se no mercado você encontrar muitos produtos úteis para remover pulgas de cães, aqui estão algumas alternativas naturais que podem ser facilmente reproduzidas em casa a custos muito baixos.

Você sabe como fazer um colar anti pulgas natural? Aplicando dez gotas de óleo essencial de eucalipto e dez gotas de óleo essencial de lavanda em uma renda ou um tecido. Outros óleos essenciais recomendados são os de citronela, hortelã ou cedro.

Outro ingrediente essencial para manter as pulgas longe de nossos amigos de quatro patas é o vinagre. O vinagre de vinho branco é especialmente útil se quiser repelir pulgas e pode ser aplicado no cabelo do cão somente após diluir em água para pulverizar usando um pano macio. Também o vinagre deve ser usado na lavagem ocasional dos brinquedos de seu cão, a fim de esterilizá-los contra as pulgas.

A lavanda, bonita e perfumada, é definitivamente a primeira forma de auto-defesa contra mosquitos e pulgas em cães. Aplique produtos feitos dessa planta em seu cão ou mantenha sempre algumas dessas plantas em casa, no terraço, nas varandas ou no jardim. É valiosa nesta função anti-parasita.

Evite lavagem excessiva que pode ser muito contraproducente. Eles reduzem o pH da pele e o sebo protetor e, portanto, expõem os cães quando as pulgas chegam. O remédio natural mais eficaz é usar quatro limões espremidos em meio litro de água com 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio: em seguida, passe um pano limpo sobre o pelo do animal.

Finalmente, lembre-se de que é essencial limpar e desinfetar as áreas frequentadas pelo cão: onde ele costuma dormir e todo o local onde ele se sente livre para andar, brincar e fazer suas necessidades. Para entender com certeza a chegada das pulgas, há um pequeno truque a ter em mente. Traga o cachorro para cima em um pano branco e escove-o: se houver pulgas, suas pequenas fezes pretas cairão sobre o lençol.

Veja também

Jacaré Jacaretinga Deitado na Grama

Jacaré Jacaretinga: Características, Nome Cientifico e Fotos

O Jacaretinga também conhecido como jacaré de óculos, é um grande réptil aquático de focinhos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *