Home / Plantas / Guavira ou Guabiroba do Mato Grosso: O Que é?

Guavira ou Guabiroba do Mato Grosso: O Que é?

Uma lei do ano de 2017 fez com que o Mato Grosso do Sul tivesse a guavira como símbolo do estado. A homenagem também foi feita justamente porque essa fruta é muito consumida por lá. Nada mais justo, não é? Sua abundância e preferência local a transformaram em uma referência.

Também conhecida como gabiroba, o seu nome científico é Campomonesia adamantiu. Caso tenha notado, o seu nome possui Adamantium. E, caso seja um fã de quadrinhos e cinema, sabe que este nome é o mesmo que reveste o personagem Wolverine, dos X-men. Sabe o que tem a ver? Bem, é que a fruta é conhecida como “fruta da resistência”. Por isso, recebeu esta homenagem tão agradável.

As frutas receberam este nome depois de um fenômeno muito peculiar: Mesmo depois da seca, as frutas ainda estavam aparecendo.

Independente da pouca disponibilidade de água, a planta sempre frutifica. Por isso é conhecida como resistente. Porém, a colheita precisa ser feita com pressa, pois, os frutos maduros não passam de 15 dias para ser comidos com total segurança.

Guavira ou Guabiroba do Mato Grosso: O Que é?

Além de ser o símbolo do estado do Mato Grosso do Sul, elas também podem ser encontradas nos estados de Minas Gerais, São Paulo, por todo o Centro Oeste e na Bahia, além do Distrito Federal. No Sul já ocorreram algumas aparições da guavira e, ela já deu suas caras no Paraguai e Argentina.

Suas cores são fascinantes, representam muito bem a nossa bandeira: Verde e amarela. Os seus arbustos podem chegar a até 2 metros de altura, porém, normalmente, possuem metade desse comprimento. É rica em diversos nutrientes, sendo alguns deles:


Guavira Características

Vitamina C

Esta fruta é uma fonte de vitamina C, fibras e outras substâncias que atuam como antioxidantes. Antioxidantes retardam ou interrompem os efeitos nocivos da oxidação. A oxidação é uma reação química na qual o oxigênio é adicionado a um elemento ou composto químico. Elas também contêm produtos químicos com efeitos antioxidantes e outros. Não se sabe como a guavira funciona para condições médicas.

Ela é segura quando consumida como alimento. Não há informações suficientes para saber se a guavira é segura quando usada como medicamento.

Precauções Especiais e Advertências:

  • Gravidez e amamentação: A guavira é segura quando ingerida como alimento, mas não há informações suficientes para saber se é seguro em quantidades maiores que são usadas como medicamento. Se estiver grávida ou a amamentar, fique com os alimentos até que seja mais conhecido.

A dose adequada dessa fruta depende de vários fatores, como a idade do usuário, a saúde e várias outras condições. No momento, não há informações científicas suficientes para determinar uma faixa apropriada de doses para a guavira.

Tenha em mente que os produtos naturais nem sempre são necessariamente seguros e que as dosagens podem ser importantes.

Propriedades

As propriedades da fruta são ótimas! dê uma olhada nelas:

  • 68 calorias;
  • 14,3 gramas de carboidratos;
  • 2,6 gramas de proteína;
  • 228,3 miligramas de vitamina C;
  • 5,2 miligramas de licopeno;
  • 5,4 gramas de fibra;

  • 624 UI de vitamina A;
  • 49 microgramas de folato;
  • 0,2 miligramas de cobre;
  • 417 miligramas de potássio;
  • 22 miligramas de magnésio;
  • 40 miligramas de fósforo.

Origem da Guavira

Como você deve imaginar, esta fruta é totalmente nativa do nosso país, o Brasil. E, já foi dito anteriormente quais são os maiores estados em que ela está presente. Seu nome apareceu numa junção dos termos tupi guarani “wa’bi” e “rob”. Eles possuem o significado de “árvore de casca amarga”.

Ela possui uma copa altamente apreciada por arquitetos e paisagistas. Por este motivo, elas são muito procuradas para enfeitarem ambientes como uma árvore ornamental. Interessante, não é mesmo?

Esta fruta possui diversos nomes. Alguns deles são: gavirova, gabirobeira, goiaba da serra (sendo que este último é o mais comum) e por aí vai. Como acontece com diversos nomes do nosso país, em cada região ele vai mudando. Nos outros países da América Latina é bem fácil de encontrá-las com nomes influenciados pela língua espanhola.

Curiosidades

Esta planta possui uma característica no mínimo “mística”. Muitos dizem que, quando começa a florescer, é certeza de que as serpentes serão atraídas pela planta. Mas, isso não tem nenhum mistério: É que, quando uma árvore frutífera começa a dar frutos, atrai muitos pássaros. Logo, as cobras também são atraídas.

Essa lenda também apareceu para evitar com que as mulheres saíssem de suas casas e começassem a apanhar as frutas. Isso tudo porque elas são conhecidas como fruta do namoro. Os casais apaixonados possuem a mania de presentear um ao outro com a guavira. Só que, quanto mais o tempo passou, mais essas lendas se popularizaram.

Festival da Guavira

Existe um festival específico para esta fruta! Que bom, não é mesmo? Como ela é uma fruta consagrada no Mato Grosso do Sul, nada melhor do que o estado ceder esta honra a ela. Na época da frutificação, que acontece nos últimos meses do ano, o Festival acontece para celebração.

Ele está situado em um dos maiores centros de eventos do Mato Grosso do Sul. Fica na cidade de Pantanal. O objetivo é um só: Fazer com que haja um resgate das raízes e não deixar com que a cultura estabelecida se perca com as novas gerações. No Festival, não importa se você é novo ou velho, homem ou mulher. Todo mundo participa!

Lá, acontecem apresentações de teatro, música, exposições dos moradores locais, palestras, comidas típicas (a maioria derivada da guavira, claro) e os mais diversos produtos que podem ser apresentados.

Caso você ainda não conheça, agora tem um motivo e tanto para ir até o Mato Grosso do Sul! Lá, você é introduzido à cultura, não importa quem você seja! O que você precisa é apenas de um coração disposto a descobrir novos costumes.

Se você está lendo este artigo e o festival está se aproximando, porque você não se programa e vai até lá? Tenho certeza de que o Mato Grosso do Sul irá te receber com os braços abertos. Será uma experiência incrível! E, caso você seja desse estado e já participou da festa da Guavira, conte suas experiências para nós nos comentários!

Veja também

Chá de Barbatimão Para Corrimento Vaginal Funciona? Como Fazer?

Muito comum na região do Cerrado do Brasil, o barbatimão (nome científico Stryphnodendron adstringens Mart …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *