Home / Natureza / Moreia-Serpente: Características, Nome Científico e Fotos

Moreia-Serpente: Características, Nome Científico e Fotos

As moreias são animais marinhos que muitas vezes são confundidos com serpentes ou até mesmo outros tipos de peixes com aspecto longo e cilíndrico, como os peixes-elétricos, por exemplo, sendo que cada uma desses animais pertence a uma classificação específica.

A moreia também é um animal que possui mais de 800 espécies, onde as mesmas variam muito em relação à coloração, mas geralmente os tamanhos são semelhantes, onde o caso da moreia-serpente, por exemplo, é um exemplo de gênero que possui exemplares que podem medir de 80 centímetros até 1 metro e 80 centímetros dependendo da espécie.

As moreias também são animais amplamente distribuídos pelo mundo todo, estando presente em todos os oceanos e é possível encontrar exemplares de moreias nas costas de qualquer continente atualmente.

As moreias vivem entre cerca de 10 e 30 metros de profundidade, e as moreias que demonstram viver em regiões mais rasas demonstram tal hábito pelo fato de que nessas medidas existe mais movimentação de peixes e consequentemente de presas.

As moreias preferem ficam embocadas em buracos, e geralmente fazem isso em meio aos corais, onde podem ficar escondidas e apenas esperando algum peixe desatento passar por perto de sua toca para então promover um ataque único e sem erro. No entanto, não apenas peixes fazem parte do cardápio das moreias, já que elas também são fãs dos crustáceos.

Principais Características da Moreia-Serpente

Basicamente, a moreia-serpente demonstra possuir uma coloração escura e sua pele também é marcada por bastante pintas amarelas, sendo que na cabeça o amarelo é mais nítido, e pelo corpo é distribuído de forma irregular até alcançar a cauda que possui coloração parecida com a coloração da cabeça, preenchida de amarelo.

A característica que mais fica evidente na moreia-serpente está na sua boca, pois seus dentes ficam expostos mesmo quando a moreia-serpente está com a boca fechada, o que confere um aspecto medonho ao animal, que ainda assim demonstra ser muito tímido e assustado. Seus dentes são visíveis somente de perfil, pois sua boca fecha normalmente pela frente.

Moreia-Serpente
Moreia-Serpente

A moreia-serpente alcança o máximo de 1 metro e 20 centímetros, mas outras espécies do mesmo gênero que ela podem passar até mesmo dos 1 metro e 80 centímetros.

O nome de moreia-serpente se dá pelo fato de que esse tipo de moreia demonstra ter um corpo realmente muito parecido com uma serpente, sendo totalmente liso e alongado.

As moreias, apesar de serem animais que se distinguem somente pelas cores e alguns detalhes físicos, se distanciam bastante quando se trata de hábitos, já que algumas são mais diurnas e outras são noturnas, que é o caso da moreia-serpente.

Nome Científico e Classificação Científica da Moreia-Serpente

A moreia-serpente (Enchelycre anatina – R. T. Lowe, 1838) faz parte do gênero Enchelycore e da família Muraenidae, onde atualmente 13 espécies oficiais estão catalogadas. Geralmente, as moreias Enchelycore medem de 80 centímetros até 1 metro e 20 centímetros, onde apenas uma espécie ultrapassa essas medidas, onde a Moreia-Mosaico (Enchelycore ramosa) chega a medir incríveis 1,80 m.

Enchelycore Ramosa
Enchelycore Ramosa
  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Antinopterygii
  • Ordem: Anguilliformes
  • Família: Muraenidae
  • Subfamília: Muraeninae
  • Gênero: Enchelycore
  • Espécie: Enchelycore anatina
  • Nome Comum: Moreia-Serpente
Moreia-Tigre
Moreia-Tigre

A moreia-serpente, muito comum no Golfo do México e nas costas praieiras da Flórida, também é chamada de Moreia-Tigre devido aos seus pontos amarelos distribuídos pelo corpo, assim como também é chamada de Fangtooth Moray, que significa Moreia-Dente-de-Presa devido à sua característica única que possuir dentes enormes e enfileirados que ficam expostos.

Richard Thomas Lowe (1802-1874) foi um cientista inglês, que também era botânico, ictilogista e malacogista que dedicou sua vida aos estudos da flora e fauna da Europa em geral, principalmente das costas do continente, onde a moreia-serpente, assim como outras inúmeras espécies estão presentes. Ele era tão dedicado ao seu trabalho que morreu em uma expedição quando seu navio afundou nas Ilhas Sorlingas, na Inglaterra.

Alimentação, Habitat e Comportamento da Moreia-Serpente

A moreia-serpente, apesar de exemplares atingirem medidas muito grandes, não deixam de ser animais muito tímidos, o que significa que essas moreias não vagam livremente pelo oceano, e assim preferem ficar dentro de tocas escondidas e quando saem da toca é exclusivamente para se alimentarem, já que não conseguiram fazer o suficiente de dentro de suas tocas.

As moreias são os típicos animais que aguçam a imaginação humana, já que mergulhadores constantemente observam esses animais enfiados em suas tocas, somente saindo quando há a necessidade de atacar um peixe ou um molusco, dando a impressão de que são animais ardilosos, mas na verdade elas fazem isso somente para não ficarem expostas.

Os únicos registros de ataques de moreias a humanos são quando as mesmas são pescadas ou quando mergulhadores as intimidam.

A moreia-serpente se encontra em maior número do Oceano Atlântico, principalmente nas costas europeias, vindo desde da Islândia, passando pela Irlanda, e descendo desde as costas da Noruega e costeando o Continente pela França, Portugal, Espanha, Itália e indo até a Grécia.

No entanto, a moreia-serpente também está presente nas costas setentrionais da América, desde o Golfo do México e subindo para as praias dos Estados Unidos e do Canadá.

Informações Adicionais Sobre a Moreia-Serpente

Apesar da aparência medonha que a moreia-serpente possui devido à sua coloração que mais lembra um tigre das águas, a moreia-serpente é um animal pacífico que só atacará um mergulhador ou um fotógrafo se o mesmo meter sua mão em suas tocas.

Assim como outras espécies de moreias, o sistema de defesa da moreia-serpente baseia-se na liberação de toxinas através dos poros de sua pele já que a mesma não possui escamas. Sua outra forma de proteção é através das mordidas, que são extremamente poderosas, e que além de tudo podem liberar toxinas também.

A moreia-serpente foi descoberta por um cientista inglês, e isso aconteceu pelo fato de que as mesmas são muito presentes nas águas do Oceano Atlântico e também do Mar Mediterrâneo, e essa espécie sempre é observada migrando entre essas duas águas.

Apesar de não ser um animal visto como especiaria, constantemente os pescadores de arrasto levam inúmeros exemplares de moreias-serpentes em suas redes, por isso é comum ver muitas partes da Europa consumindo a carne de moreia-serpente, principalmente na Espanha e em Portugal.

Curtiu esse post sobre a moreia-serpente? Que tal conferir outros links aqui em nosso site Mundo Ecologia?

Veja também

Gastrodia Agnicellus

Qual a Flor Mais Feia que Existe?

Para os amantes de flores hoje vamos falar de um assunto bem delicado, será que …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.