Home / Animais / Traça de Bruxa Branca: Características, Nome científico e Fotos

Traça de Bruxa Branca: Características, Nome científico e Fotos

Traça de bruxa branca é apenas um nome para insetos grandes de nomes comuns:

  • Mariposa Asa de Pássaro;
  • Mariposa Fantasma;
  • Mariposa Cinza Grande;
  • Mariposa Grande Corujinha.

O nome científico para esta criatura fascinante é Thysania agrippina. A espécie  é da ordem Lepidoptera, da família Noctuidae e do gênero Thysania.

Não se sabe muito sobre a Thysania, exceto que são encontradas no México, na América Central e na porção norte da América do Sul.  É uma espécie muito difícil de ser encontrada, com pesquisadores tendo muita sorte de ter testemunhado o ciclo de vida dessa mariposa grande.

E se você é um amante desse tipo de animal, não deixe de ler o artigo até o final. Conheça o mundo mágico da traça de bruxa branca.

Características Gerais da Traça de Bruxa Branca

Esta é considerada a maior mariposa que existe, pois atinge 35 cm de tamanho. É assim que ela tem a capacidade de viajar em um voo longo e constante.

Tem uma simetria admirável entre as asas direita e esquerda, o que a torna muito interessante. Seu corpo é branco e cinza e geralmente se apoia em flores, das quais o néctar é extraído.

Thysania Agrippina Características

É o maior lepidóptero noturno do mundo, devido ao seu grande tamanho, ou seja, é a maior borboleta da Terra. A família dos lepidópteros é a mesma à qual pertencem as borboletas comuns. A diferença básica é que estas traças são insetos diurnos, enquanto as mariposas são noturnas ou crepusculares.

Habitat e Alimentação

A Traça de Bruxa Branca pode ser encontrada nas florestas amazônicas, mas existem outros espécimes também no México e parte da América Latina em geral. As larvas se alimentam de folhas por meio de mastigação para consumir sua seiva. Quando as mandíbulas se tornam um tubo de sucção quando atingem a idade adulta, mudam sua dieta para substâncias líquidas.

A espécie é comumente vista em ambientes gerais. No entanto, está considerada como ameaçada de extinção no estado do Rio Grande do Sul, onde atinge o limite sulino de sua distribuição.

Estágio Adulto da Traça

A maioria parece concordar que o comprimento máximo da asa desse tipo de inseto é de 30 centímetros. A Traça de Bruxa Branca possui muitas outras qualidades distintas além de sua longa envergadura.

Suas asas geralmente têm uma cor branca cremosa, mas também podem ser de um marrom claro. Linhas pretas e marrons ziguezaguearam pelas longas asas da mariposa, dando-lhe um padrão bastante regular.

As suas cores e os padrões ajudam essa linda mariposa de tonalidade escura a se misturar com as árvores em seu ambiente tropical. Essa ação ocorre no sentido de camuflagem para escapar dos predadores, que são principalmente morcegos.

Thysania Agrippina Adulto

O lado de baixo das asas das traças da bruxa branca é preto-violeta com manchas brancas. Enquanto isso, o abdômen é branco com uma borda preta. “Bolsas” podem ser encontradas na parte de trás do abdômen, onde há um par de pincéis que liberam um perfume sinalizando a prontidão das fêmeas para o acasalamento.

A mariposa fêmea mantém a bolsa bem fechada até que esteja pronta, então, ela a abre e expõe os pincéis. Os machos, a favor do vento, seguem o cheiro e, ao encontrá-la, expõem seus próprios pincéis por alguns segundos antes de começar a acasalar-se com a mariposa fêmea.

Estágio do Ovo

A fêmea adulta depositará um grupo de ovos ou um único ovo de cada vez. Geralmente esses ovos são depositados na planta ou perto dela, onde as larvas acabarão se alimentando.

Thysania Agrippina Ovo

Uma mariposa fêmea pode produzir muitos ovos, possivelmente até milhares. Pouco se sabe sobre o ciclo de vida da traça de bruxa branca, com diversas informações sendo referidas a seus parentes mais próximos. Alguns bons exemplos de insetos parecidos com essa mariposa é a Mariposa Negra e outras mariposas da família Noctuidae. Os ovos da traça negra têm cerca de 1 mm de diâmetro e geralmente são de cor cinza.

Estágio da Larva da Traça de Bruca Branca

A larva da traça de bruxa branca se alimenta da seringueira e de outras árvores. Isso ocorre, em geral, logo no mês de abril. Neste ponto, a larva é de uma cor verde escura.

Cada segmento é separado por uma banda transversal preta e grossa; tendo também uma grande faixa sub-dorsal branca. Essa traça de aparência tão peculiar, enquanto está na forma de larva, tem uma cabeça amarela, o que cria uma lagarta bastante colorida.

Outras qualidades distintivas da lagarta traça de bruxa branca incluem:

  • Uma fileira de mechas de pelo ao longo das costas das larvas;
  • Um chifre curto no penúltimo segmento.

Nesta fase, as larvas têm o costume de comer muito mais. Devoram as folhas das plantas ao seu redor, geralmente a seringueira da Índia. Nota-se que, como não se sabe muito sobre a traça branca, acredita-se que ela também se alimenta de outras leguminosas lenhosas. É assim que outras mariposas intimamente se relacionam com a comida.

À medida que a lagarta envelhece lança continuamente sua camada externa para acompanhar o crescimento que ocorre. Pouco antes da larva entrar no estágio da pupa, ela fica com uma cor vermelha vibrante.

Estágio Pupal

Depois que a lava faz a mudança para a cor vermelha, ela começa a tecer seu casulo do tamanho de um ovo. Por conseguinte, ao tecer esse casulo de seda em torno de si, ela entra no estágio pupal de sua vida. É assim que acaba acontecendo as mudanças físicas dentro de seu casulo.

Como o estágio pupal está escondido dentro desta “casa” do tamanho de um ovo, pouco se sabe sobre ele. O que já foi observado é que o estágio pupal da espécie de mariposa tem entre 3 e 4 semanas de duração. Uma vez que esse inseto emerge como um adulto de seu casulo, o ciclo de vida começa novamente.

Estágio Pupal

E então? Gostou de conhecer um pouco mais sobre a traça de bruxa branca Ela é um animal bastante curioso, sem contar na sua beleza quando está na fase já adulta.

Veja também

Lagarto Chicote- de- Garganta- Alaranjada: Características e Fotos

O lagarto chicote de garganta alaranjada (nome científico Aspidoscelis hyperythrus) é uma espécie nativa do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *