Home / Animais / Pinguim de Magalhães: Características, Nome Científico e Fotos

Pinguim de Magalhães: Características, Nome Científico e Fotos

Apesar de serem aves e possuírem asas, eles não são capazes de voar. Por mais que soe estranho, as asas desses animais são usadas de outra maneira. No processo evolutivo, asas desses bichos foram transformadas em nadadeiras, portanto são as únicas aves capazes de nadar em alta velocidade com e maestria.

Com seu corpo hidrodinâmico consegue nadar extremamente rápido, e isso o torna a ave mais veloz dentro d’água. E, quando o assunto é natação, o Pinguim-de-Magalhães foi  comparado a todos vertebrados, e ele conseguiu o posto de melhor e mais veloz nadador dentro de todos.

Essa velocidade toda se deu por conta da sua forma hidrodinâmica e sua nadadeira que contém um músculo muito forte, sendo capaz de gerar impulsos extremamente rápidos. Fazendo com que consigam escapar facilmente dos seus predadores, que da maioria das vezes são: a foca leopardo, orcas, e o leão marinho.

O nome desse bicho se deu por conta de duas coisas. Um homem europeu foi o primeiro a ver um desses animais, e esse navegador era chamado de Fernão de Magalhães, isso aconteceu em 1519, dois anos antes de seu falecimento. Portanto, o nome desse pinguim foi dado em homenagem a ele.

Além disso, por trás desse nome tem outro significado. O nome científico do animal é Spheniscus magellanicus, que se for explicado de maneira mais simples quer dizer “Ave do Estreito de Magalhães com nadadeiras em forma de cunha”. Isso tudo porque o nome tem origem grega, e relaciona ao estreito de magalhães que está localizado ao sul da américa do sul.

Características

Nessa espécie de pinguim não há muita diferença entre machos e fêmeas eles, não apresentam dimorfismo sexual.  A partir de agora vamos te ensinar como Diferenciar o Pinguim-de-Magalhães dos demais.

Quando citamos pinguins você já imagina um branco e preto igual aqueles que você tem em cima da sua geladeira. Já venho te falando que o Pinguim-de-Magalhães não é muito diferente desses, essas aves têm média de 60 a 75 cm de altura.

São animais bastante dóceis e não possuem medo do ser humano, porque geralmente eles aparecem em praias brasileiras  em busca de comida. Mas, isso só acontece quando se perdem e vão parar onde eles não deveriam.

Pinguim de Magalhães Características

Caso você aviste um, ele é preto e branco, em volta de sua cabeça há uma listra branca que envolve seu pescoço e normalmente vai até em cima dos seus olhos, abaixo, tem uma listra preta no pescoço que parece dividir o corpo. Logo mais abaixo, tem a barriga branca e suas costas e nadadeiras são completamente negras. Já o lado interno da nadadeira as vezes pode ser branco.

O filhote desses animais normalmente é todo cinza. Na parte superior do corpo é um cinza mais escuro, já na parte inferior um cinza mais claro. Em poucos casos, há Pinguins-de-Magalhães de um tom só.

Só uma coisa pode te atrapalhar quando for observar esses animais, quando estiverem passando para troca de penas a comparação com outros pinguins pode ficar um pouco comprometida.

Hábitos

Todos os anos, esta espécie de pinguim migra da Patagônia da Argentina para os litorais brasileiros, isso tudo atrás de cardumes de anchovas, pois não nadam tão longe da margem. Eles geralmente ficam de 70 a 100 km da costa, logo onde estão os cardumes de anchovas. Por não serem águas tão profundas, facilitam a caça de anchovas e pequenos crustáceos.

Ficam geralmente no sudeste do Brasil e permanecem durante quatro meses, após esse tempo eles voltam para a Argentina. Essa espécie vive perto dos litorais, pois também adora ficar sobre a terra. Encontra-se em grandes colônias, e se verbalizam por sons graves e altos, algo parecido com urros!

Reprodução

Após vários gritos, localizam seus parceiros da reprodução passada e voltam a formar seu ninho, que é construído fazendo buracos no chão e dão preferência para fazer perto de arbustos. Botam no máximo dois ovos, e o tempo de duração para chocar leva 45 dias. Tanto o pai quanto a mãe revezam no ato de chocar e alimentar o filhote.

Logo quando o filhote nasce ele é vigiado o tempo todo pelos pais. Nos primeiros dias de vida não tem contato algum com a água, pois são muito jovens. Nesses primeiros dias os filhotes só se alimentam, depois de um tempo vão demorar 15 dias para trocarem de pena. Com esse tempo eles conseguem adquirir resistência para começar a nadar. Passados 70 dias, os filhotes são colocados ao mar.

Pinguim Vigilante

Na migração dos Pinguins-de-Magalhães, eles percorrem por várias distâncias marítimas até chegar ao lugar de destino, com isso estão expostos a todo tipo de situação. Isso os torna sentinelas, mostrando até que parte do oceano a poluição chegou.

Essa espécie de pinguim é vigiada pelos cientistas de perto, logo quando chegam ao seu destino, alguns animais são resgatados para fazerem testes. E normalmente pegam o animal mais abatido, pois sabem que há plástico em seu estômago, portanto sabem até onde a poluição chegou!

Onde Vivem?

Essa espécie de pinguim vive nas águas dos oceanos pacífico sul e atlântico, você irá encontrar enormes colônias nas margens das Ilhas Malvinas, no Chile e Argentina. As costas sempre estarão lotadas na época de maio a agosto, isso por conta do frio.

No período de imigração, os pinguins saem juntos para uma enorme jornada. Após um longo tempo nadando, chegam às margens dos litorais. Infelizmente, muito jovens se perdem no caminho, normalmente eles se encontram nas costas das praias do rio Grande do Sul.

Caso algum pinguim fique perdido ele pode facilmente chegar aos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e até Pernambuco. Já os pinguins do oceano pacífico, chegam ao Chile e até regiões longínquas do Peru. Como são muito jovens, na maioria das vezes não conseguem saber para onde estão indo. Nesses casos, eles precisam de intervenção humana.

Isso acontece frequentemente, vários Pinguins-de-Magalhães jovens, são encontrados nas margens das praias e sempre estão magros, fracos e machucados. Graças às ONGs que protegem esses animais, grande parte deles consegue ser integrado a natureza. Infelizmente, dependendo da gravidade dos ferimentos dessas aves, alguns não serão capazes de serem colocados novamente em seu habitat.

Veja também

Chihuahua Cores Raras – Quais São? Onde Encontrar?

A raça do cão Chihuahua tem muitos tamanhos e formas diferentes, mas o que mostra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *