Home / Animais / Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco convencional. Também pode ser chamado de pato-de-crista. Teria sido criado inicialmente para produção de carnes e ovos, uma vez que possui um crescimento rápido e uma média de postura de 100 a 130 ovos por ano.

Geneticamente, a presença da crista ou pompom também pode ser rara, uma vez que, durante a incubação, dificilmente os embriões que carregam 2 genes (homozigotos) vão sobreviver à eclosão dos ovos. Dentre os filhotes eclodidos, presume-se que apenas 2/3 vão possuir crista. Alguns dos indivíduos com pompons também podem manifestar problemas futuros (conforme será mencionado adiante).

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre os marrecos, em especial sobre o marreco pompom.

Então venha conosco e boa leitura.

Diferenças Entre Pato, Marreco e Cisne

Estas espécies possuem um histórico de domesticação pelo homem que remonta a milhares de anos. Os patos são os mais numerosos em número de espécies (uma vez que possuem 90). Em relação aos marrecos, muitos pesquisadores  consideram tais aves como sendo um tipo diferenciado de apto, embora haja diferença em relação ao formato anatômico dos seus bicos.

A diferença nos bicos é o principal fator de diferenciação entre patos e marrecos. Os patos possuem uma protuberância próxima às narinas, enquanto que os marrecos possuem bico liso. Outro fator de diferenciação é o tamanho: marrecos são menores e costumam adotar uma posição mais horizontal em relação ao solo.

Marreco Pompom

O cisne é a maior ave dentre as três. Existem espécies que podem atingir até 1,70 de tamanho e pesar até 20 quilos. Pelo porte físico, é considerada a ave que mais se diferencia dentro deste contexto. Além disso, possui o pescoço consideravelmente mais alongado, assim como uma postura mais imponente.

Patos e marrecos podem ter vários parceiros ao longo de sua vida, ao passo que os cisnes são animais considerados monogâmicos, escolhendo um parceiro fixo até o fim da vida.

Ordem Taxonômica Anseriformes

Nesta ordem, estão presentes os patos, gansos, cisnes, marrecos e outras aves consideradas aquáticas. Ao todo, são 161 espécies agrupadas em 48 gêneros e 3 famílias. De acordo com o IUCN (União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais), dentre estas espécies, 51 estão ameaçadas ou em perigo de extinção. 5 espécies já teriam desaparecido desde o início do século XXI.

Estas aves possuem plumagem bastante variada que pode ir desde o padrão cromático até o colorido. Possuem membranas interdigitais entre as patas.

Uma curiosidade sobre os anseriformes, é que estão são tidos como um dos únicos pássaros que teriam existido no período Mesozóico, ao lado dos dinossauros. Atualmente, muitas das espécies são domesticadas para consumo e comercialização de carne e ovos.

Dicas Básicas para a Criação de Marrecos

De modo geral, a criação de marrecos e simples e pode ser lucrativa para o produtor, exceto para as espécies cuja fêmea não tem interesse em chocar os próprios ovos (fato que demanda a presença de uma chocadeira elétrica).

Machos e fêmeas devem ser selecionados previamente, evitando que sejam consanguíneos, de modo, a assegurar que não haja má formação dos filhotes.

Criação de Marrecos

Para acelerar o crescimento (principalmente dos filhotes), recomenda-se utilizar lâmpadas acesas no viveiro, durante a noite. Desta forma, as aves dormem menos e se alimentam mais durante a noite e madrugada. A presença das lâmpadas também é favorável para fornecer aquecimento para os marrecos com penas ainda em formação.

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O nome científico adotado para o marreco pompom é Anas platyrhynchos– o mesmo comum ao pato doméstico e às suas variedades.

Um marreco pompom adulto pesa aproximadamente 3,2 quilos; ao passo que, as fêmeas pesam 2,7 quilos. De acordo com o padrão para a raça, são admitidas duas cores: o preto e o branco. Todavia, alguns criadores desenvolveram outras variedades, tais como o Gray, Buff e Blue. Mesmo, assim o padrão uniforme de uma cor só ainda é o mais aceito.

O pompom nasce a partir de uma protuberância constituída de tecido adiposo, a qual sai de dentro do crânio, através de uma abertura pequena.

O gene determinante para a existência do pompom, na verdade, é defeituoso e pode ser letal, principalmente para aqueles marrecos que carregam 2 genes. O gene em si também pode resultar em convulsões, problemas neurológicos e dificuldades na coordenação motora (casos mais frequentes).

Os primeiros registros de marreco pompom datam aproximadamente do ano 1600 nas Índias Orientais, local no qual a variedade teria surgido, embora tenha sido selecionada e desenvolvida na Holanda. Mesmo com esses dados, algumas literaturas dizem que os Estados Unidos e a Europa teriam sido o provável local de origem desta ave.

Sua dieta é bem vasta, uma vez que no cardápio, estão inclusas folhas, brotos, algas, nozes, grãos, plantas aquáticas, sementes, insetos e pequenos peixes.

Quando em cativeiro, alimenta-se de ração industrializada que deve ser colocada à beira de um lago em pequena quantidade, uma vez que a ave nada e se alimenta, quase que ao mesmo tempo. É importante monitorar para que a ração não azede, uma vez que o bico do marreco pom pom estará quase sempre úmido.

No caso de filhotes criados em cativeiro, recomenda-se oferecer verdura picada em tirinhas.

Estes indivíduos possuem uma expectativa de vida estimada em 25 anos.

Anas platyrhynchos

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o marreco pompom, o marreco comum e outras aves; nossa equipe o convida a continuar conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Sinta-se à vontade para digitar um tema de sua escolha em nossa lupa de pesquisa no canto superior direito.

Caso não encontre o tema desejado, você pode sugeri-lo abaixo em nossa caixa de comentários.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Mario Salviato Ovos fertéis. Marreco Pom Pom. Disponível em: < https://www.mariosalviato.com.br/loja/marreco-pom-pom-245>;

MATHIAS, J. Globo Rural. Como criar marreco. Disponível em: < https://revistagloborural.globo.com/vida-na-fazenda/como-criar/noticia/2013/12/ como-criar-marreco.html>;

Ovos fertéis. Marreco Pom Pom. Disponível em: < https://www.ovosferteis.com.br/marreco-pompom-ovos-ferteis-mesclados-cor-un>;

RODRIGUES, R. Aprenda Fácil Editora. Saiba a diferença entre pato, ganso, marreco e cisne. Disponível em: < https://super.abril.com.br/mundo-estranho/qual-a-diferenca-entre-pato-ganso-marreco-e-cisne/#:~:text=A%20 principal%20diferen%C3%A7a%20entre%20eles,at%C3%A9%2017%20metros%20de%20profundidade.>;

Wikipédia in English. Crested (duck breed). Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Crested_(duck_breed)>.

Veja também

Comportamento do Vombate, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Você já ouviu falar do vombate? Caso não, pode ficar tranquilo. Este animal não é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *