Home / Animais / Como é o Corpo do Camarão? Quais suas Partes?

Como é o Corpo do Camarão? Quais suas Partes?

Camarão é uma terminologia comum utilizada para se referir aos artrópodes pertencentes à ordem taxonômica dos decápodes.

Na atualidade, o camarão é um animal que desempenha grande importância econômica, sobretudo na comercialização para consumo culinário, razão pela qual a aquicultura só cresce. Como alimento, o camarão fornece um satisfatório percentual de proteínas, assim como sais minerais e iodo.

Os camarões são encontrados principalmente em zonas litorâneas do Oceano Pacífico, o Mar Mediterrâneo, o Oceano Atlântico e plataformas continentais, assim como leitos lamacentos de riachos, rios e lagos; visto que existem espécies tanto de água salgada quanto de água doce. Todavia, a poluição e destruição de seu hábitat, bem como a pesca predatória, são fatores que podem prejudicar sua população.

Além da importância econômica, estes animais desempenham um relevante papel como elo da cadeia alimentar marinha, uma vez que constituem base de nutrição importante de grandes mamíferos como as baleias, assim como base de nutrição para muitos peixes de médio e grande porte.

Em relação ao corpo do camarão, este é dividido a princípio em duas partes: cefalotórax e abdômen. Além dessa importante e centralizadora característica, o animal possui outras particularidades anatômicas que serão apresentadas ao longo da leitura deste artigo.

Então venha conosco e boa leitura.

Camarão Classificação Taxonômica

Considerando todas as espécies de camarão existentes na atualidade, a classificação científica para esses animais obedece à seguinte estrutura:

Reino: Animalia;

Filo: Arthropoda;

Subfilo: Crustacea;

Classe: Malacostraca;

Ordem: Decapoda.

Dentro da ordem Decapoda, é possível encontrar 4 subordens, são elas a Caridea, Penaeoidea, Sergestoidea e Stenopodidae.

Camarão Hábitos e Alimentação

Os camarões são considerados excelentes nadadores. O nado é realizado em movimentos rítmicos, e a porção terminal da cauda auxilia neste mecanismo.

Alimentam-se de pequenos animais ou de matéria orgânica em decomposição. Por outro lado, os seus predadores podem ser os peixes e até mesmo as aves.

Os camarões se comunicam entre si através da emissão de bolhas de ar.

Camarão Comportamento Reprodutivo

Os camarões realizam uma fecundação externa. Dessa forma, o macho fecunda os óvulos após a sua postura, o elemento resultante (ou seja, os ovos) é mantido entre as pernas abdominais da fêmea durante a incubação.

Finalizada a incubação, os ovos eclodem. Os camarões ‘recém-nascidos’ passam por vários estágios larvais.

Ovos de Camarão
Ovos de Camarão

O primeiro estágio larval recebe o nome de neuplios, no qual as larvas são microscópicas e transparentes, podendo ser encontradas no plancto marinho. O segundo estágio recebe o nome de protozea, no qual já aparecem os olhos, há maior desenvolvimento e estruturação dos apêndices e o tórax se funde à cabeça. Para o terceiro estágio, chamado zoea, ocorre outra muda, resultando em olhos móveis. O último estágio é o misis, no qual o camarão já está na sua forma adulta e definitiva.

Como é o Corpo do Camarão? Quais suas Partes?

Chegando á questão-chave deste artigo, é importante ter em mente que o camarão possui um revestimento externo, exoesqueleto, composto por quitina.

A divisão básica do corpo é estabelecida em: cefalotórax e abdômen. Em outras literaturas, é possível encontrar esta classificação estruturada em 3 partes, onde o telso corresponde a terceira parte.

No abdômen estão inseridas os apêndices locomotores ou patas, os quais são em número de dez. No cefalotórax, estão antenas longas e finas, assim como um conjunto de apêndices bucais utilizados na alimentação.

A média de comprimento para a maioria dos camarões é de 20 centímetros, no entanto, há espécies microscópicas, assim como espécies que podem atingir até 35 centímetros de comprimento e pesar até 1 quilo (como é o caso do camarão-tigre-gigante).

O corpo do camarão é considerado de tonalidade semitransparente (para a maioria das espécies), assim como de mobilidade bastante flexível.

Os camarões possuem sistema digestivo completo com uma abertura para a entrada do alimentos (boca) e uma abertura para a saída (ânus).

Camarão se Alimentando
Camarão se Alimentando

Em relação ao sistema nervoso, os camarões possuem gânglios cerebrais bem desenvolvidos, dos quais emerge o cordão nervoso central ganglionar. Essa característica também é observada em outros membros do filo Arthropoda, assim como siris e insetos, por exemplo.

Na cabeça (ou melhor, cefalotórax) do camarão, estão localizados os órgãos dos sentidos, os quais são considerados bastante especializados.

Por mais incrível que possa parecer, mas o coração do camarão também está presente na cabeça.

Conhecendo Algumas Espécies de Camarão

Espécies de Camarão
Espécies de Camarão

Apenas no Brasil, existem mais de mil espécies, sendo que as mais importantes são o camarão-rosa (nome científico Farfantepenaeus paulensis) e o camarão-branco (nome científico Litopenaeus schmitti).

O camarão rosa é considerado o principal recurso pesqueiro das regiões Sul e Sudeste do país. É encontrado desde Ilhéus (na Bahia) até o litoral nordeste da Argentina. Seu habitat natural são as regiões arenosas e lodosas situadas em enseadas de pouca profundidade, assim como ao longo de regiões costeiras (com faixa de profundidade compreendida entre 15 a 150 metros).

O camarão rosa possui como característica marcante um rosto reto, porém serrilhado na parte de cima (no qual, há a presença de 8 a 11 farpas). A cor é cinza-claro e o comprimento é 20 centímetros. Pode ser encontrado desde o litoral do nordeste até o sul do Brasil, frequentemente em áreas cujo habitat se caracteriza por zonas arenosas ou lodosas em enseadas de pouca profundidade, assim como ao longo da costa.

Uma curiosidade adicional é que o maior camarão de água doce do mundo é o camarão da Malásia (nome científico Macrobrachium rosenbergii).

Macrobrachium Rosenbergii
Macrobrachium Rosenbergii

Outras importantes espécies de camarão incluem o camarão sete barbas (nome científico Xiphopenaeus kroyeri), encontrado desde os Estados Unidos até o Brasil, mais precisamente nas águas costeiras de até 30 metros de profundidade; e caracterizado por apresentar 8 centímetros de comprimento e rostro projetado para frente.

*

Agora que você conhece um pouco mais sobre a anatomia do camarão, assim como outras informações adicionais sobre o mesmo, o convite é para que continue conosco e visite também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral. Material especialmente útil aos amantes da natureza.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Portal São Francisco. Camarão. Disponível em: < https://www.portalsaofrancisco.com.br/biologia/camarao>;

Super Interessante. É verdade que o camarão tem o coração na cabeça? Disponível em: < https://super.abril.com.br/mundo-estranho/e-verdade-que-o-camarao-tem-o-coracao-na-cabeca/>;

Wikipédia. Camarão. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Camar%C3%A3o>.

Veja também

Ciclo de Vida do Pepino-do-Mar: Quanto Tempo Ele Vive?

Os pepinos-do-mar são os principais representantes da comunidade conhecida como Holothuroidea. Essa é uma comunidade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *