Home / Plantas / Tipos de Orquídeas Pendentes Com Foto

Tipos de Orquídeas Pendentes Com Foto

Dentre os vários tipos de orquídeas existentes, temos as variedades “pendentes”, que são aquelas que, como podemos ver nas fotos abaixo, apresentam-se em ramos que descaem, harmonicamente, a partir das suas bases.

As orquídeas representam alguns dos fenômenos mais belos da natureza, com centenas de espécies que espalham-se pelos quatro cantos do planeta (com exceção da Antártida), e sempre com a característica de exoticidade, com uma incrível variedade de cores e de formas, além de curiosamente apreciarem os locais mais difíceis de serem habitados.

É possível topar com uma dessas espécies a desabrocharem, misteriosamente, nas areias do litoral da Turquia. Elas podem esconder-se entre os restos de folhas e demais restos orgânicos de uma floresta do Camboja. É possível também encontrar um exemplar delicadamente assentado em meio a pedregais de uma imensa savana africana.

Assim como sob a superfície de um imponente carvalho, perigosamente em meio a cactus e bromélias, e até mesmo na companhia das não menos singulares vitórias-régias e demais plantas aquáticas que ajudam a compor as paisagens mais surreais da natureza.

Mas o objetivo desse artigo é fazer uma lista com alguns dos principais tipos de orquídeas pendentes que são comuns em representações de fotos e em exposições do segmento de cultivo de flores. Espécies que são consideradas verdadeiros sinônimos de flores ornamentais para a composição do cenário de quase todos os tipos de eventos.

1.A Dendrobium Bronckartii

Diretamente da Nova Zelândia, Ásia tropical (e subtropical), das distantes paragens da Nova Guné, Austrália e Filipinas, surge a Dendrobium bronckartii, uma espécie descrita no final do séc. XIX, e que possui, entre várias características, a de ser uma das mais abrangentes e com a maior variedade de cores, formas e texturas na natureza.

Essa variedade apresenta-se com pseudobulbos de onde pendem um conjunto variado de folhas, de onde também pendem as suas flores em pequenos talos que, ao descaírem, magnificamente (como um extenso ramo de flores), formam um belíssimo conjunto, muitas vezes composto por 8, 9 ou 10 talos totalmente floridos.

A dendrobium produz flores com os mais diversos tipos de cores, desde um lilás delicadíssimo, passando por um amarelo bastante vivo, até algumas tonalidades de roxo, azul e, obviamente, o branco – que é a cor que sobressai nas suas belas formas.

Por ser uma espécie tipicamente epífita (que cresce sobre árvores), ela costuma apresentar acentuadas características de rusticidade, que combinam, formidavelmente, com a delicadeza e suavidade da sua estrutura.

Elas são espécies tropicais, e por isso são facilmente adaptáveis ao clima brasileiro de praticamente todos as regiões.

Aqui elas encontraram, de forma bastante satisfatória, as condições que mais apreciam, entre as quais, um solo fértil e bastante irrigado, árvores imensas onde possam desenvolver-se, clima ameno, além de uma combinação harmoniosa de sol, chuva, luminosidade, umidade e ventos.

2.Cymbidium Pendente

Cymbidium Pendente
Cymbidium Pendente

A Cymbidium é outro tipo de orquídea pendente bastante utilizada em fotos e descrições como exemplo de espécie ornamental.

Ela reina absoluta no inverno, já que, ao invés de simplesmente “adormecer” durante esse longo período, ao contrário, prefere manter-se bem desperta, bela e enigmática, com uma variação de cores e de formas sem igual na natureza.

Na verdade a “Cymbidium pendente” é uma subespécie da conhecidíssima variedade Cymbidium, com a diferença de que, enquanto as representantes dessa sua matriz possuem talos firmes e eretos, as variedades “pendentes” possuem talos que descaem sobre si mesmas; e ainda produzem muito mais flores, com uma variedade de cores que as outras espécies não conseguem produzir.

As “cascatas de orquídeas” que essa espécie é capaz de produzir tornaram-se mundialmente conhecidas, principalmente pela robustez dos seus ramos, que desenvolvem-se em um conjunto maciço de talos, que até podem formar vigorosas touceiras em belíssimas combinações de lilás, vinho, amarelo, branco, entre outras cores bastante intensas.

Variedades como a Cymbindium Mary Green, a Forgoten fruit, a Cymbidium kiwi baron, entre outras, estão entre as mais cobiçadas atualmente, seja por orquidófilos ou simplesmente amantes da arte de cultivar orquídeas, que encontraram nessas variedades verdadeiras preciosidades, com os seus inacreditáveis tons de cores e variações de formas.

3.Dendrobium Aphyllum

A Dendrobium aphyllum também é conhecida como “dendróbio-de-capuz”. Ela é um tipo de orquídea pendente que, além de belas fotos, garante ao ambiente um aspecto rústico e enigmático, graças à sua característica de florescer em superfícies de árvores ou no ambiente nutritivo do solo de grandes florestas.

Elas possuem pseudobulbos em forma de cilindro, bastante compridos (entre 1,7 e 2,2m) e com uma cor vermelho intenso.

Como não poderia ser diferente, elas descaem levemente, juntamente com as suas folhas verdes, que desaparecem durante o inverno, para surgirem magnificamente durante a primavera, com um aspecto tão marcante que até leva a crer que trata-se de outra variedade.

Os seus pseudobulbos mais velhos permanecem intactos e o período de floração é um dos menores em comparação com outras variedades. No entanto, quando surgem, formam cachos extremamente abundantes, com um aspecto rústico e bastante original, com flores que desenvolvem-se em diversas colorações.

São variedades de cores entre o rosa pálido e o creme, com labelo entre o branco e o bege, com formato de um cálice repleto de canais com tons meio rosados, além de espécies de frisos em suas extremidades.

O que se diz é que uma jardineira composta com essa variedade dificilmente passa despercebida, graças aos seus imensos ramos que pendem, delicadamente, em diversas tonalidades de roxo, lilás, rosa, branco e amarelo, e que imediatamente despertam um clima de romantismo, esperança e bons sentimentos, sem contar a sua capacidade de simplesmente conceder a um ambiente o clima bucólico e rústico do campo.

4.A Dendrobium Thyrsiflorum

A nossa última representante entre os tipos de orquídeas pendentes, que costumam ser as eleitas para representarem, em fotos e imagens, a exuberância das espécies ornamentais da natureza, é a Dendrobium thyrsiflorum.

Diretamente das misteriosas regiões do Sudeste Asiático, especialmente das matas e florestas fechadas do Vietnã, Camboja, Laos, China, entre outros países desse trecho do planeta, elas surgem, fascinantes, em longas hastes pendentes, de onde surgem vigorosos talos com as suas flores diminutas na cor branca com um centro amarelo.

Na verdade ela é uma extravagância de cores e de formas, em uma estrutura que chega a medir entre 50 e 60 cm, contendo 4 flores por talo (com quase 11cm cada), totalizando quase 50 flores belíssimas, que pendem, graciosamente, como uma espécie de cascata a transbordar imensos cachos de pétalas brancas e amareladas.

É no período entre novembro e dezembro que elas exibem toda a sua exuberância, quando surgem os seus primeiros botões florais, delicados e com um perfume bastante característico.

Mas para a decepção de muitos, essa floração estende-se por não mais do que 1 semana. E o resto do ano ela prefere apenas sugerir o seu tesouro escondido, que passa a ser aguardado ansiosamente pelos admiradores dessa surpreendente variedade de orquídeas selvagens.

Deixe o seu comentário sobre esse artigo. E aguarde as próximas publicações.

Veja também

Como Fazer Chá da Casca do Mangostão

Conhecido como “a rainha” das frutas dos países tropicais, o Mangostão possui um sabor e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *