Home / Plantas / Tipos de Bulbos de Orquídeas e o que são os Bulbos nessa Planta

Tipos de Bulbos de Orquídeas e o que são os Bulbos nessa Planta

Utilizadas de forma ornamental há muito tempo pelos homens, e conhecidas na natureza há mais tempo ainda, as orquídeas são plantas que conquistaram muitas pessoas com o tempo. Hoje em dia, são ótimas para criar em casa, especialmente para quem utiliza a jardinagem como uma forma de terapia.

Existem muitas espécies de orquídeas ao redor do mundo, com diversos formatos e cores. Cada uma delas possui suas próprias características que as fazem únicas. Uma dessas características que muda muito dependendo de uma espécie para outra é em relação ao seu bulbo.

Dessa forma, no post de hoje iremos falar um pouco sobre as orquídeas, explicar devidamente o que é e para que serve um bulbo e mostrar os tipos de bulbos de orquídeas.

As Orquídeas

Apreciadas pelos humanos há séculos, principalmente grandes reis que possuíam majestosos jardins, as orquídeas são plantas que fazem parte da família Orchidaceae, uma das maiores famílias de plantas que existem. Apesar de termos uma única forma e cor que já a identificamos de imediato, elas podem vir em diversos formatos, tamanhos e cores.

Sua existência é vasta em todos os continentes, exceto na Antártica, mas sua preferência é em áreas tropicais. São plantas epífitas, o que significa que, crescem em cima das árvores, as utilizando como apoio para conseguir principalmente luz solar. Apesar de muitas epífitas serem parasitas, não é o caso da maioria das orquídeas, pois elas se alimentam da matéria em decomposição que cai e fica enrolada nas raízes das árvores.

As espécies de orquídeas são criadas com um único motivo no mercado: uso ornamental. Algumas poucas espécies também possuem frutos que possibilitam a produção de baunilha, entretanto, é muito limitado e caro, por isso é preferível utilizar o artificial. Quanto ao uso ornamental, nem todas também são aproveitadas, já que a maioria possui flores pequenas com folhas que não são tão atrativas.

É comum que vejamos os chamados orquidicultores, pessoas que criam orquídeas, utilizando o método de criar híbridos das orquídeas para conseguir um maior lucro comercial. Dessa forma, eles encontram orquídeas mais bonitas e atraentes para futuros clientes. Para criar orquídeas, pode ser utilizado o método de meristemagem, divisão das touceiras ou a chamada semeadura in vitro.

O que é Bulbo de Flores?

Não se confunda com o bulbo do nosso sistema nervoso periférico. Também chamado de bolbo, ele é um órgão vegetal de plantas perenes (nem todas possuem). Sua principal função é armazenar nutrientes que ajudarão a planta quando houver pouco nutriente. Por armazenar nutrientes, é comum também serem chamadas de batata da terra ou batatinha.

Ela inclui uma parte do caule, de lá saem raízes e folhas modificadas que fazem toda a função. De forma geral, o bulbo possui um formato globoso, parecido com uma cebola, de lá brotam também flores. Ela, é um ótimo jeito de plantar uma determinada espécie de planta, pois se trata de uma planta viva, porém compacta.

Além de serem uma forma simples e mais rápida de plantar, eles são muito importantes para o funcionamento da planta a longo prazo. Principalmente quando a planta está em fase de crescimento, deve haver muito cuidado com elas, quase tanto como o cuidado que se deve ter com as raízes. Rega-las é uma das partes mais importantes desse processo.

Tipos de Bulbos de Orquídeas

Pela quantidade grande de espécies que as orquídeas possuem, é comum que exista mais de um tipo de bulbo para tal família. Esses tipos vão variar em seu tamanho principalmente, mas também na forma e quantidade de folhas e flores que advém dele. Além, é claro, da diferença em que cada bulbo precisará de cuidado.

A Cattleya Velutina, é uma espécie encontrada no Brasil de orquídea que possui um bulbo bem grande, podendo chegar aos 40 centímetros de tamanho. Chamado de pseudobulbo, ele é em formato de cana e é bem fino. E só tem duas ou três folhas no máximo. Diferente dessa, a Maxillaria Schunkeana, possui um pseudobulbo bem pequeno, e que não possui a capacidade de armazenar nutriente. Essa planta, quando criada, precisa ser adubada toda semana, já que não conta com essa especialização.

Na Cattleya Labiataé o bulbo varia entre 5 e 15 centímetros. Nele é encontrado apenas uma única folha, que pode chegar a medir 25 centímetros de comprimento. Quando uma planta está com o bulbo enrugado, isso não é nenhum tipo novo de bulbo existente. Na realidade, quer dizer que a planta está desidratada. Essa falta de água fará com que a planta não floresça.

A famosíssima dama da noite, possui um bulbo consideravelmente grande. Podendo medir até 20 centímetros. Outras que também possuem bulbos grandes são as espécies: olhos de boneca, amor perfeito, cattleya meristema e cattleya walkeriana. Para ler mais sobre orquídeas com bulbos grandes e ver outras espécies desse tipo, você pode entrar aqui: Orquídeas com bulbos grandes

 

Lembre-se de pesquisar exatamente o tipo de bulbo que a espécie de orquídea que você tem possui. Saber como ele é, e como funciona é essencial, principalmente pois, como mostramos, existem determinadas espécies que o bulbo não tem a função de armazenar nutrientes. Não saber disso, poderia fazer você perder sua planta em pouco tempo de vida da mesma.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender melhor a diferença entre tipos de bulbos nas orquídeas. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajudar. Você pode ler mais sobre orquídeas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Árvore Chorão Verdadeiro: Como Plantar E Cultivar

No post de hoje iremos falar um pouco mais sobre uma das espécies de salgueiros, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *