Home / Plantas / Qual a Fase Duradoura em Briófitas e Em Pteridófitas?

Qual a Fase Duradoura em Briófitas e Em Pteridófitas?

A Ecologia é uma área extremamente ampla da Ciência que muitas vezes não é levada tão a sério, já que grande parte das pessoas não fazem ideia da complexidade que essa área pode ter, justamente porque ela possui muitas subdivisões diferentes.

A botânica é uma área da Ecologia responsável por estudar as vidas vegetais que temos em nosso planeta, e justamente por esse motivo ela é extremamente importante para que a gente não aprenda apenas sobre os animais, mas também sobre as diversas plantas que temos no planeta.

Diferenças entre Briófitas e Pteridófitas
Diferenças entre Briófitas e Pteridófitas

É importante você saber que as plantas do nosso planeta estão divididas em diversas classificações que vão das mais simples para as mais complexas, e é por isso que nem todas as plantas são iguais como muitas pessoas acabam imaginando.

Assim, neste artigo vamos falar especificamente sobre as briófitas e as pteridófitas, já que essas são duas classificações de plantas que você provavelmente ainda não conhecem, mas que são muito importantes conhecer justamente porque elas são a base das classificações.

Logo, continue lendo o texto até o final para saber mais sobre as briófitas e sua fase duradoura e também mais sobre as pteridófitas e sua fase duradoura.

Briófitas
Briófitas

As Briófitas

As briófitas fazem parte da classificação mais simples das plantas e é justamente por isso que elas são a base de tudo. As plantas classificadas como briófitas possuem porte pequeno justamente porque elas não possuem vasos condutores capazes de levar a seiva por toda a planta, fazendo com que ela fique menos nutrida do que deveria.

Justamente por causa da falta de vasos condutores de seivas as briófitas precisam sempre estar presentes em ambientes aquáticos, semiaquáticos ou pelo menos úmidos, já que a necessidade de ficar em contato constante com a água realmente é importante para que ela consiga se desenvolver.

Um bom exemplo de plantas que estão encaixadas na categoria de briófitas são os mugos, e é por isso que podemos perceber que eles sempre estão inseridos em ambientes úmidos e também são bem pequenos, justamente porque não conseguem se desenvolver tanto sem os seus vasos condutores.

Portanto, agora você já sabe um pouco mais de informações interessantes sobre as briófitas de uma maneira geral, você sabia que essa classificação de plantas existia ou você achava que todas elas eram iguais já que todas se tratavam de espécies vegetais?

Fase duradoura das briófitas

É claro que o ciclo de vida de todos os seres vivos é diferente, e é exatamente por isso que as plantas possuem um ciclo de vida diferente daquele dos animais e, ao mesmo tempo, ciclos de vida que se diferem entre si, o que é ainda mais específico.

Assim, todo ciclo de vida das plantas possuem uma fase duradoura, que é aquela mais longa e mais importante, e também a fase que irá mostrar o que irá se manter após o ciclo; ou seja, a fase duradoura é aquela que mostra qual estrutura irá permanecer na planta após o processo de desenvolvimento.

No caso das briófitas, podemos dizer que a sua fase duradoura é a fase do gametófito, justamente porque os gametas se mantém após a reprodução dessa planta e, consequentemente, com isso podemos perceber que ela se reproduz por meio de gametas, justamente por ser um ser vivo que vive em meio praticamente aquático.

Logo, com certeza é mais fácil de se entender o ciclo de vida dela quando paramos para analisar mais essas fases dominantes e também quando entendemos mais sobre os “hábitos” da planta, justamente porque tudo está muito conectado nesse caso.

As Pteridófitas

Como já dissemos anteriormente, as briófitas são uma das classificações de plantas mais simples que temos, e é por isso que depois delas temos a classificação “pteridófita” que caracteriza um tipo de planta bem mais complexo, mas ao mesmo tempo não o mais complexo que existe.

Você já sabe que as briófitas não possuem vasos condutores, e é por isso que podemos dizer que uma das principais diferenças entre as briófitas e as pteridófitas é a presença e ausência de vasos condutores, justamente porque as pteridófitas possuem os vasos condutores que não estavam presentes nas briófitas.

Além disso, podemos perceber que as pteridófitas são maiores e mais desenvolvidas do que as briófitas, além de habitar locais mais secos, já que elas possuem vasos condutores de seiva e possuem mais acesso aos nutrientes do solo, ao mesmo tempo em que não precisam de contato constante com a água.

Outro fator importante a se levar em consideração é que as pteridófitas não possuem sementes, e é por isso que devemos nos lembrar que elas não são a categoria mais complexa de plantas que temos na natureza, já que outras categorias mais desenvolvidas produzem sementes, frutos e flores.

Fase duradoura das pteridófitas

É claro que o ciclo de vida das pteridófitas e das briófitas não seria o mesmo, até porque esses seres vivos são diferentes e as pteridófitas realmente são mais complexas, de forma que o ciclo também se difere bastante.

Como já dissemos, no caso das briófitas podemos dizer que sua fase mais duradoura é aquela do gametófito e por isso os gametas são o que essas plantas mantém após a reprodução.

Porém, no caso das pteridófitas cientistas descobriram que a fase duradoura é a dos esporófitos, e é exatamente por esse motivo que essa planta conserva seus esporos após seu ciclo de reprodução e, consequentemente, tende a se reproduzir por meio de esporos ao longo de toda a sua vida, já que ela não tem o mesmo acesso à água que as briófitas possuem.

Pteridófitas
Pteridófitas

Portanto, essas são as informações mais importantes para você ter em mente com relação ao ciclo de vida dessas classificações de planta tão interessantes; quem diria que as plantas poderiam se diferenciar tanto, não é mesmo?

Quer continuar aprendendo sobre muitas outras espécies de plantas, mas não sabe quais são os melhores textos para começar seus estudos? Então, vamos te indicar um texto novinho para que você leia! Confira aqui: Cores da Flor Primavera: Roxa, Branca, Amarela e Vermelha

Veja também

Ficha Técnica da Flor Narciso: Raiz, Folhas e Caule

As flores podem ter muitas utilidades para as pessoas, o que depende bastante de quem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *