Home / Plantas / O Que Significa Fase Dominante em Plantas?

O Que Significa Fase Dominante em Plantas?

Todos já sabemos que o número de espécies de plantas existentes no mundo é enorme, mas a grande verdade é que muitas pessoas ainda pensam que todas as plantas são iguais, e é claro que isso não é verdade, principalmente quando paramos para analisar o ciclo de reprodução delas.

Basicamente, as plantas possuem um processo de reprodução até mesmo bem mais complexo do que aquele dos animais, até mesmo porque a reprodução delas ocorre de maneira não-sexuada, o que acaba fazendo com que mais etapas sejam necessárias para constituir todo o processo.

Porém, a grande maioria das pessoas não sabe muitas informações sobre a reprodução desses seres, e é exatamente por isso que devemos pesquisar esse assunto de maneira mais profunda para entendermos exatamente como as plantas se espalham pelo mundo e, ainda mais especificamente, como funciona o ciclo de vida delas.

Portanto, neste artigo iremos falar de maneira mais específica sobre o processo de reprodução das plantas. Assim, continue lendo o texto para entender um pouco mais o que é a fase dominante desse processo no ciclo de vida de cada um dos tipos de plantas que conhecemos nos dias de hoje.

O Que É a Fase Dominante?

Como já dissemos anteriormente, devemos citar que a reprodução das plantas ocorre de maneira não sexuada e, por esse motivo e muitos outros, essa reprodução acaba passando por processos complexos e bem diferentes daqueles que estamos acostumados a ver na reprodução dos animais.

No caso, podemos dizer que esses processos se dão por meio da alternância de gerações; ou seja, as fases gametofíticas e esporofíticas (de gametas e esporos, respectivamente) se alternam até que o ciclo de reprodução esteja completo.

Porém, em determinados tipos de plantas uma fase tende a durar mais do que outra, e dessa forma essa fase que dura mais pode ser conhecida como fase perene ou como fase dominante, e é exatamente aí que entendemos o que seria a fase dominante.

Reprodução das Plantas
Reprodução das Plantas

A fase dominante nada mais é do que a fase que possui maior duração durante o ciclo de alternância de gerações no processo de reprodução das plantas.

Portanto, vamos ver agora qual seria a fase dominante em cada um dos tipos de plantas que conhecemos atualmente.

Briófitas

As briófitas são o tipo mais simples de planta que temos, o que significa basicamente que elas não possuem frutas, sementes, flores e muitas outras coisas existentes em plantas mais complexas, como por exemplo um sistema de drenagem de água.

Porém, mesmo sendo muito diferente das outras plantas mais complexas, podemos dizer que as briófitas também se reproduzem por meio de alternância de gerações, e é exatamente por isso que elas também possuem uma fase dominante em seu processo de reprodução.

Briófitas
Briófitas

Nesse caso, podemos dizer que a fase dominante das briófitas é aquela conhecida como gametofítica, quando há a “produção” de um gametófito de carga 1n, já que essa planta é a mais simples que temos.

Logo, a fase gametofítica é aquela que possui maior duração no processo de reprodução das briófitas, e é por isso que a carga dominante desse processo é a 1n.

Pteridófitas

Como já dissemos anteriormente as briófitas são a classificação mais simples que podemos encontrar em plantas, o que significa que as pteridófitas são um pouco mais avançadas e, consequentemente, possuem estruturas de anatomia que não estão presentes nas pteridófitas.

Nesse caso, podemos dizer que as pteridófitas são dotadas de vasos condutores de seiva, o que faz com que elas consigam ser de maior porte (já que a seiva consegue se espalhar pela planta) e também com que elas possam se reproduzir de maneira até mais rápida.

Pteridófitas
Pteridófitas

No caso dessas plantas que são mais complexas, podemos dizer que a fase dominante é aquela chamada de esporofítica, quando há a “produção” de um esporo de carga 2n, pois essa planta é mais complexa do que a que citamos anteriormente.

Dessa maneira, fica simples concluir que a fase esporofítica é justamente aquela que apresenta maior duração no processo de reprodução das pteridófitas, e é por isso que a carga dominante dessa processo é a 2n.

Gimnospermas

Gimnospermas
Gimnospermas

Nessa classificação já temos um tipo de planta bem mais complexo do que as outras duas que citamos anteriormente, mais conhecidas como briófitas e pteridófitas.

Isso porque as gimnospermas são plantas classificadas como coníferas e são capazes de produzir sementes, algo que não era encontrado nas outras plantas que já citamos, e por isso faz com que ela tenha mais complexidade.

Apesar disso, o ciclo de reprodução da gimnosperma e aquele da pteridófita possui algumas similaridades, principalmente porque a fase dominante em ambos os casos é a mesma. Ou seja, isso basicamente significa que a fase dominante das gimnospermas é aquela conhecida como esporofítica.

Dessa maneira, a carga dominante do ciclo de reprodução das gimnospermas é justamente a 2n, resultado do esporo originado nessa fase.

Angiospermas

Angiospermas
Angiospermas

Por fim, temos o tipo mais complexo de plantas na escala da botânica: as angiospermas. Podemos dizer que elas são as mais complexas pois elas possuem todas as estruturas que as outras possuem e ainda apresentam mais 3 importantes: flores, frutos e sementes com um envoltório.

Isso porque nenhum outro tipo de planta apresenta flores e frutos, e a gimnosperma apresenta sementes mas elas não possuem uma proteção assim como aquelas presentes nas angiospermas, o que faz com que ela realmente seja o tipo de planta mais complexo.

Porém, assim como nos dois casos anteriores a fase dominante do processo de reprodução dessa planta é a esporofítica; o que basicamente quer dizer que a carga dessa fase é a 2n, a mesma carga que o esporo da planta possui, assim como nos casos anteriores.

Portanto, essas são as fases dominantes de cada uma das classificações de plantas. Viu como as plantas são muito diferentes entre si e apresentam algumas características e estruturas que ninguém nem pensa existir? É por isso que esse assunto é tão interessante!

Quer aprender ainda mais coisas interessantes sobre outros tipos de plantas? Leia também: Qual a Diferença entre Cactos e Mandacaru?

Veja também

Quais os Males que a Chia Pode Causar?

A chia (nome científico Salvia hispanica L.) é uma semente que vem se tornando bastante …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *