Home / Plantas / Cores de Roseiras: Quais São? Quais as Mais Comuns?

Cores de Roseiras: Quais São? Quais as Mais Comuns?

Se não bastasse serem belas e adoráveis, as rosas também estão entre as espécies mais cercadas por lendas e mistérios. E as diversas cores de uma roseira – das mais raras às mais comuns – costumam representar sentimentos, sensações e qualidades espirituais elevadas.

Acredita-se que já há 3.000 anos a.C. elas exibiam toda a sua magia nas casas e palácios da nobreza e do homem comum de civilizações antigas, como as dos sumérios, egípcios, persas, chineses, mesopotâmios, entre outros, que não resistiram à sua inconfundível fragrância, ao seu aspecto místico e muito menos à sua originalidade.

Não por outro motivo ela é hoje considerada a “Rainha das Flores” – um modesto apelido que parece não deixar dúvidas sobre o prestígio dessa espécies, que pertence ao gênero Rosa L. e à família Rosaceae.

Essa é uma comunidade com mais de 100 espécies de roseiras com as mais diversas cores, entre as quais estão as que são mais comumente utilizadas no dia a dia, como as vermelhas, pinks e brancas, por exemplo.

Na verdade essa variação de cores das roseiras é o resultado de um meticuloso trabalho de hibridização, que transformou essa espécie (típica do continente asiático) em dezenas de variedades.

Todas elas com características como: perfume bem mais acentuado, uma incomparável resistência aos mais diversos tipos de pragas, cores originalíssimas, facilidade para adaptar-se às mais diversas condições climáticas, entre outras qualidades.

Segue, portanto, uma lista com as principais cores de roseiras que são consideradas as mais comuns e representantes clássicas dessa espécie em várias partes do mundo.

1.Rosas Vermelhas

Ah! O fogo da paixão! O calor do amor apaixonado! O romantismo! Todos esses sentimentos podem ser simbolizados pelas rosas vermelhas, uma das variedades clássicas dessa espécie, e que há milhares de anos é utilizada como símbolo místico.

No passado, quanto mais escuro os tons de vermelho, mais paixão eles representavam – especialmente caracterizada no desejo sensual.

No entanto, em algumas comunidades, as rosas vermelhas também representam o misticismo e a espiritualidade. Ela é a rosa mais comum dedicada aos deuses e deusas – o símbolo da Deusa do Amor, Afrodite –, além de outros entes espirituais.

Mas como não poderia deixar de ser, as rosas vermelhas também simbolizam o sangue, em especial o “sangue do cordeiro” – O Cristo -, que teria sido derramado para a salvação da humanidade.

2.Rosas Brancas

Como dissemos, as cores que uma roseira pode ter são as mais variadas possíveis. Mas quando o assunto são as mais comuns, logo surge essa variedade belíssima, de uma suavidade ímpar; e por isso mesmo um símbolo de pureza, candura, inocência, gratidão, entre outras qualidades ligadas à pureza de sentimentos.

Na Idade Média (e antes, na Roma Antiga) era muito comum que as virgens fossem enterradas em caixões cobertos por rosas brancas, como uma forma de ressaltar o fato de terem morrido imaculadas.

E, obviamente, a religião cristão não perderia tempo em adotar essa variedade de rosas para representar a Virgem Maria – Mãe de Jesus – , a “concebida sem pecado”; definida como o símbolo da castidades no seio do cristianismo.

3.Rosas Azuis

Essa é outra clássica variedade de cor das roseiras, e que também está entre as que são consideradas as mais comuns.

Ela é um perfeito exemplo do alcance das atuais ferramentas da engenharia genética, já que foi criada a partir da manipulação do DNA de outras espécies. E o resultado foi a criação dessa que é considerada a representante da prosperidade e do amor platônico.

É bastante comum que se presenteie um amigo com essa variedade quando o objetivo é desejar-lhe vida longa, demonstrar respeito e consideração, além de amor para toda a vida.

Já para algumas civilizações, uma rosa azul costuma significar o secreto, o misterioso, o insondável, a impossibilidade de realização um sonho, entre outros significados semelhantes.

4.Rosa Pink

Eis que surge a Rosa Pink, a “rosa cor-de-rosa”, a cor da inocência da criança. Ela possui os mais variados significados, como: amor, ingenuidade, admiração, emoções fortes, ternura, romance, suavidade, meiguice, beleza física, delicadeza, candura, além de outras qualidades bastante associadas ao sexo feminino.

Mas ela é outra variedade que não deixa passar a tradição da rosa de representar o místico – a Rosa Pink simplesmente teria o poder de atrair entes espirituais e energias de outras dimensões!

Talvez o mais curioso sobre essa variedade, é que ela também possui significados práticos, como a sua suposta capacidade de harmonizar os aspectos orgânicos de um indivíduo e proteger o corpo contra doenças sexualmente transmissíveis.

Além de preservar o aparelho urinário, os órgãos genitais, criar um escudo de proteção contra ansiedade, depressão, melancolia, entre outras doenças dos tempos modernos.

5.Rosas Amarelas

Também existem roseiras com cores amarelas, e da mesma forma elas estão entre as mais comuns, como símbolos de amizade, felicidade, contentamento, alegria, festa, amor, prazer, desejo, respeito, dinheiro, realização pessoal, entre outros significados.

Por ser um símbolo de amizade, essa variedade costuma ser presenteada a amigos. E quando oferecida, costuma simbolizar o desejo de que a amizade seja eterna, além de sincera e repleta de realizações em comum.

Mais uma vez, a simbologia mística está aqui presente! Nesse caso, trazida da remota Grécia Antiga, onde ela era o símbolo de irmandades secretas, religiões místicas, reuniões proibidas, entre outros eventos, nos quais, postas às fachadas, indicavam (aos “iniciados”) que algo ali acontecia.

6.Rosas Laranjas

Aqui também temos outra variedade de cor bastante comum entre as roseiras, e que costuma simbolizar energia, alto astral, vibrações positivas, prosperidade, recompensa financeira, êxito nos negócios, entre outros significados importantes.

Na psicologia humana, as rosas em tons de laranja podem ser utilizadas para uma mentalização positiva. Em uma meditação, por exemplo, fixar a atenção em uma rosa laranja pode contribuir para estimular a ação, vencer a preguiça, gerar vontade e produzir vigor físico.

Enquanto, para algumas correntes holísticas, a sua mentalização pode trazer benefícios físicos relacionados com a cura da depressão, ansiedade, síndrome do pânico, entre outros transtornos com essas características.

A rosa laranja também é uma boa escolha para presentear um amigo de forma bastante original e, de quebra, ainda auxiliá-lo a realizar voos maiores em sua vida pessoal e profissional.

Essas foram apenas algumas das inúmeras variedades de cores que uma roseira pode nos oferecer. Mas caso queira, deixe-nos outras, na forma de um comentário, logo abaixo. E não deixe de compartilhar os nossos conteúdos.

Veja também

Quando o Amendoim foi Introduzido no Brasil? Onde Foi?

O amendoim é originário da América do Sul, de países como o Brasil, Bolívia, Paraguai …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *