Home / Plantas / Como Preparar Babosa no Shampoo? Passo a Passo

Como Preparar Babosa no Shampoo? Passo a Passo

Utilizando a Babosa No Shampoo

Provavelmente você já sabe que a Babosa é uma planta incrível que traz enormes vantagens para todas as pessoas que a utilizam.

Durante o texto de hoje você sera apresentado as grandes vantagens da utilização dela em seu cabelo, e os passos para fazer shampoo a utilizando e muito mais.

Preparado(a)? Vamos lá então.

A Babosa

Planta Babosa
Planta Babosa

Também conhecida como Aloe Vera e Caraguatá, A Babosa é uma planta africana que hoje é distribuída por todo o mundo em mais de 250 espécies.

Tem por família a classe das Liliáceas, vive em solo bem drenado e em ambientes quentes.

Possui grande poder de cicatrização e propriedades analgésicas. Caracterizada por dispor de folhas orladas de espinhos, triangulares, que são suculentas e grossas.

Sua origem se localiza no Norte da África, sem contar, que ela foi conhecida no Antigo Egito como Planta da imortalidade.

É antioxidante, anti-inflamatória, regenerativa e ainda, muito nutritiva.

Entre seus milhões de benefícios, a Babosa pode até aumentar o apetite sexual. Além disso, ela auxilia na luta contra o câncer de pele, prisão de ventre, dores musculares, é anti-inflamatório e muito mais.

É utilizada como ferramenta de cura há mais de 5 mil anos pela humanidade e suas capacidades de cicatrização vão além do comum.

Hoje esta suculenta é utilizada para a fabricação de shampoos, géis para a pele e até como comida.

Aloé Em Shampoos

Assim como todos nó já sabemos, a Babosa é utilizada como hidratante para o cabelo há muito tempo. Contudo, como utilizá-a para isso? Quais são os benefícios irão te trazer?

Ela hidrata, auxilia no crescimento, limpa, fecha cutículas, regenera fios capilares, combate a caspa, fortalece os fios do cabelo e promove o crescimento saudável deles.

São muito benefícios, não? e por isso foi trago a você 3 receitas de shampoo de babosa.

Receita 1:

  • primeiro passo: Tire o gel da babosa e bata no liquidificador;
  • segundo passo: passe a mistura para um recipiente, utilizando um coador para auxiliá-lo(a);
  • terceiro passa: jogue duas colheres de chá de rícino no recipiente e misture tudo;
  • quarto passo: coloque a mistura em um shampoo neutro;
  • quinto passo: arrase e faça um ótimo uso de seu novo shampoo.

Receita 2:  Será necessário 2 colheres de óleo de coco, 1 colher de azeite de Oliva e 2 folhas de Babosa.

  • 1° passo: corte as folhas e retire suas polpas;
  • 2° passo: bata em um liquidificador a polpa com um pouco de água;
  • 3° passo: adicione o azeite e o óleo de coco;
  • 4° passo: coloque-os em um recipiente com shampoo pela metade e agite bem;
  • 5° passo: está pronto!! utilize de uma a duas vezes por semana.

Receita 3: Use 200 ml de shampoo neutro e 1 folha de Aloé vera.

  1. corte a folha e retire sua gosma;
  2. coloque-a no liquidificador com quatro colheres de água e bata bem;
  3. adicione o shampoo e misture;
  4. coloque a mistura em um recipiente, se possível o do shampoo mesmo;
  5. faça a festa e  inveja em todo o mundo com seus cabelos fortes e hidratados.

Para saber sobre mais receitas de shampoos, acesse este artigo do Dicas Online.

Benefícios da Aloé

Ótima para a saúde de seu cabelo, porém existem outros grandes benefícios que a Aloé traz para a saúde de qualquer pessoa, como já dito acima.

Ela possui riqueza em cálcio, sódio, cloro, cobre, zinco, potássio,  ferro, ácido fólico vitamina B1, B2, B3, C. e E.

Suas propriedades previnem o envelhecimento da pele, exercendo o papel de hidratante natural e deixando a pele mais suave e bonita.

Sua capacidade anti-inflamatória é efetiva no tratamentos de doenças como a Herpes e a Gastrite. Contando que também é ótima como cicatrizante.

De acordo com o ecycle, ela alivia reumatismo, enxaqueca, dores ósseas e artrite. A “planta da imortalidade” auxilia no emagrecimento, é relaxante corporal e alivia feridas na boca.

Benefícios da Aloé
Benefícios da Aloé

Este texto poderia ser composto somente por benefícios desta planta milenar, sem tempo irmão. Existem outras coisas você precisa saber sobre a Babosa, antes deste artigo acabar.

Atenção: ela é totalmente contraindicada para gestantes, mães que amamentam, mulheres com inflamação no útero e/ou ovário, crianças e pessoas com varizes, apendicite, cistite, prostatite, fissuras anais,  hemorroidas, nefrite e desinterias.

Seu consumo também pode gerar efeitos colaterais como diarréia e cólicas em algumas pessoas.

Dicas Para O Cultivo De Sua Caraguatá

Ao plantá-la, certifique-se de possuir um vaso amplo. O seu enraizamento é extenso, por mais que seja superficial.

Por ser uma suculenta, ela não gosta de ser encharcada. Seu solo deve ser 50% terra média e 50% terra orgânica.

Regue-a ao menos uma vez por semana, ela deve passar no mínimo 8 horas por dia no Sol.

Ao transplantar sua planta a outro vaso nunca se esqueça que suas folhas devem sempre ficar acima da terra, porque se entrar em contato direto com a terra, sua planta apodrecerá.

Tipos de Babosa

Dentre essa grande família existem plantas muito conhecidas, como:

  • Aloe Aculeata: que mede de 30 a 60 centímetros, conhecida pelo seus espinhos afiados que se destacam em suas folhas;
    Aloe Aculeata
    Aloe Aculeata
  • Aloe Arborescens: seu tamanho vai de 1,5 a 3 metros, possui hastes eretas e belas folhas vermelhas;
    Aloe Arborescens
    Aloe Arborescens
  • Aloe Saponaria: também chamada de Babosa pintada, raramente mede mais 30 centímetros. Nativa da África do Sul, suas cores sempre estão entre o castanho, vermelho-escuro e o verde-claro;
    Aloe Saponaria
    Aloe Saponaria
  • Aloe Albiflora: 15 centímetros de comprimento, com folhas verde-acinzentadas e longas. Ela possui lindas flores brancas que se assemelham ao Lírio.
    Aloe Albiflora
    Aloe Albiflora

Curiosidades

  1. Ela era considerado o segredo da beleza de Cleópatra;
  2. Os Judeus colocavam os mortos em lençóis embebidos de Babosa para retardar a putrefação;
  3. a Anvisa proibiu seu consumo em comidas, pois seu consumo pode apresentar efeitos colaterais.

Conclusão

Durante o artigo de hoje você aprendeu e conheceu melhor a Babosa e suas ótimas vantagens.

É uma planta milenar que foi usada por muitos povos antigos como produto medicinal e estético. Você viu também, curiosidades sobre esta planta e descobriu seus ótimos benefícios.

Para saber e conhecer melhor sobre a Babosa e outras plantas, continue em nosso site. Você não irá se arrepender.

Até a próxima

-Diego Barbosa

Veja também

Couve Arco-Iris Ornamental Sortida: Nome Científico e Imagens

A Couve Arco-Iris Ornamental Sortida (Brassica oleracea L. var. acephala), ou repolho decorativo ou ornamental, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *