Home / Plantas / Como Plantar a Bardana? Como Cultivar e Fazer Mudas?

Como Plantar a Bardana? Como Cultivar e Fazer Mudas?

A bardana é uma planta que se deve origem na região da Europa e da Ásia, ou seja, na Eurásia, porém ela se espalhou e se tornou conhecida mesmo ao longo do continente americano. Essa planta já existe há muito tempo, os gregos a utilizavam como se fossem medicamentos e durante a idade média elas eram usadas como ingrediente principal em fórmulas que levavam a fama de curar. Pelo fato da bardana carregar a fama de ser uma planta medicinal desde a época da antiguidade, essa fama acabou que nunca foi contrariada.

Todas as partes da bardana eram reaproveitadas e usadas de alguma maneira, na época as folhas eram amassadas e depois picadas, elas eram usadas para tratarem doenças de pele por conta de possuir uma ação bactericida. Atualmente, estudos já foram feitos e comprovaram que a bardana realmente possui propriedades antissépticas, possuindo assim, a ação bactericida. Outra função que essa planta possui é a de acalmar a dor, sendo bom para usar em picadas de insetos e a função de evitar que haja inchaço no local dessa picada.

Características da Planta Bardana: Descrição da Planta

Como você já sabe a bardana é uma planta muito usada para fins medicinais, mas ela também pode ser usada na área da culinária, normalmente, na culinária japonesa. Quando a planta ainda está jovem ela pode ser tranquilamente consumida crua mesmo, porém quando a planta já estiver mais velha é recomendado que ela seja consumida somente depois de ser cozida.

Ela consegue alcançar até dois metros de altura e sua raiz pode chegar a medir até um metro de comprimento. A cada 100 gramas dessa planta é possível achar cerca de 72 calorias, 17g de carboidratos onde uma média de 3,3g são de fibra alimentar e 1,5g são de proteínas e 308mg de potássio, além disso ela possui Vitamina A, B6, B12, C, D, ferro, magnésio e cálcio. Além de tudo isso ela também é uma planta bem conhecida pelo fato de possuir inulina.

Como Plantar Bardana

Agora que você já leu um pouco sobre a descrição dessa planta e quais os nutrientes e vitaminas que ela possui, chegou a hora de você saber o que fazer na hora de plantar e qual a melhor maneira de fazer isso. Primeiro é importante você saber que esta é uma espécie de planta que se adapta muito bem ao clima do Brasil, o que já é um ponto mais que positivo na hora em que você pensar se compensa mesmo ou não possuir essa planta em casa. O melhor período para que a bardana seja plantada é durante a estação do outono, essa plantação dessa ser feita por meio de sementes e em algum lugar definitivo.

Na hora de plantar é recomendado que as sementes sejam jogadas sobre a terra de forma aleatória e que por cima delas seja jogada uma fina camada de terra peneirada, essa terra que vai por cima serve apenas para cobrir as sementes, por isso não é necessário uma camada grossa. Se você vai precisar fazer uma colheita precoce das raízes dessa planta é aconselhável que elas sejam plantadas possuindo uma distância de cerca de 15cm entre cada uma, mas se for possível que elas tenham um crescimento maior, elas podem ser plantadas tendo uma distância de 60cm entre cada uma.

Caso você queira usar essa planta para alguma coisa, a colheita é aconselhável ser feita depois de 10 semanas de ela ser plantada, porém se você quiser que elas amadureçam mais, a colheita deve ser feita depois de mais algumas semanas, e as raízes que possuem mais de um ano não devem ser usadas.

Dicas Essenciais para a Hora de Plantar a Bardana

É muito importante para a planta que ela seja plantada no lugar definitivo dela, pois ela não é uma espécie que se adapta bem a ação de transplante e quando elas passam por esta situação geralmente acabam morrendo ou se desenvolvendo de forma incorreta. A bardana é uma planta que deve ser plantada em um solo que seja rico em matéria orgânica e que seja bem drenado e fértil. O pH presente no solo deve ser entre 6,5 e 7,5.

Ela é uma planta que se desenvolve muito bem quando está plantada em um clima ameno, por isso que é indicado que ela seja plantada durante o outono. A temperatura indicada para esta planta é a de entre 10 até 25ºC. Ela pode tanto ser colocada em um local que haja luz solar o dia todo quanto em um local de sombra, porém não é recomendado que a temperatura de onde a planta está localizada passe da média citada. O solo da bardana deve estar sempre úmido, porém não encharcado para que a raiz não se afogue.

Benefícios Dessa Planta na Medicina e na Culinária

A bardana é uma planta que possui ação adstringente, bactericida, anti-inflamatória, tônica, anti-seborréica, antimicrobiana, anti-séptica, calmante, diurética, cicatrizante, sudorífica e depurativa. Como acabamos de ver essa planta possui muitas ações, e ela é indicada a ser usada por pessoas que possuem problemas com bronquite, artrite, problemas renais, feridas, cólicas, hemorroidas e problemas de cabelo e de pele. Alguns usam a bardana como um meio de curar a diabetes, mas se ela for usada em excesso pode ocorrer o efeito reverso, e ao invés de diminuir os níveis de açúcar no sangue vão aumentar. Ela também pode ser usada para melhorar dores musculares, dores ósseas, torções e reumatismo.

Já na área da culinária essa planta é muito usada no Japão, e no Brasil é mais utilizada nas regiões do Sudeste e do Sul. Ela é uma planta que pode ser encontrada em feiras, mas nem sempre é fácil de acha-las. No Japão essa planta é muito usada no dia a dia, mas até do que a própria cenoura. Ela é muito usada na culinária de lá por proporcionar pratos leves e que possuem um valor nutricional muito bom.

Como a Bardana Pode ser Usada para Problemas de Pele e de Cabelo

  • Para problemas com a pele:

A bardana pode ser usada para solucionar ou pelo menos ajudar os problemas de pele para quem possui uma pele acneica tanto por meio da via interna quando da externa. Pela via interna basta fazer um chá que servira para desintoxicar o sangue. Para este chá você precisa apenas cozinhar a raiz da planta e refogar as folhas, ele pode ser consumido até duas vezes ao dia, porém o recomendado é que um médico seja consultado antes que comece o consumo. Enquanto pela via externa você pode lavar a região do rosto com o chá e depois fazer uma espécie de máscara com as folhas que sobrarem.

Cabelo Fortalecido Após Uso de Bardana
Cabelo Fortalecido Após Uso de Bardana
  • Para problemas com o cabelo

Já para o cabelo, o indicado mesmo é o uso do óleo de bardana, este óleo é composto por um macerado de raiz de bardana misturado com o óleo de gergelim, essa mistura ocorre pelo fato da bardana não produzir uma quantidade significativa de óleo essencial, quando essa pequena quantidade de óleo é misturado com o óleo de gergelim as propriedades deles são ativadas.

Precauções que Devem ser Tomadas na Hora de Usar Essa Planta

Para as pessoas que estão com diarreia não é recomendado o uso da bardana, pois ela é uma planta que pode acelerar o trânsito intestinal e antes de usa-la é bom consultar um médico para confirmar se você não possui alergia a essa planta, senão pode ocorrer dificuldades na hora de respirar e convulsões. O uso em excesso dessa planta pode acabar gerando também aumento na frequência urinária e hipoglicemia em pessoas que são diabéticas. E a precaução mais importante que deve ser tomada é a de consultar um médico antes que comece a utilização da planta.

Preparo de Bardana para Uso
Preparo de Bardana para Uso

Quer saber em mais detalhes como que a bardana deve e pode ser usada para solucionar o problema com as acnes? Acesse esse link e confira o passo a passo de como resolver esse problema chato: Como Usar a Bardana para Acne? Passo a Passo de Como Fazer.

Veja também

Flor Gardênia Amarela, Seca ou Doente: O que Fazer?

O doce aroma das gardênias nas flores anuncia o início do verão. O gênero Gardênia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *