Home / Natureza / Sobreposição de Nicho Ecológico: O que é? Princípios e Conceitos

Sobreposição de Nicho Ecológico: O que é? Princípios e Conceitos

Todos os conceitos da biologia são extremamente úteis para entendermos com precisão o que acontece ao nosso redor no mundo, tanto na fauna quanto na flora.

O conceito de sobreposição de nicho ecológico já foi muito estudado ao longo do tempo e atualmente é extremamente útil para entendermos melhor como os animais se relacionam com o meio e como evoluem com o passar do tempo em seus habitats naturais.

Portanto, neste artigo falaremos um pouco mais sobre o nicho ecológico, mais especificamente com relação à sobreposição de nicho ecológico que ocorre na natureza constantemente e nós não percebemos.

O Que é o Nicho Ecológico?

Antes de falarmos sobre a sobreposição de nicho ecológico, é importante entendermos um pouco mais o conceito de nicho ecológico que geralmente não é tão discutido.

O nicho ecológico de uma espécie é basicamente a forma como aquela espécie vive na natureza, as condições essenciais para seu habitat e suas necessidades naturais.

Ou seja, o nicho ecológico de uma espécie pode ser definido por elementos como: os alimentos consumidos, a temperatura e o pH tolerados, a quantidade de alimento e etc, basicamente são os fatores necessários para que a espécie sobreviva.

Obviamente, os nichos ecológicos mudam com o passar do tempo e as espécies possuem diferentes nichos, já que possuem diferentes formas de vida.

Porém, algumas vezes a natureza entra em conflito e duas espécies com nichos ecológicos iguais passam a viver juntas, é aí que entra o conceito de sobreposição de nicho ecológico.

O Que é a Sobreposição de Nicho Ecológico?

A sobreposição de nicho ecológico ocorre quando duas espécies com necessidades biológicas iguais (alimentação, tipo de habitat…) passam a viver juntas e começam a competir por recursos para a sobrevivência, já que esses recursos serão os mesmos para ambas.

Biologicamente falando é impossível que espécies com o nicho ecológico exatamente iguais vivam juntas no mesmo ambiente, por isso, os resultados da sobreposição de nichos podem ser:

– Duas espécies com nichos idênticos: a espécie mais fraca será extinta com o passar do tempo, pois elas não podem coexistir no mesmo local;
– Duas espécies com nichos parcialmente iguais: elas podem coexistir por bastante tempo, já que existem exceções nos hábitos de cada uma;
– Duas espécies, com uma em evolução: pode acontecer de uma espécie evoluir e não precisar mais de parte dos recursos do nicho ecológico de outra; nesse caso, elas podem continuar coexistindo.

Nós explicaremos de forma mais detalhada esses 3 conceitos, já que eles são essenciais para entender a relação dos animais quando uma sobreposição de nichos acaba ocorrendo na natureza.

Sobreposição de Nichos Ecológicos – Princípios

  • Exclusão competitiva

Exclusão Competitiva
Exclusão Competitiva

O princípio da exclusão competitiva ocorre quando dois organismos com nichos ecológicos exatamente iguais passam a viver no mesmo habitat. Nesse caso, essas espécies não podem/conseguem coexistir, já que elas precisarão dos mesmos recursos finitos para sobreviver.

Quando isso ocorre, dá-se início a uma competição pelos recursos e também pelo habitat. Nessa relação de sobreposição, sobrevive apenas aquele organismo que for mais forte e conseguir pegar todos os recursos, causando a extinção do mais fraco.

Um exemplo: os organismos Paramecium aurelia e Paramecium caudatum possuem nichos ecológicos exatamente iguais. Quando armazenados em tubos de ensaio diferentes eles crescem de forma saudável e prosperam; mas ao serem criados juntos, o Paramecium aurelia tende a ser mais forte e conseguir mais alimento, fazendo com que o Paramecium caudatum seja extinto.

  • Compartilhamento de Recursos

A exclusão competitiva não é uma regra no reino animal e pode muito bem sem evitada quando os organismos conseguem fazer um compartilhamento de recursos, compartilhamento esse que acaba permitindo as espécies de coexistirem.

O compartilhamento de recursos pode acontecer em dois casos específicos:

Em primeiro lugar, quando dois organismos possuem nichos ecológicos parcialmente diferentes. Ou seja, possuem horário diferente para comer, se alimentam de forma diferente, vivem em outro local, suportam temperaturas diferentes… tudo isso faz com que a coexistência deles seja possível e os recursos sejam compartilhados.

Em segundo lugar, quando dois organismos vivem juntos mas um dos organismos está em processo de evolução. A sobreposição de nichos tende a diminuir a oferta de alguns elementos, e ao evoluir o animal para de sentir falta desses elementos e começa a utilizar outros. Nesse caso, o animal que não evoluiu se mantém no mesmo nicho original e os recursos passam a ser compartilhados entre os dois.

Um exemplo: os lagartos Anolis de Porto Rico evoluíram e atualmente possuem habitats diferentes, com hábitos alimentos diferentes e, consequentemente, com uma sobreposição de nicho ecológico bem menos agressiva.

Os Conceitos de Nicho Fundamental e Nicho Realizado

Por conta do partilhamento de recursos que ocorre, o nicho ecológico das espécies acaba mudando um pouco. Com o passar do tempo, a sobreposição faz com que o nicho deixe de ser fundamental e se torne realizado.

Nicho fundamental: engloba as condições perfeitas para a existência de um organismo, desde os alimentos disponíveis até mesmo a temperatura do local e a hora que amanhece e anoitece.

Com o passar do tempo, o organismo vai se adaptando às condições com as quais vive e o nicho fundamental se transforma em nicho realizado.

Nicho realizado: o nicho realizado diz respeito a como o animal realmente vive, ou seja, se ele precisaria comer 1kg de carne por dia no nicho fundamental, talvez ele esteja comendo 800g no nicho realizado pois as outras 200g estão sendo divididas com outro organismo.

Portanto, o conceito de nicho realizado encontra-se dentro do conceito de nicho fundamental; pois apesar dos recursos serem mais limitados na prática, a maioria deves ainda deve atender as necessidades do nicho fundamental para que o animal consiga sobreviver.

Quem diria que tudo isso ocorre a nossa volta? Nós também coexistimos com todas as outras espécies de animais, porém, não possuímos as mesmas necessidades biológicas e por isso a sobreposição não ocorre e podemos viver em harmonia na natureza.

Não conhecia o conceito de sobreposição nicho ecológico, se interessou e quer saber um pouco mais sobre esse assunto? Sem problemas! Leia também: Exemplos de nichos ecológicos

Veja também

Homens Carregando Javali Morto

Caça de Javali no Brasil: Por que é Legalizada? Quais as Causas e Efeitos?

O javali é um mamífero originário da Europa que foi introduzido no Brasil por vontade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *