Home / Natureza / Pseudobulbo Orquídea: O Que São? Elas Têm?

Pseudobulbo Orquídea: O Que São? Elas Têm?

As orquídeas são flores, que na maioria das vezes, não possuem aromas característicos, e são amplamente utilizadas para ornamentação de ambientes internos e ambientes externos.

Muitas pessoas utilizam a orquídea na decoração da sala de estar, do quarto, cozinhas e outros móveis, além também de utilizarem a orquídea para dar aspectos vibrantes a um jardim, pois as orquídeas são consideradas uma das flores mais belas do mundo.

As orquídeas demonstram ser flores altamente duradouras, se plantadas de forma correta em ambientes que possibilitam seu desenvolvimento completo, e isso, atrelado a sua beleza, fazem a orquídea ser uma das maiores opções na hora de se ter plantas dentro de casa ou fora de casa.

Além das cores e formas das pétalas, as orquídeas se distinguem bastante através de seus pseudobulbos, que podem ter variadas espessuras, indo de milímetros até 10 ou 15 centímetros, e de um centímetro até um metro de comprimento.

Aproveite e conheça mais sobre as orquídeas e suas funções, acessando:

Quanto Tempo Uma Orquídea Dura?

Tipos de Orquídeas E Espécies Representativas

– Tamanho Ideal De Vasos Para Orquídeas

– Como Fazer Um Terrário para Orquídea

O Que São Pseudobulbos E Para Que Eles Servem? Eles Têm Alguma Função?

Pseudobulbos
Pseudobulbos

Diferentemente da maioria das outras flores, as orquídeas não nascem, necessariamente, de sementes e raízes plantadas, mas sim dos chamados pseudobulbos.

As orquídeas nascem dos pseudobulbos que se desenvolvem de maneira escondida entre as folhas, que dentro de pouco tempo começam a entumecer (ou inchar) e então começam a se expandir e reproduzir de forma conspícua.

Esses pseudobulbos são locais onde a planta armazena água e nutrientes para alimentar bem a orquídea, e esse é um dos principais motivos que torna a orquídea uma planta de fácil cultivo.

Além de poder oferecer um ambiente propício para a orquídea, os pseudobulbos irão assegurar seu desenvolvimento, coletando água e nutrientes da terra, exclusivamente para a flor, principalmente em reproduções fora de época, como no inverno, possibilitando que a orquídea floresça plenamente na primavera.

Os pseudobulbos possuem apenas uma função: vigor.

O objetivo dos pseudobulbos é fazer a orquídea florescer perfeitamente bem, para que a mesma possa ser polinizada, e por isso irão estar sempre em constante avanço, crescendo como raízes que irão tomar conta do vaso onde estão instalados.

É nesse momento que muitas pessoas cometem erros, podando os pseudobulbos para que eles não cresçam mais. Porém, a poda do pseudobulbo, se feita de forma incorreta, irá comprometer a flor para sempre. Acompanhe a seguir a forma certa de fazer a manutenção dos pseudobulbos das orquídeas.

Como Fazer A Manutenção Dos Pseudobulbos. É Certo Cortar?

É comum que as pessoas pensem em podar os pseudobulbos, já que as orquídeas crescem em dois formatos: o formato monopodial, que é um formato mais brando e padronizado, crescendo para cima, com o caule em posição vertical e várias folhas de espalhando de maneira horizontal.

O outro formato é a forma mais comum de crescimento dos pseudobulbos, que é a forma semipodial, apresentando formas irregulares e variadas, crescendo tanto de forma vertical quanto de forma horizontal.

Com a ideia de criar a orquídea de forma padrão, ou dentro do vaso designado, as pessoas tendem a podar os pseudobulbos que se excedem, achando que eles são nada menos do que folhas.

A poda incorreta do pseudobulbo irá criar uma corrente de desafios para a orquídea se desenvolver, atrapalhando-a no processo de crescimento.

Portanto, a orquídea precisa crescer normalmente, e a poda dos pseudobulbos só deve acontecer quando as mesmas aparentarem aspectos secos, precisando ser removidos.

Pseudobulbos Enrugados: Por Que Isso Acontece?

É muito comum, também, que as pessoas se questionem sobre os pseudobulbos de algumas orquídeas crescerem com o aspecto enrugado.

Qualquer espécie de orquídea que possuir pseudobulbos enrugados, significa que estão sofrendo com a falta de hidratação, e por não é uma característica normal da planta.

É possível que orquídeas diferentes, plantadas na mesma terra, apresentem aspectos lisos e enrugados, e isso faz muitas pessoas acharem que é algo normal.

Apesar de ser natural, não é a forma ideal de cuidar de uma orquídea. Se a orquídea apresentar pseudobulbos enrugados, ela necessitará de cuidados com as regas, para não continuar desidratada, ao mesmo tempo em que há a necessidade de não exagerar nas regas, pois o solo nunca pode ficar encharcado.

Além do solo não poder ficar encharcado, é importante saber que as áreas a serem regadas devem ser somente a terra e os pseudobulbos, e nunca as flores.

Todas As Orquídeas Possuem Pseudobulbos?

Sim. Algumas flores da espécies do gênero paphiodelium, por exemplo, são orquídeas que nascem a partir da semente, e por isso não possuem pseudobulbos ou pseudobulbos evidentes, porém, não são todas, pois algumas espécies do mesmo gênero ainda apresentam pseudobulbos.

Estágios Do Desenvolvimento Dos Pseudobulbos

Os pseudobulbos se desenvolvem em 4 estágios.

O primeiro estágio já é observável, pois é onde vários pseudobulbos começarão a aparecer perto da raiz, debaixo das folhas, em formas circulares, parecendo pequenos ovos verdes. Muitas vezes, nessa fase, os pseudobulbos se desenvolvem se entrelaçando nas raízes.

O segundo estágio é o desenvolvimento da área entumecida, que começa a se expandir para os lados e para cima, sempre acompanhadas de grossas camadas de folhas chamadas de bainhas, que servem para proteger o pseudobulbo.

Desenvolvimento Dos Pseudobulbos
Desenvolvimento Dos Pseudobulbos

Assim como no primeiro passado, o pseudobulbo se torna parte do substrato da planta, se envolve com as raízes (essa ligação não ocorre sempre, pois têm vezes em que a raiz se desenvolve antes, e vice-versa).

No terceiro passo, os pseudobulbos já adquiriram a aparência de olha completa, subindo verticalmente ou se espalhando horizontalmente. Os pseudobulbos não podem ser podados nessa fase de desenvolvimento.

Por último, a quarta fase apresenta o desenvolvimento completo da folhagem, com tamanho e espessura final, além de ser nessa fase que novos pseudobulbos começarão a brotar, assim como as espatas e as flores da orquídea.

O quarto passo é o processo final do desenvolvimento completo do pseudobulbo da orquídea, sendo esse momento determinante em relação aos cuidados, como a rega e exposição a ambientes onde a planta possa ser bem nutrida.

Veja também

Roseiras: Como Fazer Mudas? Qual A Melhor Lua?

Afinal, qual o propósito em se ter umas roseiras e várias mudas de rosas? Bem, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *