Home / Animais / Tudo Sobre Animais que Vivem no Fundo do Mar

Tudo Sobre Animais que Vivem no Fundo do Mar

Todos sabemos que a natureza é extremamente diversificada e traz consigo diversas surpresas, principalmente quando falamos em fundo do mar. Isso porque o fundo do mar ainda é um mito para muitas pessoas; um local desconhecido onde espécies misteriosas habitam e palco utilizado para diversos livros e filmes de terror.

A verdade é que, apesar de todos os mistérios que ainda existem (que são muitos), já se sabem algumas coisas sobre o fundo do mar e os animais que vivem nele; já que as expedições com mergulhadores são cada vez mais frequentes e a ciência está em constante avanço. Porém, é importante lembrarmos que apenas 5% do fundo do mar já foi estudado pelo ser humano, e por isso toda informação é preciosa.

Portanto, no artigo de hoje iremos te mostrar um pouco mais alguns dos animais que vivem no fundo do mar, assim você saberá quais são as características físicas e biológicas desses animais, seus hábitos e muito mais!

Características Dos Animais Que Vivem No Fundo Do Mar

Apesar de muito diferentes, podemos constatar que os animais que vivem no fundo do mar podem apresentar algumas características parecidas por conta do ambiente no qual eles vivem; as melhores palavras para definir esses animais seriam “estranhos” e “diferentes”. Muitas vezes, os monstros que vemos representados em filmes nada mais são do que animais que habitam a zona abissal.

Por conta das condições de pressão que comprimem o corpo (e se torna mais forte quanto mais fundo você vai no mar) e da falta de luminosidade (que também se torna mais forte quanto mais fundo você vai), os animais do fundo do mar possuem algumas características em comum à maioria. Como por exemplo:

  • Bioluminescência: os animais desse habitat tendem a possuir sua própria luz. Quando presente nas antenas, ela é utilizada como uma forma de atrair presas; e quando presente no corpo, ela é utilizada como uma forma de se proteger. Tudo isso por conta de uma bactéria presente no corpo, que produz essa luz própria.
  • Gigantismo: animais que vivem no fundo do mar tendem a ser gigantes, na zona abissal é possível encontrar artrópodes com quase 2 metros de comprimento e alguns crustáceos que chegam a medir 3 vezes mais o seu tamanho normal, e esses são apenas alguns exemplos.
  • Cegueira: por conta do excesso de escuridão, os olhos não são muito úteis para a maioria dos animais, e por isso, eles tendem a atrofiar e levar à cegueira com o passar do tempo.

Essas são apenas algumas características que podemos citar quando falamos sobre esses animais tão diferentes, mas vamos agora ver de forma específica alguns dos animais que habitam o fundo do mar.

Peixe-Ogro

O peixe-ogro (o único da família Anoplogastridae) apresenta uma característica física típica do fundo do mar: seus dentes são desproporcionais ao resto do corpo; ou seja, muito maiores do que os dentes de um peixe normal. Ao mesmo tempo, ele destoa um pouco da maioria das espécies da zona abissal: não possui bioluminescência e caça de forma diferente.

Por não possuir bioluminescência e medir no máximo 20 centímetros de comprimento, esse peixe caça por meio do ataque surpresa. Ele tende a ficar no escuro esperando uma presa, e nesse caso, a bioluminescência atrapalha muito o animal que será caçado.

Verme-de-Pompeia

O verme de pompeia (espécie Alvinella pompejana) também não possui o gigantismo típico dos animais do fundo do mar, já que seu corpo chega a medir no máximo 15 centímetros de comprimento. Porém, ele tem uma característica muito peculiar: apresenta diversos tentáculos localizados na cabeça e toda a extensão do seu corpo possui pelos.

Por viver nas fossas oceânicas (perto de paredes vulcânicas) o verme de pompeia está acostumado com temperaturas muito quentes e sobrevive até um máximo de 80°C, uma temperatura extremamente alta para o normal do fundo do mar.

Amphipodes

Os Amphipodes são um excelente exemplo de como o gigantismo funciona no corpo dos animais do fundo do mar. É importante lembrarmos que nem todo animal com gigantismo será realmente gigante, isso porque muitas vezes a espécie é minúscula em outras condições e, mesmo sofrendo com o gigantismo, será pequena comparada ao ambiente em que vive.

Esse é exatamente o caso dos Amphipodes: em outros espaços naturais, o animal mede geralmente 1 polegada e pode até mesmo ser quase invisível à olho nu. Porém, a 6 quilômetros abaixo do nível do mar, o Amphipode chega a medir 30 centímetros de comprimento; logo ele é extremamente maior do que seu tamanho normal, mas ainda pequeno para o normal do fundo do mar.

Calamar de Cristal

O Calamar de Cristal recebe esse nome pois seu corpo (em formato redondo e com pequenos tentáculos ao longo de toda a sua extensão) é completamente transparente, se assemelhando a um peixe feito de cristal.

Essa espécie possui algumas diferenciações bem abrangentes e por isso se torna muito interessante para o estudo de características físicas e hábitos. Enquanto alguns exemplares vivem no fundo do mar, outros são capazes de viver na superfície; e enquanto alguns possuem apenas alguns centímetros, outros podem apresentar o gigantismo do fundo do mar e medem até 2 metros de comprimento.

Esses são apenas alguns exemplos de animais que vivem no fundo do mar. Como já dissemos, diversas espécies desse habitat já são muito conhecidas e estudadas pela Ciência; porém, ao mesmo tempo muitas espécies ainda são desconhecidas e alvo de muita curiosidade não apenas da Ciência, mas das pessoas comuns que se interessam por assuntos de Biologia (mais especificamente Zoologia).

Essa falta de conhecimento ocorre principalmente por conta das dificuldades naturais do local, a pressão e a falta de luminosidade são fatores que dificultam muito as pesquisas e tornam todo o processo mais lento… Portanto, é necessário algum tempo para que novas descobertas sejam feitas nesse lugar tão mágico, sombrio e ao mesmo tempo muito misterioso que é o fundo do mar!

Se interessou pelo fundo do mar e quer saber mais informações sobre os animais que habitam ele? Sem problemas! Leia também: Estrela do mar 9 pontas – características, nome científico e fotos

Veja também

Galinha Modern Game: Características, Ovos, Como Criar e Fotos

Não, não estamos falando de um joguinho de vídeo game, e nem de algum novo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *