Home / Animais / Tudo Sobre a Ariranha: Características, Nome Científico e Fotos

Tudo Sobre a Ariranha: Características, Nome Científico e Fotos

A ariranha é um animal que pertence à mesma família das doninhas e dos texugos, essa é uma família que faz parte os animais que habitam em diversas partes da Terra e todos os mamíferos que pertencem também a ordem dos carnívoros. Ela é considerada o maior animal existente conhecido que faz parte da família Mustelidae e também um dos maiores animais carnívoros que habitam o continente sul americano. A ariranha é considerada um animal mamífero bastante típico da fauna brasileira, porém como vimos, ela também pode ser encontrada em outros países que fazem parte do continente sul americano. E essas também podem ser conhecidas e chamadas de lontra gigante ou também de onça da água. São consideradas animais que possuem hábitos semiaquáticos, ou seja, elas são animais que vivem durante um tempo dentro da água e depois ficam por um tempo na superfície terrestre. Como citamos a pouco, elas também são mamíferas carnívoras e sua dieta alimentar vai ser composta principalmente de peixes.

Nesse texto você vai poder ler mais sobre o nome científico da ariranha, como que ela é classificada cientificamente e quais as características delas que fazem com que elas pertençam a cada grupo. Também iremos falar sobres as principais características desse animal, como por exemplo, qual é o formado de seu corpo, qual é seu tamanho e peso médio, de que cor é sua pelagem, do que elas se alimentam (além de peixe ou qual é o tipo de peixe que elas mais comem) e em quais lugares específicos elas mais habitam. Vamos explicar como é o comportamento delas perto de humanos e perto de outros animais, como ocorre a reprodução e quando tempo ela demora, vamos explicar quais são as principais diferenças entre uma lontra e uma ariranha e por que elas são muito confundidas uma com a outra e para completar vamos citar algumas curiosidades e fatos interessantes sobre as ariranhas.

Nome Científico e Classificação Das Ariranhas

Como já citamos acima as ariranhas são conhecidas popularmente não apenas de ariranha, mas também de lontras ou até mesmo de onças das águas ou de lobo das águas. Já o nome científico desse animal é Pteronura Brasiliensis e é desse modo que os cientistas e estudantes se referem a esse animal. 

Reino: Animalia

Claramente a ariranha vai pertencer ao reino Animalia, pelo simples fato dela ser considerada um e ser mesmo um animal. Esse é o reino que engloba todos os animais existentes, não importa se eles são terrestres, aquáticos ou se vivem no ar, todos fazem parte desse mesmo grupo. 

Filo: Chordata

A ariranha faz parte do Filo Chordata ou Cordado, esse é o grupo que engloba todos os animais que são vertebrados, que são tunicados ou os que são anfioxos., esses são colocados nesse grupo igual no reino citado acima, não importando se eles são aquáticos, terrestres ou se eles vivem no ar. Os animais que fazem parte desse grupo são principalmente caracterizados por possuírem uma simetria bilateral, um sistema digestório completo, fendas branquiais e um tubo nervoso dorsal. 

Classe: Mammalia

As ariranhas pertencem a Classe Mammalia, pois elas são animais vertebrados e que possuem glândulas mamárias e todas as fêmeas dessa espécie serão capazes de produzir leite que vai servir de alimento para os seus futuros filhotes. Essa classe também abrange todos os animais que possuem pelos ao longo de seus corpos. 

Ordem: Carnívora

Ariranha Comendo um Peixe Dentro do Rio
Ariranha Comendo um Peixe Dentro do Rio

São animais que pertencem à Ordem Carnívora, esse grupo vai englobar os animais que se alimentam principalmente de carne, também compreende os animais que possuem dentes fortes onde sua principal função vai ser destinada a cortar e inclui os animais que possuem quatro patas e garras em seus dedos. 

Família: Mustelidae

As ariranhas fazem parte da Família Mustelidae, essa família é constituída por animais que são mamíferos que pertencem à ordem carnívora. Os animais que fazem parte dessa família estão espalhados ao longo de todo o mundo, em todos os continentes, só tendo como exceção o continente da Oceania, e são animais que possuem entre um médio e um pequeno porte. 

Subfamília: Lutrinae

A subfamília que as ariranhas pertencem é chamada de Lutrinae, essa subfamília engloba 13 espécies de animais que são encontradas dentro de 7 géneros. Todas as espécies dos animais que fazem parte desta subfamília são nadadores e preferem viver ao longo dos litorais, dos rios ou dos lagos de lá. Elas possuem todos os dedos unidos por meio das membranas interdigitais, o fato dos dedos desses animais serem juntos facilita na hora deles nadarem. A espécie mais conhecida dessa subfamília é a própria ararinha, coincidentemente este texto é sobre ela mesma e foi inspirado no nome dela que surgiu o nome dessa subfamília, por meio de seu outro nome como ela também é conhecida “lontra”.

Gênero e Espécie Da Ariranha

O gênero que pertence à ariranha é Pteronura e o nome científico da sua espécie é P. brasiliensis.

Características Gerais Da Ariranha: Corpo, Tamanho e Peso Médio e Estimativa De Vida

As ariranhas são animais que possuem o corpo em um formato mais alongado, já a cabeça delas é de um formato mais oval, elas também possuem olhos grandes e orelhas que são consideradas pequenas. Elas apresentam pelos que são consistentes, bem agrupados e curtos, esses pelos possuem uma cor mais puxada para o castanho, porém quando o animal se molha seu pelo fica parecendo ser de uma cor bem mais escura do que realmente é, e ao longo do corpo da ariranha é facilmente encontrado algumas manchas esbranquiçadas, principalmente na região onde se encontra o seu pescoço (falaremos mais dessas manchas na parte de curiosidades sobre o animal). 

As ariranhas são animais que podem chegar a medir até 1 metro e sua cauda consegue atingir um tamanho máximo de 70 cm. Essa longa cauda, que também é achatada e bem musculosa, facilita a deslocação nos rins desse animal. Além disso, elas também possuem patas que são consideradas curtas e seus dedos estão todos interligados por meio de uma membrana.

Ariranhas Dentro das Água
Ariranhas Dentro das Água

Os machos que pertencem a essa espécie normalmente são maiores e mais pesados que as fêmeas. O peso médio dos animais que pertencem a essa espécie é de 35 kg. Para os machos o ideal é possuir um peso entre 30 a 45 kg e um tamanho de 1, 50 a 1, 80 metros de comprimento. Enquanto para as fêmeas o ideal é pesar entre 25 a 30 kg e possuir um tamanho que pode ir de 1, 40 a 1, 70 metros de comprimento. Esse animal está na posição como o maior animal em comprimento que pertence à família Mustelidae. As ariranhas possuem uma estimativa de vida até que considerável se ela for comparada com os outros animais que pertencem a sua família, como por exemplo, o texugo. A estimativa de vida desses animais é em torno de até 11 anos de idade, porém esse número varia conforme o animal habita seu habitat natural ou se vive em cativeiros, acredita-se que as ariranhas consigam viver até 9 anos a mais vivendo em cativeiro, isso ocorre pelo fato delas não terem que se desgastar fugindo de seus predadores e por não sofrerem as consequências da caça. 

Características Gerais Sobre a Ariranha: Do Que Elas Se Alimentam?

As ariranhas são animais carnívoros, ou seja, animais que possuem como sua alimentação principal a carne. Ela é um animal que quando há abundância de alimento em seu habitat possui uma alimentação mais específica, tendo uma dieta alimentar formada principalmente por peixes, esses que podem ser um caracídeo, uma traíra ou até mesmo uma piranha. Quando ocorre escassez de alimento no local onde elas estão habitando, elas mudam suas dietas alimentares e se tornam mais oportunistas, quando isso ocorre elas começam a caçar para comer pequenos jacarés e cobras, essas cobras podem até mesmo ser pequenas sucuris. Além desses alimentos elas também costumam se alimentar de moluscos e crustáceos que forem encontrando ao longo do rio onde vivem, e elas podem se alimentar também de aves aquáticas, de répteis, de invertebrados e de ovos.

Quando se encontram em seu habitat natural as ariranhas são encontradas como predadores no topo da cadeia alimentar. Elas preferem viver e caçar alimento quando estão pertencendo a grupos, esses grupos nos quais podem possuir até dez participantes. Para obterem seus alimentos, elas mergulham para dentro da água e capturam ele segurando com a ajuda da boca, então ela vai até a superfície da água para conseguir comer com tranquilidade.

Elas sempre vão ingerir o alimento quando se encontram fora da água e sua mordida é extremamente forte, isso ajuda as ariranhas a conseguirem matar, segurar e mastigar suas presas. Já quando elas querem mudar um pouco sua alimentação e ingerir um alimento diferente, elas optam por se alimentarem de aves, porém as que não são aquáticas. Para que elas consigam capturar as aves que não são aquáticas e que são bem maiores que elas, elas usam a tática de se agarrarem nas aves pelas suas patas e as levarem para o fundo do mar. Uma ariranha já na fase adulta de sua vida deve se alimentar de cerca de 2 kg de peixe por dia, por conta desta taxa ser considerada alta elas optam por viver em lugares mais preservados e em locais onde a oferta alimentar seja maior. 

Onde As Ariranhas Habitam?

Habitat da Ariranha
Habitat da Ariranha

Depois de termos falado sobre as principais características e sobre a dieta alimentar que as ariranhas possuem, chegou a hora de falarmos mais um pouco sobre seu habitat natural. As ariranhas são originalmente distribuídas ao longo de toda a floresta Amazônica, pela bacia do Paraguai e a do Paraná, pelo São Francisco e ao longo de outros rios que podem ser tropicais ou subtropicais. Elas também podem habitar os rios de outros países, esses países que podem ser por exemplo os rios do Peru, do Equador, da Bolívia, da Venezuela, da Colômbia, da Guiana, da Guiana Francesa e do Suriname. Antigamente era possível encontrar esse animal com mais facilidade nesses países vizinhos do Brasil, porém ao longo do tempo com a caça para comercialização por conta de sua pele ser considerada de bastante qualidade, a população dessa espécie diminuiu e fez com que as buscas atrás delas em outros países se tornasse um pouco mais complicada. Em específico no Brasil, elas podem ser facilmente encontradas na bacia do rio Amazonas, como citamos, e também na região que há o pantanal do Mato Grosso.

São animais que possuem hábitos semiaquáticos, por conta disso elas preferem habitar as margens das águas, para que possam fazer suas casas (tocas) bem na beirada. Quando elas habitam o Pantanal, elas se localizam ao longo dos corixos, das lagoas e dos rios que existem ali perto. A casa da ariranha é sempre feita perto de um barranco de algum dos rios em que ela vive, e para entrar em sua casa se agarra com a ajuda de suas unhas no barranco e vai se agarrando até chegar a porta. Além de fazerem suas casas em barrancos, elas também podem construir tocas embaixo de raízes de grandes árvores. Depois que passa da porta da casa, vem um corredor que leva até um salão, e é nesse lugar onde as ariranhas reúnem suas famílias, é considerado raro encontrar uma ariranha que possui o hábito de viver de forma solitária, geralmente elas vivem em grupos ou com suas famílias. 

De acordo com os biológicos, no mundo há cerca de 13 espécies diferentes de ariranhas ao longo do todo o mundo, porém apenas duas dessas espécies habitam o Brasil e seus países próximos. A ariranha (Pteronura Brasiliensis) e a lontra comum (Lontra Longicaudis). O habitat natural e preferido dessas duas espécies são regiões que sejam úmidas e que possuam rios, pântanos ou lagos de águas calmas para que elas possam entrar e passar boa parte do dia e que seja perto de florestas para elas terem onde ir caso a época de cheia dos rios comece um pouco antes do esperado. Essas duas espécies também vão viver bem próximas às margens dos rios ou lagoas e vão usar as raízes das árvores para fazerem suas tocas. 

Comportamento Das Ariranhas Perto Dos Humanos

Os ataques de ariranhas contra os humanos não são uma coisa muito normal de se acontecer, porém em 1977 foi registrado um caso de morte de um funcionário que trabalhava em um zoológico em Brasília. Neste caso o funcionário entrou no local onde as ariranhas estavam localizadas com o objetivo de salvar a vida de um menino que havia caído por acidente lá dentro. Ele conseguiu completar esse objetivo com sucesso e saiu de lá com vida, mas dias depois acabou que veio a falecer. Essa morte ocorreu por conta de uma infecção que foi passada para ele por meio das várias mordidas que ele levou quando entrou no recinto das ariranhas. Elas deviam ter se sentindo ameaçadas e o mordido para se protegerem. Esse foi considerado um caso a parte de ataque das ariranhas contra os humanos, pois estudos mostram que os animais que pertencem a essa espécie não possuem o hábito de atacarem os humanos e também quando estão nadando pelos rios elas não vão atrás de embarcações por conta da curiosidade. Esse foi o único caso registrado de um ataque de ariranha contra um humano.

Comportamento Das Ariranhas Perto De Outros Animais

Quando se encontra perto dos humanos as ariranhas não costumam atacar, apenas quando se sentem ameaçadas, porém este comportamento vai mudar completamente quando ela se encontrar perto de algum outro animal. Elas podem ser animais que possuem um porte pequeno e um rosto que pode parecer até que um pouco amigável, mas quando está de frente com outro animal a ariranha não se resguarda e se ela estiver com vontade de brigar ou se por acaso se sentir ameaçada, ela vai para cima com tudo e muito segura de si própria. É um animal que não tem medo de enfrentar o adversário e que possui muitas vitórias quando briga com outros animais. Elas possuem o hábito de viverem dentro de grupos e de não andarem muito sozinha, por conta disso, quando um indivíduo do grupo é atacado ou ameaçado todos os outros vão para cima do animal que está atacando o integrante do grupo. Essa união do grupo ajuda as ariranhas não perderem muitas brigas e as ajuda também a nunca estar desprotegida por completo. 

Ariranha Fotografada de Frente
Ariranha Fotografada de Frente

Hábitos Que Esses Animais Possuem

Como já falamos aqui em cima, as ariranhas não possuem o hábito de viverem muito sozinhas, grande parte dos animais que pertencem a essa espécie fazem parte de alguns grupo. Esses grupos podem variam na quantidade de integrantes, que pode ir de dois indivíduos até mesmo quinze. Todos os grupos vão possuir um casal dominante, que no mundo dos humanos seria mais como um rei e uma rainha. O grupo possui um lugar demarcado, onde se encontra a casa dos integrantes. Eles demarcam o espaço deles através de odores que são considerados fortes. Esse odor vai servir de aviso para outras ariranhas e também para outros animais de outras espécies que lá naquele local há um grupo de ariranhas, esse aviso serve para que nenhum animal se aproxima muito de suas tocas e para que ninguém faça um toca ou casa lá, desse modo retirando o grupo.

Outro hábito que as ariranhas possuem é de passar grande parte do dia nos rios que são de águas calma, elas ficam nadando e relaxando. Geralmente quando elas não estão caçando nem se alimentando elas estão passando um tempo relaxante nas águas que correm perto de suas tocas.

Temperamento Das Ariranhas

Como já citamos, são animais que com toda certeza não possuem medo de seus inimigos e que se entrarem em uma briga vão estar lá lutando bravamente e com garra até o fim. Porém os ataques a outros animais é mais comum apenas quando elas querem se alimentar ou quando ela se sente ameaçado por este animal. Já o convívio de uma ariranha com outra é considerado bom, pois elas optam por viver em grupos para que uma possa proteger a outra e nesses grupos geralmente há muita união e parece que esses grupos se foram e seguem a famosa frase “um por todos e todos por um”, pois se um indivíduo do grupo entrar em uma briga e precisar de ajuda, o seu grupo estará lá para ajudar. 

Reprodução Das Ariranhas: Quando Tempo Dura e Quantos Filhotes Podem Nascer De Uma Só Vez?

Agora nós vamos falar um pouco sobre a reprodução das ariranhas, mais especificamente quanto tempo essa gestação dura, quantos filhotes podem nascer a cada gestação e com quantos anos as fêmeas e os machos atingem a maturidade sexual. As ariranhas são animais mamíferos que atingem a maturidade sexual quando estão por volta de seus dois anos a três anos de vida e as fêmeas vão conseguir se reproduzir até possuírem por volta de 11 anos de idade, já os machos vão conseguir se reproduzir até completarem seus 15 anos. As fêmeas geralmente engravidam com quatro anos. A gestação das ariranhas é uma gestação difícil de ser estudada pois elas cuidam muito bem de seus filhotes, os criam dentro de suas tocas e não deixam que nada chega perto deles.

Quando ela se encontra na época reprodutiva elas se tornam animais mais agressivos e não ficam muito dispostas para brincarem com os outros ou para se alimentarem. Normalmente elas vão entrar nessa época reprodutiva apenas uma vez por ano, porém se ocorrer delas perderem o filhote por algum motivo, elas até podem conseguir engravidar novamente se ocorrer outro cio durante o mesmo ano e o cio delas dura em torno de 7 até 10 dias. A gestação delas durará em torno de 60 a 70 dias e pode nascer entre 1 até 5 filhotes para cada ninhada, as fêmeas darão à luz aos seus futuros filhotes dentro de suas tocas, onde elas provavelmente se sentem mais confortáveis.

Esses filhotes só saíram de suas tocas quando estiverem em torno de suas duas a três semanas de vida. Mesmo depois de poderem sair de suas tocas eles não entraram ainda no ambiente aquático, eles só começaram a tentar capturar peixes na água depois de atingir em média os seus dois meses e meio de vida. A mãe desses filhotes só irá parar de amamentar eles quando estes atingirem cerca de nove meses de vida. E quando estes atingirem em média 10 meses já vão poder sair para caçar juntamente com seus pais. Enquanto eles não podiam sair de suas tocas as mães desses filhotes treinavam eles para as caças e levavam as presas para eles se alimentarem dentro das tocas. Esses filhotes irão continuar dentro do seu grupo familiar até atingirem cerca de 2 a 3 anos de idade depois que esse período acabar eles vão poder sair para iniciar um novo grupo ou continuar no mesmo a que já pertence. Porém esse número não é sempre muito concreto, algumas famílias de ariranhas deixam que seus filhotes saiam do grupo quando completam por volta de um ano e meio e desse modo eles vão criar seus próprios grupos e se tornar independentes mais cedo. 

Estado De Preservação Das Ariranhas: Correm Risco De Extinção?

Antigamente as ariranhas eram animais que podiam ser encontrados facilmente ao longo de toda a América do Sul, porém hoje em dia essa realidade mudou e muito, cerca de 80% da população de ariranhas que viviam em sua distribuição original foi extinta. Hoje em dia a maior parte da população de ariranhas estão vivas graças às medidas de proteção aos animais que pertencem a essa espécie, essas medidas foram tomadas nos países como o Brasil, Equador, Colômbia, Peru e Venezuela. Essas medidas de proteção tomadas pelos países citados acima seria a criação de área de proteção para que essa espécie de animal pudesse habitar tranquilamente. Mesmo com essas medidas de proteção, as ariranhas ainda tem que disputar seu alimento, que é principalmente o peixe, com os pescadores, esses que no fim acabam capturando elas.

Ariranha Fotografada Com a Cabeça Pra Fora da Água
Ariranha Fotografada Com a Cabeça Pra Fora da Água

Contudo, o motivo principal dessa espécie de animal está praticamente extinta é a caça. Outro fator que agravou bastante na extinção das ariranhas foi a perda de habitat natural que elas sofreram. Com o desmatamento das florestas tornando se algo recorrente, com a urbanização cada vez indo mais além e outras atividades econômicas que acabaram afetando o habitat no qual elas viviam e consequentemente diminuindo a espécie. A mineração também acabou por afetar os habitats das ariranhas por poluir os rios com mercúrio, por conta disso as matas ciliares (vegetação existente ao longo da margens dos rios) acabou sendo poluída e destruída e é nessas matas que essa espécie de animal prefere habitar. Hoje em dia as ariranhas são encontradas apenas ao longo da Bacia Amazônica e ao longo do Pantanal. Em outras localidades da América do Sul elas até podem ser encontradas porém vivendo em grupos pequenos e isolados de todo o contato com os humanos. 

Diferença Entre Uma Lontra E Uma Ariranha

Como dizemos no começo desse texto as lontras e as ariranhas são dois animais diferentes porém que possuem várias semelhanças que podem ser confundidas facilmente quando as pessoas não sabem quais são as suas principais diferenças, por conta disso nessa parte do texto iremos citar quais são as principais diferenças entre um animal da espécie da ariranha e um animal da espécie da lontra. A maior diferença entre esses dois animais são a média de tamanho e a de peso, os animais da espécie das ariranhas podem chegar a medir até 1, 70 metros enquanto os animais da espécie da lontra conseguem chegar no máximo aos 1, 20 metros. E com o peso não é diferente, as ariranhas pesam em média 35 quilos já as lontras são mais leves e menores também pensando em média 25 quilos. Já quando o assunto é pelagem, os pelos presos à pele das lontras são mais cumprimentos e são levemente mais claros também quando comparado aos pelos das ariranhas. Outra diferença delas relacionada a pelagem, é o fato das ariranhas possuírem uma espécie de mancha com uma coloração mais esbranquiçada na região do pescoço, características que não se encontra nos animais da espécie da lontra.

Há diferenças nos hábitos desses dois animais também, diferenças que podem ser por exemplo o fato das ariranhas preferirem e optarem por conviver em grupos que podem possuir até 15 indivíduos, enquanto as lontras preferem e optam bem mais por levarem uma vida mais solitária, sendo raramente vista com mais animais de sua espécie, às vezes elas podem ser vistas com seus filhotes ou convivendo em casal caso esteja na época reprodutiva delas. O horário para saírem de suas tocas e aproveitam o tempo ou caçarem também é diferente, as ariranhas fazem todas as suas principais atividades durante o dia em plena luz do sol, já as lontras preferem fazer tudo o que necessitam fazer durante a noite, sendo guiadas pela luz da lua. O habitat delas também são um pouco diferente, as ariranhas vivem mais em lugares mais abertos e rios maiores enquanto as lontras preferem ter um estilo de vida mais tranquilo, desse modo elas vivem em lugares mais fechados e em rios ou lagos menores.

Falando em habitat, o local do continente onde elas habitam também é diferente, enquanto as ariranhas vivem somente no continente da América do Sul, as lontras estão mais espalhadas e podem ser encontradas tanto no continente da América do Sul quanto no da América do Norte, ou seja, as lontras são uma espécie que estão geograficamente mais distribuídas quando comparadas as ariranhas. Além de todas essas diferenças elas também possuem semelhanças, essas que podem ser como por exemplo o fato de pertencerem à mesma família e a mesma subfamília e outra semelhança, porém essa é triste, é que tanto uma quanto a outra estão sendo ameaçadas de extinção.

Curiosidades E Fatos Interessantes Sobre a Ariranha

Agora confira uma lista com algumas curiosidades sobre as ariranhas.

  • Pesquisas e estudos apontam que somente durante a década de 60 foram obtidas pelo Brasil cerca de mais de 50 mil peles de ariranhas, essas conseguidas por meio das constantes caças. 
  • Mesmo que a utilização de pele desse animal tenha sido bastante reduzida, após o ano de 1980, várias espécies de ariranhas não conseguiram se recuperar e sair da zona de extinção ou risco dela. 
  • Hoje em dia, as ariranhas estão infelizmente perdendo de forma muito rápida seus habitats naturais. 
  • Esse animal é considerado o maior dentro da ordem carnívora semi aquática que vive no continente sul americano. 
  • As manchas que as ariranhas possuem em seus pescoços, são consideradas como se fossem as nossas digitais, pois elas são únicas para cada indivíduo. 
  • É estimado que as ariranhas comem por dia cerca de 10% do que equivale ao peso de seu corpo. 
  • Elas também são animais que apresentam a capacidade de vocalização.

Resumo Do Texto

A ariranha é um animal que pode ser conhecida popularmente por “lontra” ou por “onça das águas”, porém seu nome científico é Pteronura Brasiliensis. E também é considerada o maior animal que faz parte da família de animais Mustelidae. 

As ariranhas são animais que possuem um corpo alongado, uma cabeça com um formato mais oval, olhos e orelhas pequenas e uma cauda grande. Seus pelos possuem uma coloração castanha, porém quando o animal se encontra no estado de molhado, eles podem parecer mais escuros do que são. Nos pescoços desse animal existe uma mancha branca que possui um formato único em cada animal. A expectativa de vida delas podem aumentar em até 9 anos se viverem em cativeiro, e os machos geralmente são maiores e pesam mais que as fêmeas, o peso médio desse animal é 35 kg. 

A ariranha é um animal que pertence a ordem dos carnívoros, a alimentação dela varia de acordo com a quantidade de oferta de alimento que está no rio onde elas estão habitando. Quando há abundância de alimento a dieta alimentar delas se torna mais específica, tendo como base peixes como piranhas e caracídeos. Quando a oferta alimentar está reduzida elas se tornam mais oportunistas e se alimentam mais de jacarés e cobras, as cobras podem ser pequenas sucuris, também comem moluscos e crustáceos. E caso elas queiram mudar um pouco a alimentação, elas podem se alimentar de aves aquáticas. Quando elas vão comer, elas usam a tática de capturarem seus alimentos embaixo da água e subirem para a superfície para poderem comer sem que se engasguem com a água.

Ariranha Fotografa Caçando
Ariranha Fotografa Caçando

O habitat natural desse animal seria principalmente no Brasil e também ao longo de todo o resto do continente sul americano, porém conforme as caças em busca desses animais foram sendo praticadas e cada vez mais, a população da espécie veio a diminuir, fazendo com que elas sejam encontradas agora apenas na região do Brasil, como na Amazônia e no Mato Grosso. Habitam essas regiões pois preferem viver em áreas úmidas e que possuam bastante rios, lagos ou pântanos. Elas são animais que possuem hábitos semiaquáticos e que preferem viver em rios que perto haja barrancos, onde elas possam construir suas tocas, desse modo, fazendo sua casa, elas também podem usar raízes de grandes árvores para fabricarem suas tocas. A casa desse animal possui um grande corredor que leva para um enorme salão, esse salão é onde toda a família ou grupo será reunida.

O comportamento das ariranhas perto dos humanos é normal, elas só vão atacar caso se sintam ameaçadas. E quando elas se encontram perto de outros animais elas atacam e brigam sem medo, principalmente se por acaso ela se sentir um pouco desconfortável ou ameaçada. 

Elas são animais que possuem hábitos semiaquáticos, fazendo assim com que elas vivam no meio terrestre e nos rios também. Outro hábito que as ariranhas possuem é de viver em grupos, que podem ser o da sua própria família ou não. Os grupos que elas pertencem podem variar a quantidade de integrantes, que podem ir de dois até quinze participantes, esses grupos vão ser bastante unidos e quando um precisar de ajuda todos estarão lá. Elas optam por viver em grupos para que nunca estejam sozinhas e desprotegidas e o relacionamento entre os participantes dos grupos é considerado bom. Independente da ariranha viver em grupo ou solitária, ela vai marcar a região da sua casa através de um forte odor produzido por ela mesma, esse odor vai mostrar aos outros animais que lá já está habitado por algum grupo ou por algum animal. O temperamento desse animal é um temperamento forte, a ariranha é um animal que quando entra em uma briga luta bravamente até o fim e não se deixa abalar por qualquer coisa.

As ariranhas são animais mamíferas,que atingem a maturidade sexual por volta de seus dois a três anos de idade. As fêmeas geralmente começam a se reproduzir quando possuem cerca de quatro anos e param quando estão chegando aos onze, já os machos vão parar quando chegarem perto dos quinze. O cio das ariranhas dura entre 7 a 10 dias, a gestação pode durar entre 60 e 70 dias e em cada ninhada pode nascer de 1 até 5 filhotes. Esses filhotes vão nascer dentro de suas tocas onde suas mães se sentem mais confortáveis e eles vão sair de lá apenas quando tiverem em torno de duas a três semanas de vida, porém eles não vão logo entrar em contato com o ambiente aquático, o filhote só vai poder entrar nos rios e lagos quando completar em média dois meses e meio. Quando eles completarem dez meses já vão poder sair para caçar juntos com seus pais e se tornarão completamente independente quando tiverem dois ou três anos, depende do modo de criação da família.

Atualmente cerca de 80% da população de ariranha foi extinta, essa perda enorme foi causada pelo fato das caças atrás desse animal (por conta de sua pele) serem muito recorrentes e também a perda rápida do habitat natural delas. Os indivíduos dessa espécie conseguem viver agora com um pouco mais de tranquilidade graças ao projeto de proteção a esse animal feito pelo Brasil e por alguns de seus países vizinhos. Esse projeto consiste na formulação de áreas protegidas para que elas possam viver sem se preocupar com as caças.  Os fatores que mais agravam a extinção das ariranhas foram as caças, a grande perda de seus habitats e as indústrias de mineração que também não ajudou muito quando estava descartando mercúrio diretamente nos rios.

Quer saber mais sobre as ariranhas e conferir mais algumas informações sobre elas? Então acesse este link e confira mais um de nossos textos: Ficha Técnica da Ariranha: Peso, Altura, Tamanho e Imagens!

Veja também

Silky Terrier: Preço, Como Adotar e Onde Conseguir Um

O Australian Sikly Terrier ou Silky Terrier tem, à primeira vista, uma aparência muito semelhante …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *