Home / Animais / Quantas Picadas de Abelhas Podem Matar?

Quantas Picadas de Abelhas Podem Matar?

Afinal, Quantas Ferroadas de Abelhas Podem Matar Um Indivíduo?

Não existe certeza sobre quantas picadas de abelhas podem matar um ser humano. Para um alérgico, uma única ferroada pode ser fatal. Mas para um indivíduo comum, calcula-se que entre 500 e 600 ferroadas possam representar um risco de morte semelhante ao veneno da serpente mais venenosa.

E além disso, um ataque de centenas ou milhares de abelhas pode ser devastador, pois as suas consequências dificultam, e muito, um tratamento que salve a vida da vítima.

Uma abelha pode medir não mais do que 2mm. Elas são frágeis, não possuem uma aparência repugnante (como é comum nos insetos), são consideradas por algumas correntes científicas como “o ser mais importante na natureza” (devido ao fato de polinizar cerca de 70% das espécies vegetais do planeta), além de produzirem mel – um dos produtos mais saborosos e ricos em nutrientes que existem.

Até aqui só tivemos qualidades e benefícios! Mas o problema com esses serezinhos tão agradáveis, é quando eles precisam lutar pelas suas sobrevivências e defender os seus territórios!

É quando – não se sabe bem de onde – surge um verdadeiro batalhão de abelhas, que podem ultrapassar 200 ou 300 indivíduos; vindos de todos os cantos; aplicando ferroadas extremamente dolorosas e que podem matar, caso os seus danos não sejam tratados rapidamente.

Com 20 picadas um indivíduo com uma constituição mais frágil necessitará de atendimento médico urgente. Mas já houve casos de ataques com menor quantidade e que resultaram em quadros de choque anafilático, parada respiratória, complicações cardíacas, entre outras consequências dramáticas.

Logo, devido ao fato de não ser possível apresentar números definitivos sobre quantas picadas de abelhas podem matar um indivíduo, o recomendado é o atendimento o mais brevemente possível, a fim de que, não só se evite a possibilidade de morte como de alguns tipos de sequelas que poderão acompanhar um indivíduo por toda a sua vida.

O Ataque Como uma Luta Pela Sobrevivência!

O ataque de abelhas está diretamente ligado à necessidade que todo animal tem de defender o seu habitat natural – nesse caso, as colmeias.

Portanto, esse ataque só irá ocorrer nas proximidades de uma colônia – geralmente a partir de 300 metros da instalação de uma ou várias.

Como se sabe, elas são caracterizadas por abrigarem uma exército de pelo menos 60 mil indivíduos dispostos a defender a sua casa (e as espécies que ali se reproduzem) a qualquer custo.

Mas se isso não bastasse, elas possuem sensores capazes de perceber a presença de um invasor a pelo menos 30m, e, a partir daí, o que se vê é uma das cenas mais cômicas da natureza, com o intruso sendo perseguido por um bando delas por 300, 400 ou até 500 m de distância, até que realmente entenda quem é que manda no local.

Há relatos de perseguições de 100, 150, 200 abelhas, incansáveis, e que quando alcançam o inimigo dão preferência (não sabemos bem por quê) a um ataque nos rostos e lábios – deixando a vítima numa situação bastante deplorável.

Mas o pior é que esses ataques multiplicam-se. Cada uma faz questão de atingir a vítima entre 15 e 20 vezes; como se para certificar-se do efeito da sua neurotoxina.

É um ataque brutal!, que compromete a saúde do indivíduo, enquanto causa a morte da própria abelha, já que, ao penetrar o ferrão, deixa-o na pele do intruso – contendo todo o seu veneno –, juntamente com boa parte da essência que a mantém viva.

O veneno produzido pelas abelhas com ferrão geralmente contém melitina, hialuronidase, histaminas, fosfolipases – todas essas substâncias são capazes de causar reações alérgicas, diminuição da pressão sanguínea, destruição dos glóbulos vermelhos, danos aos tecidos afetados, entre outros traumas, principalmente quando injetadas em grandes quantidades.

Sintomas Acompanham as Quantidades de Picadas de Abelhas Que Podem Matar

Como dissemos, a quantidade de picadas de abelhas que podem matar um indivíduo irá depender da sua constituição física, médica e orgânica – ou mesmo da ajuda dos deuses.

Como no caso do texano Tom Mizell, por exemplo, que acreditou que aquele seria apenas mais um dia normal, em que venderia as suas frutas no meio da estrada, até que um enxame de abelhas, com proporções incalculáveis, simplesmente passou a persegui-lo e a ferroá-lo, impiedosamente, a ponto de torná-lo completamente irreconhecível para os seus familiares.

Prontamente levado ao hospital mais próximo, a surpresa: mais de 1.000 ferrões tiveram que ser extraídos de Tom, que para completar, tinha a idade de 81 anos – uma idade que, em condições normais, tornaria improvável a sua recuperação.

Mas ela ocorreu, e a contento! E por mais incrível que possa parecer, sem lhe deixar graves sequelas, como afinal seria de se esperar.

Sintomas Que Podem Levar à Morte

E dentre os principais sintomas das picadas de abelhas, estão: dor local intensa, inchaço, vermelhidão, isquemia, etc. Sintomas que, a depender da quantidade e predisposição do indivíduo, podem descambar para um quadro de náuseas, vômitos, vertigens, inconsciência momentânea, cianose (lábios e unhas azul-arroxeados), parada respiratória, distúrbios cardiovasculares, entre outros sintomas.

De acordo com os especialistas, a forma mais indicada de se evitar tal transtorno é só mesmo evitando a proximidade com um habitat natural das abelhas. Ou então certificar-se de que está a pelo menos 300m do local onde há colmeias sendo construídas.

No caso de ataque, o recomendado é correr até uma local de mata fechada, já que elas não são muito afeitas a um ambiente denso de floresta. Você poderá também cair na água, desde que saiba nadar ou tenha a precaução de um salva-vidas, que é o que lhe garantirá a sobrevivência aos ataques das abelhas – mas também a uma morte por afogamento.

Criança Alérgica a Picada de Abelha
Criança Alérgica a Picada de Abelha

Evite roupas escuras (que não se sabe bem por qual razão elas detestam), perfumes chamativos e muito doces – que da mesma forma as atraem -, movimentos bruscos ao perceber a presença delas, entre outras recomendações.

E, obviamente, jamais caia na tentação de atacar (ou mesmo manipular) uma colmeia. Pois saiba que ali poderá haver uma comunidade com até 150.000 serezinhos aguerridos, perseverantes, organizados e dispostos a tudo para defender o seu lar.

Caso queira, diga-nos o que achou desse artigo. E continue refletindo, divulgando, compartilhando, questionando e aproveitando-se das nossas publicações.

Veja também

Tipos De Abelhas Sem Ferrão

Você possui algum tipo de alergia? É provável que você possua pelo menos uma, mesmo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *