Home / Animais / Quais Praias Têm Tubarão no Brasil? Como Evitar um Ataque?

Quais Praias Têm Tubarão no Brasil? Como Evitar um Ataque?

Todos já sabemos que os tubarões são animais que impõem respeito e muito medo por onde passam; seja pelo tamanho ou seja por sua agressividade, o tubarão com certeza não é o animal mais querido de se ver quando o assunto é dar uma volta na praia ou surfar.

Apesar disso, devemos nos lembrar que nós é que estamos entrando no território do tubarão quando vamos à praia, e ao invés de tentar machucar o animal ao encontrá-lo, a melhor alternativa com certeza é escolher praias onde a visita de tubarões não é recorrente, assim todos podem aproveitar com segurança.

Porém, nem todo mundo sabe quais são as praias com ataques de tubarão mais frequentes no Brasil, ou muito menos como evitar um ataque caso ele acabe ocorrendo em um praia. O litoral brasileiro possui 80 espécies de tubarões, sendo que 12 já atacaram seres humanos ao longo dos anos.

Portanto, neste artigo queremos resolver esse problema. Vamos falar especificamente sobre quais praias têm visitas de tubarão mais frequentes no Brasil e como evitar um ataque caso você ou algum conhecido acabe sofrendo um! Continue lendo para saber tudo sobre o assunto.

Praia de Boa Viagem – Recife

Apesar de muitos não saberem, a zona litorânea do município de Recife é a parte que mais recebe ataques de tubarão em toda a América do Sul! Por isso, é muito importante estar bastante atento na hora de escolher uma praia para ir na cidade.

Por ironia do destino, a praia que mais sofre com ataques de tubarões é também a praia preferida das pessoas e a mais frequentada do município: a praia de Boa Viagem, local onde já ocorreram diversas mortes de bnanhistas que foram atacados por tubarões.

Na praia é possível ver diversas placas alertando as pessoas sobre os perigos presentes no local; por isso, caso você queira ir, é melhor ficar longe das regiões de risco dentro da água e também sempre estar atento aos arredores!

Espécies mais presentes: tubarão cabeça chata e tubarão tigre.

Enseada da Caieira – Fernando de Noronha

Fernando de Noronha é um arquipélago pernambucano que recebe milhões de visitas todos os anos, por se tratar de um destino internacional que atrai muitos turistas por conta de suas paisagens paradisíacas típicas do território brasileiro.

Apesar disso, em meio a todo o encanto existem perigos que devem ser evitados, principalmente na Enseada da Caieira. Essa área do arquipélago é muito famosa para a prática de mergulho, mas a verdade é que existem vários tubarões na área e, apesar do mergulho ser feito com a supervisão de profissionais, é bom ficar de olho e tomar cuidado na área.

Portanto, vale a pena procurar outras áreas do arquipélago para mergulhar, ou então se certificar bem de que você não está indo ao local durante a época de tubarões.

Praias do Rio de Janeiro

O estado do Rio de Janeiro é um destinos mais famosos de todo o mundo, principalmente por conta de todos os seus pontos turísticos e de suas praias paradisíacas conhecidas internacionalmente. Porém, no ano de 2018 o aparecimento de tubarões acabou assustando a população.

Em regiões como a Barra da Tijuca alguns tubarões apareceram na orla da praia, o que causou estranhamento na população e principalmente medo entre os banhistas. A verdade é que existem 5 espécies de tubarões vivendo no litoral carioca atualmente: serra garoupa, fidalgo, galha preta, cação baleeiro e cação galhudo.

Porém, não há tanto motivo para se preocupar. Em um intervalo de 100 anos ocorreram apenas 9 ataques de tubarão no estado do Rio de Janeiro inteiro. Mesmo assim, devemos sempre lembrar que não seria tão estranho assim aparecer um tubarão por aquelas áreas do Brasil.

Como Evitar Um Ataque De Tubarão?

Já te falamos quais são os 3 lugares propícios para o aparecimento de tubarões no Brasil, sendo que nas duas primeiras praias citadas o aparecimento de tubarões é bem comum e nas praias do estado do Rio de Janeiro o aparecimento dos tubarões é bem raro, apesar de poder acontecer.

Porém, mesmo assim imprevistos acontecem e você pode acabar indo viajar para uma praia de risco, por isso é essencial saber como evitar um ataque de tubarão da maneira correta e sem se desesperar. Para isso, basta seguir as dicas que daremos agora.

  • Distância: ao descobrir que você está em uma zona de risco, a melhor forma de prevenir um ataque é se mantendo longe da água;
  • Evite movimentos bruscos: caso você esteja mergulhando e se depare com um tubarão, se desesperar com certeza é a pior que você pode fazer. A melhor alternativa é se movimentar bem lentamente e levemente em direção à superfície, evitando chamar a atenção do animal;
  • Mergulhe em grupo: ainda no caso anterior, não mergulhe sozinho em áreas de risco. A melhor ideia (além de não entrar na água) com certeza é entrar na água em grupos, assim vocês podem observar o ambiente por todos os ângulos e conseguem prever uma possível aparição;
  • Horário e dia certos: os tubarões costumam caçar em momentos de menor luminosidade, ou seja, durante toda a noite, e no crepúsculo do amanhecer e anoitecer. Por isso, a melhor ideia é entrar na água apenas durante a tarde e manhã, e nunca em dias nublados, já que eles também são mais escuros;
  • Sangue: tubarões possuem um olfato extremamente aguçado, o que faz com que eles consigam sentir o cheiro de uma gota de sangue diluída em 100 litros de água, por isso nunca entre na água com machucados ou menstruando, isso irá atrair o animal;
  • Animais: por fim, mesmo que seu cachorro saiba nadar a melhor opção é não colocá-lo na água caso ataques de tubarões sejam frequentes na região, já que ele com certeza irá se movimentar de maneira agitada e isso chama a atenção do tubarão.

Com certeza após esse artigo você já se sente mais seguro, não é mesmo? Basta evitar as zonas de perigo e seguir as dicas que passamos que assim você com certeza estará seguro!

Quer saber um pouco mais sobre tubarões? Leia também em nosso site: Do Que é Coberto o Corpo do Tubarão? Eles Têm Escamas?

 

Veja também

Camaleão Rhampholeon

Camaleão Rhampholeon: Características, Nome Científico e Fotos

Entender mais sobre os animais que habitam o nosso planeta é entender mais sobre nós …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *