Home / Animais / Pug Cresce Até Quantos Meses? Com Que Tamanho e Peso Ficam?

Pug Cresce Até Quantos Meses? Com Que Tamanho e Peso Ficam?

O cão Pug é uma raça chinesa, que geralmente cresce até os 12 meses de idade (quando se tornam adultos), pode atingir um tamanho entre 30 e 35 cm e um peso entre 6 e 9 kg.

O que se sabe sobre as suas origens é que elas são as típicas de um raça nobre, que já no distante séc I a.C., era apreciada pela antiga nobreza, que lhes fazia todas as vontades, quase como se faz a um representante divino.

Mas essas lendas ou histórias acerca dessa raça não param por aí! Há registros de que eles seriam quase como entidades míticas, adoradas, tendo inclusive sido apontada como uma das espécies símbolo da cultura chinesa (por volta do ano 1.000 d.C.), e que por isso não poderia, em hipótese alguma, sofrer com maus tratos.

Vê-se que estamos falando aqui de uma raça de animais exóticos, cujo aspecto físico não deixa dúvidas sobre a sua originalidade!

O Pug ainda possui como características pernas curtas e grossas, com dobras que se distribuem pelo seu rosto e dorso, e que supostamente seriam o resultado de uma série de cruzamentos realizados entre cães da raça Pequinês, Lion Dog, Spaniel Japonês, entre diversas outras tão ou mais exóticas quanto estas.

O resultado foi o surgimento de uma pequena bola de pelos, atarracada, com um curioso rabinho enrolado, cheio de dobras pelo corpo, com uma singular cara de mau, e que, o melhor de tudo, não requer muitos cuidados; parece até que foram feitos para o ambiente compacto e restrito de uma apartamento.

Filhote de Pug

Mas desde que, obviamente, você atente para os cuidados relativos à limpeza dessa sua pequena montanha de dobras e de músculos, que costuma abrigar ali alguns micro-organismos, ou ser alvo de infecções leves devido à retenção de umidade.

Observadas essas particularidades, é só aproveitar a companhia de uma raça dócil, com poucas exigências, fácil de lidar, que não requer muito espaço, entre outras características desse “Cão Pai”, de acordo com as antigas tradições chinesas milenares.

Além das Características de Peso, Tamanho e Meses de Vida, Outras Peculiaridades do Cão Pug

Essa é, verdadeiramente, uma raça de cães nobres; nobres até mesmo nas peculiaridades referentes às suas origens! Basta saber, por exemplo, que eles, supostamente, estavam entre as inúmeras relíquias trazidas das “Índias” no distante séc. XVI pelos exploradores holandeses, admirados com tamanha riqueza de variedades de uma cultura, até então, totalmente desconhecida.

Os Pugs estavam entre essas singularidades trazidas do oriente, que ainda demoraria um pouco a ser reconhecida como uma raça nobre e pura pela American Kennel Club (em 1883), mas que, após o reconhecimento, tornou-se um dos favoritos por quem quer que apreciasse uma raça de cães brincalhona, dócil, amiga das crianças, equilibrada, exótica e simpática com as visitas.

Mas apesar disso bastante disposta a comprar uma boa briga em defesa dos seus donos; o que logo nos revela uma outra faceta dessa raça: a de um cão fiel, leal, corajoso e disposto a entrar nas piores enrrascadas para defender os seus donos!

 

Mas no que eles são imbatíveis mesmo é como cães de companhia! E adultos, Idosos e crianças terão certamente em casa um verdadeiro amigo, e que não costuma demonstrar qualquer hostilidade a uma visita.

O que se diz também é que o Pug é um cão que se adapta bem a mudanças de ambiente. Se o destino for uma fazenda, eles estarão lá, firmes e dispostos. Mas se a sua intenção for a de mudar para a praia, não tem problema! É só levá-los que lá eles se adaptarão perfeitamente bem.

Não havendo, portanto, desculpa para não tê-los como companhia; um grande trunfo que eles guardam, e com o qual garantem sempre um casa e o conforto de um lar.

Quais os Cuidados Devem ser Observados na Criação de um Pug?

O cão Pug é realmente uma singularidade! Apesar da expressão carrancuda, eles estão entre as raças que melhor convivem com outros animais de estimação.

Eles serão bons amigos. E o máximo que você ouvirá do seu Pug são alguns grunhidos, semelhantes a um rosnar singularíssimo, que é o sinal de que eles não estão para brincadeira nesse dia.

Os Pugs também possuem algumas peculiaridades com relação à sua capacidade de adestramento – à parte as que tratam do seu tamanho, peso, quantidade de meses até a idade adulta, entre outras especificidades.

E sobre ela (a sua inteligência), é importante saber que ele costuma figurar entre a posição 50 e 54 das mais de 80 raças listadas como as mais inteligentes, muito por causa da facilidade com que podem ser adestrados, a obediência a comandos após poucas repetições, e também por não constarem naquela famigerada lista dos cães mais teimosos dessa extravagante família Canidae.

Só deve-se dar uma atenção especial à sua curiosa tendência para obesidade, talvez por alguma reminiscência ancestral, ou por qualquer outra predisposição de caráter genético.

O que se sabe é que eles exigem uma certa atenção a esse tipo de singularidade, ainda fortalecido pelo seu apreço ao ambiente cômodo e preguiçoso de um apartamento, sem nenhuma (ou quase nenhuma) atividade física, onde ele possa apenas passar o dia a espreguiçar-se – aliás como é um direito de quem pertence à lista de cães com origens tão nobres.

A Saúde dos Pugs

Como dissemos, os Pugs não são o que podemos chamar de cães sensíveis. Na verdade eles são bem fortes, resistentes, com o seu singular aspecto atarracado, musculoso, firme, que alguns preferem chamar de feiura mesmo.

Mas que, para outros, são as suas marcas registradas; as características típicas de um cão exótico, incomum e que até pode ser comparado fisicamente a outros, mas não para os seus donos, que fazem questão de manter o status de nobreza que eles adquiriram com “tanto esforço”.

Outra coisa importante é atentar para alguns problemas de pele que poderão surgir devido ao acúmulo inevitável de umidade nas dobras da sua pele e focinho, que ainda costumam levar a transtornos respiratórios que não chegam a ser dramáticos.

 

Só cabe aqui o conselho para que você mantenha essa região sempre limpa; uma gaze ou um pedaço de algodão embebidos em álcool gel, em aplicações semanais, serão o suficiente.

Deve-se dar uma atenção especial também para uma tendência a desenvolver a otite canina, em razão de predisposições genéticas.

Também atentar para a limpeza dos seus olhos, curiosamente saltados, e que por isso exigem algum cuidado. E no mais é só aproveitar-se da companhia de uma das raças mais dóceis e fáceis de cuidar nessa comunidade canina, que possui extravagâncias para todos os gostos, mas nada que se comparem à nobreza e excentricidade dos cães Pugs.

Caso queira, deixe a sua opinião sobre esse artigo e aguarde as nossas próximas publicações.

Veja também

Predador Do Morcego: Quem São Seus Inimigos Na Natureza?

Que o morcego é um animal assustador e com fama de mau, todos nós sabemos. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *