Home / Animais / Onça Pintada em Extinção? Por Quê? Qual o Grau de Risco?

Onça Pintada em Extinção? Por Quê? Qual o Grau de Risco?

A onça pintada também é conhecida como jaguar e é chamada cientificamente de Panthera onça, sendo que ela foi catalogada por Lineu no ano de 1758. Esse é um animal com uma fama muito grande, principalmente por conta de sua habilidade de caça e sua força.

Apesar de todas as habilidades da onça pintada e do fato de ela se encontrar no topo da cadeia alimentas, esse animal possui um problema que ameaça de maneira bem forte a sua existência: o ser humano.

O ser humano basicamente está extinguindo todas as espécies animais, e a onça pintada não é uma exceção nesse processo, o que é algo extremamente triste. Apesar disso, esse tipo de questão não recebe tanta visibilidade das pessoas, e é por isso que precisamos comentar sobre esses assuntos. Quanto mais as pessoas sabem sobre o assunto, menos chances de elas apoiarem a extinção da fauna.

Portanto, neste artigo falaremos especificamente sobre o nível de extinção da onça pintada. Afinal, ela está realmente em extinção? Por que ela está em extinção? Qual o grau de risco dessa espécie realmente ficar extinta nos próximos anos? Continue lendo para saber tudo isso!

A Onça Pintada Está em Extinção?

Essa é uma pergunta que você provavelmente se fez até chegar a esse artigo, e a resposta que podemos dar é: a onça pintada não está extinta ainda, mas ela entrou para o processo de extinção, o que significa que ela saiu da categoria de “pouco preocupante” e passou para outra mais grave.

A mudança de uma categoria pode parecer besta e insignificante para algumas pessoas, mas a verdade é que isso é extremamente grave. A partir do momento que um animal sai da categoria de “pouco preocupante”, dificilmente ele volta para ela, principalmente porque as pessoas não dão tanta importância até que o animal esteja gravemente ameaçado.

Onça Pintada Características

Portanto, a onça pintada está em um processo de extinção, mas ainda não se encontra extinta na natureza, apesar de isso ser algo que provavelmente ocorrerá nos próximos anos.

Qual o Grau de Risco de Extinção?

O grau de risco de extinção de qualquer espécie animal pode ser medido por meio de números, o que significa que uma pesquisa quantitativa é feita, principalmente porque ela será usada como base de comparação durante o processo de preservação que deve se iniciar quando um animal começa a entrar em extinção.

Atualmente, a onça se encontra classificada na categoria NT (quase ameaçada) de acordo com a Lista Vermelha da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais), o que significa que ela saiu do estado de “pouco preocupante” e provavelmente estará realmente ameaçada de extinção em um futuro próximo.

A verdade é que muito provavelmente ela já está ameaçada de extinção e os pesquisadores ainda não refizeram a pesquisa, o que é algo muito comum nesse ramo, já que são muitos animais e muitas pesquisas a serem feitas, o que acaba fazendo com que um animal às vezes pule mais de uma categoria na próxima pesquisa.

Portanto, a onça pintada se encontra em uma situação de perigo iminente e tem grandes chances de ser mais um animal de nossa fauna extinto no futuro.

Por que a Onça Está Ameaçada?

Basicamente, podemos dizer que a ação humana é a única culpada e responsável pela situação atual da onça pintada. Isso porque os principais motivos que causam essa situação são: caça desenfreada e perda de habitat.

Em primeiro lugar, a caça desenfreada é feita de maneira ilegal, mas ao mesmo tempo não regulada. Isso basicamente faz com que não seja possível controlar, já que não existe a criação de leis mais rígidas com relação a isso.

Com o grande aumento da caça a espécie não consegue se reproduzir a tempo, e com isso a taxa de mortalidade da onça passa a ser maior do que a taxa de natalidade, levando a uma extinção.

Em segundo lugar, a perda de habitat é causada pelo desmatamento (também desenfreado) e pelo crescimento de centros urbanos que invadem as florestas, fazendo com que os animais que vivem nelas percam os seus habitats.

Com a perda de habitats, o animal não tem onde viver e também não consegue se acostumar com o novo ambiente (que também não é seu natural) e isso faz com que a espécie diminua cada vez mais.

Portanto, podemos ver que nós seres humanos temos responsabilidade direta pelo o que está acontecendo nesse momento com a onça pintada, e apesar disso as leis ambientais não mudam para melhor, o que acaba assinando o óbito de muitas espécies animais ao redor do mundo.

Responsabilidade Humana

Ao longo de todo esse artigo falamos sobre como o ser humano é responsável por essa futura extinção da onça pintada. Ao mesmo tempo, ele deve ter a responsabilidade de tentar preservar a espécie, criando-a também em cativeiro e diminuindo a caça.

Além de tudo isso, um crescimento um pouco menor dos centros urbanos causará um pouco de perda de dinheiro, mas ao mesmo tempo irá garantir que a fauna de nosso país continue rica como sempre foi, o que é essencial para que todo o ecossistema e até mesmo a cadeia alimentar funcione corretamente.

Por isso, vale a pena pesquisar um pouco mais sobre preservação ambiental e também dar o seu máximo para conscientizar outras pessoas ao redor de todo o mundo, principalmente porque a preservação da natureza está se tornando um assunto cada vez mais urgente com o passar do tempo e ninguém percebe isso.

Portanto, cabe a nós repararmos os erros e os danos que fizemos contra a natureza, ainda há tempo de recuperar nossa fauna e flora, mas ações precisam ser tomadas muito rapidamente para que tudo funcione.

Quer saber ainda mais informações importantes e interessantes sobre a preservação da natureza de outros animais e não sabe muito bem onde encontrá-las na internet? Sem problemas, temos o texto certo para você! Para isso, leia também aqui em nosso site: O tubarão está em extinção? Quais tipos e espécies são raras?

Veja também

Quais São os Sintomas da Doença do Carrapato?

Carrapatos, um parasita amplamente distribuído em muitos ambientes naturais e com o qual os caminhantes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *