Home / Animais / Morfologia Interna e Externa das Anêmonas

Morfologia Interna e Externa das Anêmonas

A Ecologia é um ramo da Ciência que estuda os mais diversos tipos de fenômenos da natureza e também todos os seres vivos que estão envolvidos neles, de forma que seja possível entender cada vez mais como o nosso mundo funciona e também como cada ser vivo se relaciona.

Porém, a grande verdade é que a Ecologia é dividida em muitas áreas que as pessoas não possuem tanto conhecimento, já que na grande maioria das vezes nós temos a tendência a achar que a Ecologia é uma só.

Sendo assim, devemos perceber que um grande ramo da Ecologia a ser levado em consideração é a zoologia, justamente porque por meio dela conseguimos entender um pouco mais sobre o funcionamento dos animais de uma maneira geral, e também de seus corpos quando o assunto é a morfologia.

A anêmona é um animal que chama muito a atenção por onde passa justamente por possuir uma forma corporal muito diferente do que estamos acostumados a ver, de maneira que podemos considerar extremamente interessante aprender mais sobre a morfologia dela.

Portanto, neste artigo vamos falar de uma maneira mais específica sobre a morfologia da anêmona. Assim, continue lendo o texto até o final para entender mais sobre as estruturas externas e internas desse animal.

Morfologia Externa – Tentáculos

A anêmona não é um molusco mas possui diversos tentáculos pelo seu corpo que são responsáveis por ajudar esse animal a sobreviver nos mais diversos tipos de ambiente e até mesmo ajudam outros seres vivos a se manterem realmente vivos.

A anêmona possui vários pares de tentáculos que podem possuir as mais diversas colorações, sendo que a cor mais recorrente é o laranja claro ou um tom mais amarelado, já que grande parte das espécies possui essas características.

Morfologia Externa
Morfologia Externa

Além disso, podemos dizer que esse tentáculo não é igual em todas as anêmonas, já que algumas espécies possuem tentáculos de outros formatos, como por exemplo a anêmona bolha que possui tentáculos em forma de bolha, diferentemente de muitas outras que possuem os tentáculos lisos e retos.

É interessante também saber que os tentáculos servem justamente para que a anêmona consiga puxar a sua presa para a sua boca, de forma que essa estrutura é essencial para que a anêmona consiga se alimentar. Já quando falamos dos benefícios que outros animais recebem, muitas vezes as anêmonas servem como esconderijo para animais que querem se ocultar em seus tentáculos, como é exatamente o caso do peixe palhaço.

Logo, essa estrutura é de extrema importância para esse animal e também para muitos outros que se relacionam de alguma forma com ele.

Morfologia Externa – Boca

A boca é uma estrutura essencial para a grande maioria dos seres vivos, e é claro que com a anêmona isso não poderia ser diferente de forma alguma.

Como já dissemos no tópico anterior, os tentáculos servem para puxar a presa e então a levar até a boca da anêmona de forma que ela consiga comer, assim, já podemos perceber que os tentáculos e a boca são 2 estruturas que estão conectadas entre si na morfologia externa do animal.

Após a comida chegar na boca a tendência é que ela passe pelo processo de mastigação e deglutição e então desça pela faringe da anêmona para ser realmente digerida, assim como acontece também com os seres humanos e grande parte dos animais de nossa fauna.

Portanto, essa é uma outra estrutura presente na morfologia externa da anêmona que garante que ela consiga sobreviver e também se alimentar para conseguir desenvolver suas outras atividades do dia a dia.

Morfologia Interna – Septos

Anêmonas - Morfologia Interna
Anêmonas – Morfologia Interna

Quando falamos de morfologia interna falamos justamente sobre as estruturas que estão presentes dentro do corpo da anêmona, e não fora. Assim, essas estruturas podem ser mais difíceis de se perceber e entender, mas ao mesmo tempo são igualmente importantes e interessantes.

A anêmona possui diversos septos dentro de sua cavidade gastrovascular para que seja possível aumentar a área de absorção dos nutrientes dos alimentos, e por isso é claro que essas estruturas também são essenciais para o desenvolvimento da anêmona.

No caso desses septos, podemos dizer que eles podem ser incompletos ou completos, sendo que a diferença é que o completo se localiza rente à faringe e o incompleto fica em volta, bem distante da faringe.

Essa é uma estrutura presente em todos os animais conhecidos como antozoários, ou seja, animais que possuem a vida toda uma característica séssil e, consequentemente, nunca passam pelo estado de medusa.

Portanto, essa é outra estrutura extremamente importante da anêmona que você muito provavelmente ainda não conhecia, mas que possui uma importância muito grande para o funcionamento dessa espécie, já que sem uma alimentação adequada a tendência é que a anêmona suma da natureza e, consequentemente, também cause impacto na vida de muitas pessoas.

Morfologia Interna – Gônadas

Temos na natureza a reprodução assexuada e a reprodução sexuada, ou seja, a primeira em que não há troca de gametas entre os seres vivos e a segunda em que há essa troca de gametas.

Nesse caso a anêmona continua sendo um animal extremamente surpreendente, justamente porque ela é capaz tanto de se reproduzir sexuadamente quanto assexuadamente, e por esse motivo possui gônadas mas ao mesmo tempo consegue se reproduzir sem utilizá-las.

As gônadas são os locais internos da anêmona onde seus gametas se encontram, e por isso uma anêmona pode ter gônadas femininas com óvulos ou gônadas masculinas com espermatozoides; nesse caso, quando a gônada é feminina ela é conhecida como ovário, e quando é masculina ela é conhecida como testículo, assim como nos seres humanos.

Portanto, essa é uma estrutura essencial da morfologia interna da anêmona justamente porque é por meio dela que esse animal consegue se reproduzir e consequentemente perpetuar a sua espécie pela natureza, mas sempre sem se esquecer que ela também pode se reproduzir por outros meios como a divisão, por exemplo.

Logo, essas são algumas informações essenciais sobre a morfologia da anêmona!

Quer aprender ainda mais sobre anêmonas? Então, leia também: A Anêmona Bolha – Características, Nome Cientifico e Fotos

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *