Home / Animais / Jerboa-do-Cânion: Características e Curiosidades

Jerboa-do-Cânion: Características e Curiosidades

As jerboas são roedores pertencentes à família taxonômica Dipodidade, na qual também estão presentes os ratos saltadores. Infelizmente, são animais ameaçados de extinção. O hábitat corresponde a terrenos áridos com ou sem formações montanhosas. Não possuem ampla distribuição global, estando presentes no nordeste da África, no deserto de Gobi e outras regiões da China e Mongólia.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre esses roedores tão peculiares.

Então venha conosco e boa leitura.

Família Taxonômica Dipodidae

Jerboa São Roedores Pertencentes à Família Taxonômica Dipodidade
Jerboa São Roedores Pertencentes à Família Taxonômica Dipodidade

Neste grupamento estão presentes roedores cuja distribuição envolve todo o hemisfério Norte. Além das jerboas e ratos saltadores, também há os ratos bétula, os quais, diferentemente das jerboas, são nativos de florestas e estepes (ou seja, formação vegetal de planície com poucas árvores e bastante vegetação herbácea).

Curiosamente, todos os membros desse grupamento são capazes de saltar adotando uma postura bípede. Tal característica é mais desenvolvida nas jerboas.

Estes animais possuem um porte pequeno que pode variar entre 4 a 26 centímetros de comprimento (desconsiderando a cauda).

Jerboas e ratos saltadores apresentam caudas longas- adaptação que auxilia no equilíbrio. No caso dos ratos  de bétula, apesar de também locomoverem-se saltando apresentam patas e caudas mais curtas.

Os dipodídeos possuem uma gestação que apresenta entre 17 a 42 dias, sendo que cada ninhada contém uma quantidade de 2 a 7 filhotes.

Grande parte das espécies deste grupamento (incluindo as jerboas) hibernam durante quase metade do ano (período que pode ser inclusive mais longo) A sobrevivência durante a hibernação é garantida graças às gorduras acumuladas nas semanas anteriores ao sono.

Jerboa-do-Cânion: Características e Curiosidades

Os jerboas podem ser chamadas coletivamente de jerboa do deserto ou jerboa-do-cânion, embora a primeira denominação seja a mais utilizada. A espécie mais famosa é a Jaculus jaculus, a qual também pode ser chamada de jerboa egípcia menor. Possui um comprimento que pode ser inferior a 10 centímetros. Todas as espécies contam com patas traseiras longas.

As patas longas e a locomoção em saltos possibilita que tais roedores sejam frequentemente comparados aos cangurus (embora sejam significativamente menores do que estes).

A pelagem geralmente assume coloração compreendida entre o claro e o castanho-médio. Olhos e orelhas também são grandes. O focinho possui bastante destaque.

Jerboa-do-Cânion: Características e Curiosidades Sobre Alimentação, Hábitos e Outros Tópicos

Embora grande parte dos dipodídeos se alimente de sementes e insetos, a maioria das espécies de jerboa alimenta-se quase que exclusivamente de insetos. Poucas espécies de jerboa podem ingerir também gramíneas e fungos do deserto, sendo o olfato um excelente aliado na procura por alimentos.

Como habitam locais de clima árido, obtem água a partir dos alimentos, assim como possuem um organismo adaptado a este mecanismo.

Estes roedores são capazes de alcançar até 3 metros de altura em um único salto, assim como viajar longas distâncias de forma contínua (até 10 Km em um único dia). Tais capacidades são proporcionadas pelos seus longos pés.

Os jerboas possuem hábitos majoritavelmente noturnos. Durante as manhãs e tardes, mantêm-se abrigados em tocas bem escondidas e vetadas com tampões de areia.

Apesar do diminuto tamanho, estes animais podem alcançar grandes velocidades, caso sintam-se ameaçados. Podendo saltitar em uma velocidade de até 15 Km/hora.

Jerboa-do-Cânion: Características e Curiosidades Sobre o Comportamento Reprodutivo

Não há muitas informações na literatura sobre o comportamento reprodutivo das jerboas, uma vez que os hábitos noturnos dificultam o trabalho dos investigadores do mundo animal. Entre as informações ‘disponíveis’ sobre o assunto, sabe-se que tais roedores reproduzem-se pelo menos duas vezes ao ano, sendo os períodos correspondentes aos meses de Junho a Julho, assim como aos meses de Outubro a Dezembro.

A abordagem dos machos para impressionar as fêmeas é descrita como, no mínimo, inusitada, uma vez que depois de encará-la de pé, o macho começa a bater na fêmea com seus membros dianteiros.

Cada gestação de jerboa dá origem a uma ninhada contendo entre 4 a 5 filhotes. Tais filhotes alcançam independência dos pais entre 8 a 10 semanas.

A maturidade sexual é atingida meses após a independência em relação aos pais, geralmente no período de 8 a 12 meses.

Jerboa-do-Cânion: Características e Curiosidades- Inspiração para Personagens de Desenho Animado

Poucas sabem, mas a jerboa é o animal que inspirou o personagem Mew do desenho animado “Pokémon”. Talvez a inspiração não seja tão óbvia, haja vista que as jerboas não são tão conhecidas.

Mew Pokemon Insipirado no Jerboa

Este personagem em questão é bípede de cor rosa e possui muitas características de mamífero. Apresenta uma longa cauda fina e com ponta ovóide. Os braços são curtos e apresentam patas de 3 dedos . Nas patas traseiras, há marcações de formato oval nas solas. Seu focinho é arredondado e largo, assim como as relhas possuem formato triangular e os olhos coloração azul. Ainda segundoo roteiro do desenho, tal personagem teria em seu corpo o DNA de todos os pokémons, permitindo que pudesse mimetizar e utilizar qualquer ataque que fosse desferido contra o mesmo.

Apesar das variações trazidas pelo contexto ficcional do desenho, este personagem reforça a idéia de que, mesmo sendo animais restritos geograficamente e ameaçados de extinção, os jerboas possuem relevância e notoriedade.

Jerboa-do-Cânion: Características e Curiosidades- Distribuição Geográfica

Regiões desérticas são o lar ideal dos jerboas. Tais regiões podem ser rochosas ou arenosas.

Em relação à distribuição na África, os jerboas estão presentes no famoso deserto do Saara, considerado o terceiro maior deserto do mundo e o primeiro maior deserto quente do planeta; assim como em ligeiro menor quantitavo na península de Chifre da África (localizado na porção sudeste do continente). Considerando a África, grande parte dos jerboas está localizada no Norte e Nordeste.

A título de curiosidade, o deserto do Saara é tão grande que pode ser comparável ao território da Europa, uma vez que possui 9. 065. 000 Km², enquanto a Europa apresenta dimensões de 10.400.000 Km². Os outros dois desertos considerados maiores do que o Saara são o Ártico e Antártida (os quais recebem  tal denominação apesar do clima glacial).

A península de Chifre da África abrange as repúblicas da Etiópia, Somália, Djibouti e Eritreia.

Todavia, a distribuição geográfica não está restrita à África, uma vez que também envolve a Ásia Ocidental (a qual curiosamente é muito próximo do nordeste da África), assim como a Ásia Central.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre os jerboas e tópicos relacionados a estes roedores, que tal continuar por aqui para conhecer também outros artigos do site ?

Sinta-se sempre bem-vindo. Este espaço é seu.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Animal Diversity Web. Jaculus desert jerboas. Disponível em: < https://animaldiversity.org/site/accounts/classification/Jaculus.html>;

Wikipedia in English. Dipodidae. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Dipodidae>;

Wikipedia in English. Lesser Egyptian jerboa. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Lesser_Egyptian_jerboa>;

Whitaker, John (1984). Macdonald, D. (ed.). The Encyclopedia of Mammals . Nova York pp. 682–683;

 

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *