Home / Animais / Hábitat do Jerboa: Onde Eles Vivem ?

Hábitat do Jerboa: Onde Eles Vivem ?

Jerboas sao roedores curiosos que podem ser chamados popularmente de “ratos com pernas”. Esta descrição inusitada é justificada pela postura bípede. Como a locomoção ocorre através de saltos, também podem ser denominados “cangurus em miniatura”.

Estes roedores pertencem à família taxonômica Dipodidae, a qual contém cerca de 50 espécies (sendo que nem todas são jerboas), as quais estão distribuídas em 16 gêneros. Outras espécies do grupamento são os ratos saltadores e ratos bétula.

A família Dipodidae possui distribuição no hemisfério Norte, mas, em relação aos jerboas especificamente, onde eles podem ser encontrados? Onde vivem ? Qual o seu hábitat ? Qual a distribuição geográfica ?

Neste artigo, você descobrirá isso e um pouco mais, venha conosco e boa leitura.

Características Físicas dos Jerboas

O Físico dos Jerboas
O Físico dos Jerboas

A maioria das espécies de jerboa possui menos de 10 centímetros de comprimento, no entanto, algumas podem apresentar tamanho aproximado de 15 centímetros. A cauda é muito longa e maior que o comprimento corporal (com extensão média estimada em 20 centímetros).

As patas traseiras são muito mais longas do que as patas dianteiras (geralmente, 4 vezes maiores que estas). Na sola das patas, há almofadas peludas que permitem a locomoção na areia.

A grande extensão da cauda auxilia a estabilizar e equilibrar o animal, funcionando quase que como um suporte para as duas patas traseiras.

Não há muitos pelos ao longo da cauda, no entanto, na ponta da cauda, é possível notar uma porção de pelos pretos na base, assim como um tufo de pelos brancos na ponta.

A coloração da pelagem varia entre o castanho médio e o castanho claro, sendo mais ‘embranquecida’ nas porções inferiores do corpo.

Possui longas orelhas e olhos destacados, todavia, algumas espécies podem apresentar orelhas mais curtas.

Hábitat do Jerboa: Onde Eles Vivem ?

Os jerboas são encontrados em regiões desérticas e semiáridas da Ásia e África.

Podem ser encontradas em todo odeserto do Saara, assim como no deserto de Gobi. Alguns dos países envolvidos neste contexto são a Tunísia, Argélia, Egito, Marrocos, Mongólia, China, Líbia, Arábia Saudita e outros.

Já foi encontrado no deserto de Negev, em Israel, porém acredita-se que já esteja extinto nesta área.

Os jerboas também podem ser encontrados em áreas de transição entre desertos e outros ecossistemas, como é o caso do Sahel (região limítrofe entre parte do deserto do Saara e a savana do Sudão do Sul).

A título de ilustração, o conceito “deserto” é utilizado para referir-se a locais com climas áridos e  semi-áridos, nos quais a temperatura durante o dia pode ser superior a 50 °, no entanto, pode ser inferior a zero durante a noite. Os índices pluviométricos dos desertos são incrivelmente baixos, não ultrapassando a marca de 500 milímetros anuais. Desertos ainda mais áridos não são capazes de ultrapassar os 250 milímetros anuais. Os solos são extremamente pobres e podem ser descritos como arenosos, rochosos ou pedregosos. Mesmo diante das adversidades climáticas, existem pontos específicos do deserto que recebem certa umidade, os quais são chamados de oásis. Nestes locais, é possível estabelecer certa agricultura e criação de animais.

O deserto do Saara recebe o título de maior deserto quente do mundo e terceiro maior do planeta. Esta classificação em terceiro deve-se ao fato de que os estudiosos também consideram as zonas polares do Ártico e Antártica  como desertos (apesar de não cumprirem o quesito de elevadas temperaturas). O deserto do Saara está localizado no Norte da África, sendo a sua área total equivalente a 9.065.000 Km²- território considerado, inclusive, superior ao Brasil.

O deserto de Gobi é considerado um dos 5 maiores desertos do mundo. Sua extensão territorial abrange desde a porção norte da China até a porção Sul da Mongólia. Ocupa uma área de aproximadamente 1.295.000 Km ².

Em relação à descrição do deserto de Negev, este é classificado como um semideserto da região sul de Israel e contém, ao longo de sua extensão, vários países em desenvolvimento.

Comportamento do Jerboa

São animais de hábitos noturnos, dessa forma, a audição é uma excelente aliada para detectar a presença de predadores em um período no qual a visão estaria prejudicada.

Durante o dia, permanecem em tocas, as quais são vedadas com um tampão de areia de modo a isolá-los contra o calor diurno dos desertos.

As tocas são cavadas com os dentes e membros anteriores dos jerboas e, curiosamente, possuem uma estruturação muito complexa. Possuem várias entradas e saídas, assim como câmaras específicas. Dentre as câmaras, pode-se mencionar as câmaras de hibernação (sim, esses animais hibernam), as câmaras de armazenamento e uma câmara de nidificação localizada ao fundo.

Além de uma boa audição, possuem um olfato aguçado- sentido particularmente útil para encontrar alimentos.

Na dieta do jerboa, estão presentes insetos, sementes, gramíneas do deserto (apenas a porção considerada suculenta) e até mesmo fungos. Tal como ocorre com os fenecos (canídeos encontrados no deserto), os jerboas são capazes de extrair a água necessária à sobrevivência a partir dos alimentos.

São capazes de correr em grandes velocidades (até mesmo em 24 Km/h), além de percorrer longas distâncias (no caso, até 10 Km ao dia), bem como saltarem em alturas consideráveis (2 a 3 metros). Conseguem tais façanhas, mesmo com o diminuto tamanho, graças às longas patas traseiras.

Reprodução dos Jerboas

Acredita-se que a reprodução ocorra mais de uma vez por ano, porém, essa frequência pode variar de acordo com a espécie referida. A duração aproximada da gestação é de 40 dias (a qual pode ser referida em algumas literaturas entre 25 a 35 dias), da qual resultam entre 2 a 5 filhotes.

Quando nascem, os filhotes possuem patas traseiras do mesmo comprimento que as dianteiras, logo desenvolvem primeiramente uma locomoção quadrúpede. A locomoção bípede só inicia-se com aproximadamente 7 semanas após o nascimento.

Jerboas possuem uma expectativa média de vida de 6 anos.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre os jerboas e seu hábitat, que tal continuar por aqui para conhecer também outros artigos do site ?

Sinta-se à vontade e até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Animal Diversity Web. Euchoreutes naso long-eared jerboa. Disponível em: < https://animaldiversity.org/site/accounts/information/Euchoreutes_naso.html>;

CRUZ, C. O. Infoescola. Deserto de Gobi. Disponível em: < https://www.infoescola.com/biomas/deserto-de-gobi/>;

Estadão. OLIANI, K. A vida no Saara, o maior deserto do mundo. Disponível em: < https://viagem.estadao.com.br/blogs/viajando-com-karina-oliani/a-vida-no-saara-o-maior-deserto-quente-do-mundo/>;

Mundo Educação. Desertos. Disponível em: < https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/deserto.htm>;

Wikipedia in English. Jerboa. Diponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Jerboa>;

Veja também

Lebre na Natureza

Tudo Sobre a Lebre : Características, Nome Cientifico e Fotos

Hoje vamos trazer mais um animal incrível e cheio de curiosidades super interessantes para os …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.