Home / Animais / Ficha Técnica da Jerboa: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Ficha Técnica da Jerboa: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Os jerboas são roedores bípedes que caminham em saltos e, por essa razão, são muito comparados aos cangurus (embora sejam significativamente menores). Não são encontrados nas Américas, uma vez que sua distribuição geográfica corresponde à regiões desérticas (arenosas  ou pedregosas) da Ásia ou África.

Estes animais pertencem à família taxonômica, na qual há um quantitativo de 50 espécies distribuídas em torno de 16 gêneros. Todavia, nem todas essas espécies são de jerboa, uma vez que também há os ratos-bétula e ratos saltadores. Todas essas espécies possuem distribuição no hemisfério Norte.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre a jerboa, ou melhor, sobre a ficha técnica do jerboa (peso, altura e comportamento).

Então venha conosco e boa leitura.

Ficha Técnica da Jerboa: Classificação Taxonômica

Jerboa é um Roedor
Jerboa é um Roedor

Até chegar à família Dipodidae, existem categorizações taxonômicas anteriores, as quais incluem:

Reino: Animalia;

Filo: Chordata;

Classe: Mammalia;

Ordem: Rodentia;

Superfamília: Dipodoidea;

Família: Dipodidae.

A ordem dos roedores é o grupamento mais numeroso de mamíferos, uma vez que possui mais de 2.000 espécies (quantitativo que representa quase 40% do total de espécies da classe). A maioria destas espécies são de pequeno porte, todavia, também e possível encontrar indivíduos com o porte mais avantajado (como é o caso da capivara, a qual pode pesar até 80 quilos). Estes animais não possuem dentes caninos, mas contam com um par de dentes incisivos bem desenvolvidos.

Ficha Técnica da Jerboa: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

As jerboas são roedores de pequeno porte. Poucas espécies ultrapassam os 10 centímetros de comprimento. Contudo, possuem uma cauda muito longa que pode alcançar a extensão de 20 centímetros.

Na cauda quase não há pelos, com exceção da ponta- a qual possui um discreto tufo de pelos branco e preto. A cauda é muito importante para proporcionar equilíbrio ao animal durantes os saltos e locomoção no geral.

Possuem pernas traseiras grandes, o que favorece a sua locomoção saltitante. As patas traseiras podem ser maiores do que as patas dianteiras em até 4 vezes. Na sola das patas, existem almofadas para facilitar a locomoção na areia.

Os olhos e orelhas são bastante grandes e destacados, tal como o focinho.

A pelagem é castanho, podendo apresentar-se em tonalidade clara ou mediana.

Ficha Técnica da Jerboa: Alimentação e Comportamento

A alimentação é composta principalmente por insetos, mas muitas espécies também ingerem sementes, gramíneas do deserto e até mesmo fungos. Estes elementos podem ser detectados pelo apuradíssimo olfato desses animais.

Para sobreviver às condições áridas do deserto, os jerboas são capazes de obter água através dos alimentos.

Algumas espécies são capazes de viajar longas distâncias em um único dia (de até mesmo 10 Km), assim como são capazes de saltar a uma altura de até 13 Km, em um único salto.

Possuem hábitos noturnos e, durante o dia, refugiam-se em tocas bem escondidas e vedadas com um tampão de areia (o qual auxilia no alívio do calor durante o dia). Apesar de habitarem no deserto, as jerboas hibernam, logo, as tocas contêm câmaras de hibernação, câmaras de armazenamento (para comida) e câmaras de nidificação; assim como, muitas entradas e saídas.

A Alimentação do Jerboa
A Alimentação do Jerboa

Há poucas informações referentes ao comportamento reprodutivo, uma vez que os hábitos noturnos e ‘discretos’ destes roedores dificultam o trabalho de observadores do mundo animal. Porém, há indícios que sugerem que o acasalamento ocorre, pelo menos, 2 vezes ao ano (ou 1 vez, no caso de algumas espécies em particular). Estes dois períodos equivalem aos meses de Junho a Julho; bem como de Outubro a Dezembro.

A forma com que os machos tentam atrair as fêmeas é, no mínimo, inusitada, uma vez que se coloca em pé na frente da fêmea e começa a bater na mesma e intervalos de tempos rítmicos e regulares.

As gestações possuem duração de 8 a 10 semanas, das quais nascem entre 4 a 5 filhotes. Estes filhotes só desenvolvem uma locomoção bípede 7 semanas após o nascimento, à medida em que as patas  traseiras alongam-se gradualmente. A maturidade sexual geralmente é alcançada entre 8 a 12 meses de idade.

Ficha Técnica da Jerboa: Conhecendo Algumas Espécies

A nível descritivo, algumas das espécies de jerboa incluem o jerboa egípcio menor (nome cientifico Jaculus jaculus), o jerboa egípcio grande (nome científico Jaculus orientalis), o jerboa iraniano (nome científico Allactaga firouzi), o jerboa de 4 dedos (nome científico Allactaga tetradactylla), o jerboa de 5 dedos (nome científico Allactaga elater), o jerboa de Williams (nome científico Allactage williamsi), o jerboa de Bobrinski (nome científico Allactodipus bobrinskii) , o jerboa pigmeu pálido (nome científico Salpingotus pallidus) e tantos outros.

Outras Espécies da Família Dipodidae

Os Ratos-Bétula Possuem Caudas e Patas Mais Curtas do que as Jerboas
Os Ratos-Bétula Possuem Caudas e Patas Mais Curtas do que as Jerboas

Outras Espécies da Família Dipodidae incluem os ratos-bétula (gênero taxonômico Sicista), os quais são nativos das florestes e estepes (ou seja planície com pastagens) da Eurásia. Todas as espécies apresentam coloração que varia entre marrom escuro e marrom claro- sendo     que a porção inferior do corpo geralmente é mais clara. Possuem um comprimento corporal compreendido entre 50 a 90 milímetros (com exceção da cauda). Apenas a cauda consegue alcançar um comprimento de 65 a 110 milímetros. Em relação ao peso, este varia entre 6 a 14 gramas.

Os ratos saltadores também são roedores pertencentes a esta família taxonômica, os quais também correspondem a várias espécies (desta vez, agrupadas na subfamília taxonômica Zapodinae). Assim como os demais membros desta família, possuem os membros posteriores alongados. Possuem 5 dedos em todas as patas, sendo que as patas dianteiras são rudimentares. Esses ratos possuem uma cauda muito longa que corresponde a 60% do comprimento corporal. Esses animais são encontrados em uma grande variedade de hábitats que inclui desde campos gramados até locais arborizados, e, curiosamente, também prados alpinos. Depositam seus ovos em fendas de rochas ou árvores ocas.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre os jerboas, que tal continuar por aqui conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Sinta-se à vontade e até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Moscow Mayor Official Website. Jerboas hibernate in the fridge at the Moscow Zoo. Disponível em: < https://www.mos.ru/en/news/item/83291073/>;

Wilson & Reeder’s Mammal Species of the World. Third edition. Subfamília Zapodinae. Disponível em: < http://www.departments.bucknell.edu/biology/resources/msw3/browse.asp?id=12900077>;

Wikipedia in English. Dipodidae. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Dipodidae>;

Wkipedia in English. Lesser Egyptian jerboa. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Lesser_Egyptian_jerboa>;

Veja também

Jerboa São Roedores Pertencentes à Família Taxonômica Dipodidade

Jerboa-do-Cânion: Características e Curiosidades

As jerboas são roedores pertencentes à família taxonômica Dipodidade, na qual também estão presentes os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *