Home / Animais / Espécies de Aranhas Grandes no Brasil e no Mundo

Espécies de Aranhas Grandes no Brasil e no Mundo

As aranhas são artrópodes de 8 patas, com quase sempre estruturas responsáveis por injetar veneno (de nome quelíceras).

Algumas características anatômicas permitem que esses animais se diferenciem em relação aos demais artrópodes. Essas características incluem o plano corporal dividido em cefalotórax e abdômen, com esses dois segmentos unidos pelo pedicelo (estrutura pequena e de formato cilíndrico). Os insetos possuem antenas, ao contrário das aranhas. As aranhas também se destacam pelo sistema nervoso bem desenvolvido e centralizado, assim como pela variabilidade de tamanho e de forma de suas teias, aliada à força e flexibilidade das mesmas.

Esses artrópodes estão presentes em todos os continentes do mundo, com exceção da Antártida. Atualmente, existem mais de 50.000 espécies de aranhas encontradas no mundo. Tamanha diversificação possibilita que estas espécies sejam agrupadas em categorias e famílias taxonômicas.

Neste artigo, você conhecerá algumas espécies de aranhas de tamanho grande, encontradas no Brasil e no mundo.

Então venha conosco e boa leitura.

Ordem Araneae: Conhecendo Algumas Famílias Taxonômicas

A família Agelenidae é formada por aranhas sedentárias, cujo tamanho varia de pequeno a grande. Essas aranhas apresentam a particularidade de construir suas teias em formato de tubos.

Aranha Agelenidae

A família Amaurobiidae possui apenas um gênero, o qual está presente em Portugal. As aranhas desta família possuem tamanho médio ou robusto e também constroem suas teias em formato de tubo, porém um pouco mais irregular. Normalmente, esses tubos estão localizados em muros, pedras ou no próprio solo.

Aranha Amaurobiidae

Na família Arenaeidae, a coloração é variada e as aranhas apresentam tamanho de pequeno a grande. Nesta família, está inclusa a famosa aranha marrom, a qual é muito pequenina (medindo em torno de 7 a 12 milímetros). Não é agressiva, porém é considerada uma das aranhas mais perigosas do mundo. A maioria dos seus ataques são domésticos, no qual são comprimidas contra o corpo da vítima dentro de roupas, toalhas, ou itens de cama.

Aranha Arenaeidae

Na família Atypidae, as aranhas apresentam tamanho médio, tonalidade escura e uma zona cefálica que se destaca por ser mais elevada, brilhante, e da mesma largura da zona torácica.

Aranha Atypidae

Na família Clubionidae, a carapaça é na cor castanho-avermelhado claro, com as patas muito pálidas e zona cefálica mais escura. O abdômen costuma ser oval ou fusiforme, a zona cardíaca é transparente.

Aranha Clubionidae

Na família Corinnidae, as aranhas são de porte pequeno a médio com aspecto bastante variável. As regiões cefálicas e torácicas são muito distintas. As aranhas da família Ctenizidae, por sua vez, são de tamanho médio, porém bastante robustas. A carapaça em si é muito brilhante e com zona cefálica grande e elevada.

Aranha Corinnidae

As aranhas da família Dysderidae se destacam por abrigarem o primeiro gênero cavernícola destes artrópodes. Também se diferenciam em relação ao formato, uma vez que a carapaça é comprida (e cilíndrica na porção do abdômen), com protuberâncias laterais, contorno irregular, bastante transparente e em tom de amarelo claro. Não há vestígios de olhos.

Aranha Dysderidae

Na família Pholcidae, as aranhas apresentam um aspecto frágil, assim como patas muito compridas e finas. O tamanho varia entre pequeno a médio.

Aranha Pholcidae

Na família Palpimanidae, as cores avermelhada, vinho e negro predominam. Essas aranhas apresentam porte médio, no entanto, são muito robustas.

Aranha Palpimanidae

Espécies de Aranhas Grandes no Brasil e no Mundo: Goliath Bird Eater

Esta espécie, cujo nome científico é Theraphosa Blondi é considerada a maior aranha do mundo. É originária da Amazônia Brasileira, assim como da porção amazônica encontrada em países como o Suriname, Venezuela e Guiana. O comprimento médio é de 25 centímetros, embora haja relatos de indivíduos medindo até 40 centímetros.

Em relação aos padrões alimentares, essas aranhas possuem um cardápio carnívoro diversificado, uma vez que podem ingerir pequenos pássaros, lagartos, sapos, roedores e outras aranhas.

É uma espécie muito comum em criadouros, no entanto, deve ser manipulada por pessoas experientes, visto que possui um comportamento agressivo e um veneno ativo no homem. Os pêlos abdominais da espécie são extremamente irritantes, e a sua picada é capaz de gerar náuseas fortíssimas.

Espécies de Aranhas Grandes no Brasil e no Mundo: Cameron Red Baboon

Esta espécie, cujo nome científico é Hysterocrates gigas, é de origem africana e prefere condições climáticas de umidade elevada.

O comprimento pode atingir os 25 centímetros. Seu comportamento é agressivo e hábitos noturnos, uma vez que permanece na toca durante o dia, saindo apenas à noite, para caçar.

Espécies de Aranhas Grandes no Brasil e no Mundo: Hércules Tarântula

Esta espécie também pode ser chamada pela terminologia African Goliath Tarantula, seu nome científico é Hysterocrates hercules.

É uma espécie originária da África, medindo até 25 centímetros de comprimento e com expectativa de vida estimada em 10 anos.

Em relação aos hábitos alimentares, na sua dieta estão inclusos gafanhotos, grilos, baratas e até mesmo (eventualmente) filhotes recém-nascidos de camundongos.

Espécies de Aranhas Grandes no Brasil e no Mundo: King Baboon

Esta espécie também é originária da África. Seu comprimento médio é estimado entre 20 a 25 centímetros.

Diferentemente da espécie Cameron Red Baboon, a King Baboon prefere condições de clima seco.

É considerada a segunda maior aranha africana. A longevidade é, em média, de 5 a 10 anos.

Quando esta aranha se sente ameaçada, costuma emitir um som característico semelhante a um chocalho, de modo a afastar o predador.

Seu nome científico é Citharischius crawshayi.

Espécies de Aranhas Grandes no Brasil e no Mundo: Caranguejeira Rosa Brasileira

Conhecida no exterior com o nome de Brazilian Salmon Pink, a caranguejeira rosa brasileira (nome científico Lasiodora parahybana) é originária do Nordeste.

Caranguejeira Rosa Brasileira

Com quase 20 centímetros de comprimento é considerada uma das maiores aranhas do país e também do mundo. Atinge uma expectativa de vida estimada entre 12 a 15 anos.

Conduta Para Picadas de Aranhas ou Escorpiões

Picadas de aranhas consideradas venenosas tendem a manifestar sintomas locais e sistêmicos. Após a picada, é importante evitar que o indivíduo se movimente muito, o uso de torniquetes é completamente proibido.

Nas primeiras horas ou minutos antes do atendimento médico, é aconselhável aplicar compressas frias (com temperatura entre 10 a 15 °C).

No atendimento médico, o paciente receberá soro antiaracnídeo, por via endovenosa, podendo também receber vacina antitetânica e antibióticos (caso haja infecção secundária).

Agora que você conhecerá muitas informações relevantes sobre os aracnídeos, inclusive a listagem de algumas espécies de grande porte, continue conosco  visite também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

FIOCRUZ. Araneídeos. Disponível em: < http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/infantil/araneideos.htm>;

Portal São Francisco. Tipos de Aranha. Disponível em: < https://www.portalsaofrancisco.com.br/biologia/tipos-de-aranha>;

Veja também

Ratufa Indica

Esquilo: Classe, Filo, Família, Reino e Classificações Inferiores

Esquilos são um grupo diverso que consiste em cerca de 279 espécies e 51 gêneros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *