Home / Animais / Doninha de Estimação: Como Comprar Uma Legalizada? Preço

Doninha de Estimação: Como Comprar Uma Legalizada? Preço

Ter animais de estimação com certeza é algo que faz parte da rotina da grande maioria dos brasileiros, principalmente aqueles que vivem em áreas um pouco mais isoladas com bastante espaço disponível para conseguir criar outras espécies de maneira bem confortável, o que é ainda mais interessante.

O que muitas pessoas não sabem é que o gato e o cachorro não são dois dos únicos animais que foram domesticados com o passar da evolução da raça humana, mas sim que existem outras espécies aleatórias e inusitadas que muitas pessoas querem pegar para cuidar em casa, como o pato e também a doninha.

A doninha é um animal que faz parte da família do furão e vem se tornando cada vez mais famosa com o passar do tempo por ser um animal considerado super fofo, e ao mesmo tempo que está presente em diversos territórios ao redor de todo o mundo, o que faz com que ela seja ainda mais desconhecida em diversas culturas e muitas pessoas queiram pegar ela para criar.

Apesar disso, devemos ressaltar que você sempre deve pesquisar antes se é legalizado ou não ter uma doninha em casa, e também como esse processo funciona caso ele realmente seja legalizado.

Portanto, neste artigo falaremos de maneira mais específica sobre a doninha. Continue lendo o artigo para saber se é possível comprar uma doninha para ter como animal de estimação, e ainda melhor, como você pode fazer esse processo todo caso ele seja legalizado no Brasil!

É Possível Ter Uma Doninha Como Animal De Estimação?

Essa é uma pergunta que pode acabar assombrando as pessoas que pretendem ter uma doninha de estimação, já que a resposta é uma incógnita caso você não saiba exatamente onde procurar por essa resposta.

Em primeiro lugar, vamos dar uma resposta curta e grossa para que você saiba exatamente se pode ou não pode ter uma doninha como animal de estimação: sim, mas existem restrições que devem ser levadas em consideração.

Isso porque a doninha é um animal silvestre, e torná-la domesticada significa basicamente se ligar ao IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), já que ele é justamente o responsável por preservar essas espécies dita como silvestres, pois a domesticação delas está se tornando cada vez mais comum e cuidados sempre são necessários.

Nesse caso, é importante que você saiba exatamente como fazer para ter uma doninha de estimação, e é agora que iremos te explicar exatamente como você pode fazer todo esse processo para conseguir ter a sua doninha em casa de maneira bem simples!

Encontrando a Doninha

Doninha Fotografada de Frente
Doninha Fotografada de Frente

Antes de qualquer coisa, é essencial que você encontre vendedores de doninha especializados no assunto, já que todo o processo deve ser documentado e é muito importante que você saiba que não está pegando um animal que possui doenças, por exemplo. Além disso, muito provavelmente você irá comprar a sua doninha de um vendedor estrangeiro, e nesse caso o trânsito dela até a sua casa é ainda mais uma preocupação.

Assim, é importante encontrar um vendedor de doninhas que seja certificado, saiba como funciona todo o processo para que você consiga adotar e domesticar a doninha, e também saiba exatamente como te ajudar em todas as etapas, já que isso é essencial para que tudo dê certo.

Após essa etapa, chegou a hora de trazer a doninha para a sua casa, e fazer tudo isso de acordo com as regras do IBAMA para que você não tenha problemas no futuro e o animal consiga viver em bem estar e feliz estando inserido em um ambiente doméstico.

Preparação do Animal

Doninha no Colo da Dona
Doninha no Colo da Dona

Essa é provavelmente a principal parte, já que se algo estiver errado nela você não terá a autorização necessária para conseguir cuidar da sua doninha como um animal doméstico, pois todos os trâmites devem ser seguidos à risca.

Em primeiro lugar, a sua doninha deve ter um microchip com um número de série implantado, de forma que o IBAMA consiga fazer o reconhecimento do animal a qualquer momento que entender que isso é necessário, nesse caso é necessário levar um animal a um veterinário para a colocação do chip.

Em segundo lugar, o animal deve ser esterilizado, já que muitas vezes as doninhas vêm de fora do Brasil e, consequentemente, podem acabar trazendo doenças para o nosso território por conta das diferenças de costumes e também por conta da diferença de ambiente, o que é extremamente normal.

Em terceiro lugar, as glândulas adrenais das doninhas devem ser removidas, pois essa é uma exigência do IBAMA; mais uma vez, é interessante que você vá atrás de um veterinário para que tudo seja feito da forma mais segura possível.

Depois de todas essas etapas, pode-se dizer que a sua doninha está pronta para ser recebida por você, mas calma! Antes de pegar a sua doninha você precisa entrar em contato diretamente com o IBAMA.

Contato com o IBAMA

IBAMA
IBAMA

O contato com o IBAMA é feito de maneira indireta, já que o vendedor ou loja que te vendeu a doninha é quem vai passar os seus dados para o IBAMA, e é possível que você precisa encontrar vendedores confiáveis.

Basicamente, a doninha possui o microchip com um número, e você precisará assinar um documento vinculando o número desse microchip do animal com os seus dados pessoas, de forma que o IBAMA saiba quem está responsável pelo animal e também consiga fazer o controle de população dessas espécies em território nacional.

Com esse documento em mãos e tudo de acordo com o que dissemos anteriormente, você está pronto para ter a sua tão sonhada doninha!

OBS: Caso você doe ela para alguém no futuro, a pessoa também irá precisar esse documento do IBAMA, de forma que a responsabilidade do animal seja passada para o novo dono.

Quer saber ainda mais informações sobre outras espécies animais e não sabe muito bem onde encontrar bons textos pela internet? Sem problemas! Leia também aqui mesmo no Mundo Ecologia: Husky Siberiano Branco e Preto de Olhos Azuis com Fotos

Veja também

Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote: Cuidados e Doenças

Os primeiros exemplares do Bull Terrier eram todos brancos e se originaram na Grã-Bretanha por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *