Home / Animais / Cavalo-de-Przewalski: Características, Nome Científico e Fotos

Cavalo-de-Przewalski: Características, Nome Científico e Fotos

O cavalo-de-Przewalski foi descrito pela primeira vez no ano de 1881 por um naturalista russo. Este cavalo chama a atenção por não tratar-se de uma raça, mas sim uma subespécie do cavalo comum (nome científico Equus ferus).

Outra curiosidade bastante intrigante é que esta subespécie possui uma média de 66 cromossomos, em contraposição aos 64 cromossomos do cavalo doméstico comum. Contudo, o cruzamento entre os dois cavalos ainda é viável, e as crias nascem férteis, mas perdem o fenótipo dos progenitores.

Neste artigo, você conhecerá outras curiosidades e características sobre esses cavalos.

Então venha conosco e boa leitura.

Cavalo-de-Przewalski: Classificação Taxonômica

A classificação científica para o cavalo-de-przewalski obedece à seguinte estruturação:

Reino: Animalia;

Filo: Chordata;

Classe: Mammalia;

Ordem: Perissodactyla;

Família: Equidae;

Gênero: Equus;

Espécie: Equus ferus;

Subespécie: Equus ferus przewalskii.

Cavalo-de-Przewalski: Características, Nome Científico e Fotos

Este cavalo, cujo nome científico é Equus ferus przewalskii, é bastante semelhante ao cavalo doméstico, com a diferenciação de ser menor e mais robusto e até mesmo mais musculoso.

A coloração da pelagem varia entre o bege e o castanho-avermelhado. Esta pelagem muda de densidade de acordo com a estação, uma vez que é mais espessa no inverno do que no verão. Além da pelagem padrão, também possui crina ereta e de coloração mais escura do que o restante do corpo.

Alguns indivíduos apresentam listras nas patas.

Ao nível do ombro, a média de altura é de 1,22 a 1,42 metros. A média de peso está entre 200 a 340 quilos.

A expectativa de vida desses animais gira em torno de 20 anos.

Cavalo-de-Przewalski: Descoberta, Ameaças e Tentativas de Conservação

O nome deste cavalo é uma homenagem ao naturalista, geógrafo, militar e explorador russo Nikolaï Mikhaïlovitch Prjevalsk que ‘descobriu’ o animal no século XIX durante algumas viagens pelas pastagens da fronteira Mongólia-China.

Nikolaï foi conhecido por explorar a Ásia Central e a Ásia Oriental. Teve grande contribuição para o conhecimento dos europeus sobre a Ásia Central.

A descoberta do Cavalo-de-Przewalski por Nikolaï gerou o interesse de vários zoológicos europeus, que, ao todo, adquiriram cerca de 20 exemplares.

Cavalos-de-Przewalski no Campo
Cavalos-de-Przewalski no Campo

No século XX, na década de 60, vários fatores implicaram na quase completa extinção desta subespécie nas pastagens, sendo que a mesma só podia ser encontrada praticamente nos zoológicos, uma vez que foram realizadas expedições à procura de populações da subespécie. Nessas expedições, só foram encontradas de 3 a 4 indivíduos, os quais desapareceram posteriormente, para agravar ainda mais a situação.

Com a extinção já praticamente anunciada da subespécie, o cenário se agravou ainda mais quando, no ano de 1945, o exército alemão abateu a tiros cavalos cativos da Reserva Natural de Askania-Nova (na Ucrânia). Quase que simultaneamente a esse abate na Ucrânia, os últimos indivíduos da população cativa nos Estados Unidos morreram. Com esses acontecimentos, restaram apenas duas populações de cavalos selvagens, uma em Munique e a outra em Praga. Ao final dos anos 60, existiam apenas 12 indivíduos em cativeiro em todo o mundo.

Mediante a este cenário, ambientalistas empenharam-se em trabalhos para conservação da subespécie, através de cruzamentos com o cavalo comum Neste contexto se destaca a organização conhecida como Fundação para a Preservação e Proteção do Cavalo-de-przewalski (FPPPH).

Cavalo-de-Przewalski: Distribuição Geográfica e Comportamento

Com os grandes esforços de conservação, estes animais forma reintroduzidos na Mongólia. Atualmente, podem ser vistos, em estado selvagem, nas planícies da Mongólia Ocidental, assim como da China Setentrional. Junto com os indivíduos encontrados em zoológicos, contabilizam cerca de 1.500 cavalos.

Alguns padrões de comportamento são observados na subespécie, tais como organização social em grupos familiares, nos quais há um macho dominante, várias fêmeas e suas crias. Os membros desse grupo tem demonstrado comportamento bastante afetuoso uns com os outros.

Os jovens deixam o grupo aos 3 anos de idade, sendo que as fêmeas são prontamente incorporadas em outra manada. Em relação aos machos, estes passam muitos anos em pequenos grupos até chegar o momento no qual disputam pela conquista do seu próprio grupo.

As fêmeas só dão a luz a um único potro, a partir de uma gestação compreendida entre 11 a 12 meses.

Cavalo-de-Przewalski: Considerações Finais

Cavalo-de-Przewalski Com o Filhote
Cavalo-de-Przewalski Com o Filhote

O Cavalo-de-Przewalski é considerado o único cavalo selvagem existente no mundo, uma vez que as outras espécies são consideradas completamente extintas.

Essa informação foi publicada na Revista Science, e teve como fundamento uma série de análises genéticas. Neste estudo, foram envolvidos 47 pesquisadores de 28 instituições diferentes, com análise do DNA de 88 cavalos (antigos e modernos).

O mais curioso é que, apesar de selvagem, o Cavalo-de-Przewalski é descendente do cavalo Botai (domesticado a aproximadamente 5.000 anos atrás na região que hoje equivale ao Norte do Cazaquistão). Contudo, estudos revelam que o cavalo moderno não é descendente do Botai, fato que é ainda mais intrigante, uma vez que, taxonomicamente, o cavalo-de-Przewalski é considerado uma subespécie do cavalo comum.

O cavalo-de-Przewalski teria se formado por uma raça de cavalos domésticos que fugiram de seus donos e essa informação surpreendeu muitos zoologistas.

O conhecimento da linha evolutiva dos cavalos é um estudo de suma importância, uma vez que estes animais estiveram maciçamente presentes na história da humanidade, sendo praticamente o único meio de transporte até a invenção do motor a vapor.

Os cavalos, de um modo geral, também foram selecionados e cruzados pelos seres humanos ao longo dos anos, de modo a atender necessidades específicas.

Alguns pesquisadores acreditam que, para descobrir sobre a ancestralidade do cavalo comum, os sítios arqueológicos do Sul da Rússia, do Sul da Espanha e da Ásia Central são um excelente caminho. Os curiosos de plantão aguardam por futuros estudos e publicações científicas na área.

*

Agora que você já conhece importantes informações sobre o cavalo-de-Przewalski, nossa equipe o convida a continuar conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Ciência e Saúde. Cavalos selvagens estão extintos, diz estudo. Disponível em: < https://www.dw.com/pt-br/cavalos-selvagens-est%C3%A3o-extintos-diz-estudo/a-42715003>;

TAVARES, L. FCiências. Cavalo-de-Przewalski/ Vida em Destaque. Disponível em: < https://www.fciencias.com/2012/11/30/animal-em-destaque-cavalo-de-przewalski-50/>;

Wikipédia. Cavalo-de-Przewalski. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Cavalo-de-przewalski>;

Veja também

Lagartixa na Parede

Dá Azar Matar Lagartixa? Ela Sente Dor? Como Espantar?

O surgimento de lagartixas nas casas é considerado um presságio de muito boa sorte no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *