Home / Animais / Boto-Cor-De-Rosa: Características, Habitat, Nome Científico e Fotos

Boto-Cor-De-Rosa: Características, Habitat, Nome Científico e Fotos

O boto cor de rosa é um animal muito conhecido, pois nós somos apresentados a eles logo quando somos crianças, já que esse é um animal muito presente em histórias infantis e em lendas e histórias folclóricas. Ao longo desse texto você vai ler mais sobre esse famoso animal, sobre suas características, sua classificação e seu nome científico, quais são seus hábitos, do que eles se alimentam e onde eles habitam.

Classificação e Nome Científico

O boto cor de rosa é um animal e por conta disso ele pertence ao Reino Animalia, e por ser um animal vertebrado ele pertence ao Filo Chordata. Faz parte da Classe Mammalia, ou seja, possui glândulas mamárias e a fêmea vai produzir leite quando der luz aos seus filhotes. Inclui-se na Ordem dos Cetáceos, pois é um animal que vive no ambiente aquático e faz parte da classe dos mamíferos.

Pertence à Subordem Odontoceti, esse é um grupo que inclui todos os cetáceos que possuem dentes. Faz parte da Família Iniidae e pertence ao género Inia. O nome científico da espécie do boto cor de rosa é I. geoffrensis e o modo como ele é chamado pelo cientistas e pesquisadores é Inia geoffrensis.

Características Gerais: Tamanho, Peso, Habitat, Alimentação

O boto cor de rosa é um animal que faz parte da mesma família que as baleias e que os golfinhos, porém a maior diferença entre eles é o fato do boto viver nas águas doces e não nos mares de águas salgadas. As áreas onde ele mais habitat são nas águas que pertencem ao rio amazônico do Brasil, da Venezuela, da Bolívia e em uma parte da Colômbia também. Os botos machos são considerados um pouco maiores que as fêmeas, eles conseguem medir até 2,5 metros e a pesar até 200 quilos, enquanto as fêmeas medem no máximo 2,2 metros e podem pesar até 150 quilos.

Quando o boto é comparado com os outros golfinhos de outras espécies que vivem nos rios, ele sai como o que possui o maior tamanho, sendo assim, ele é considerado o maior golfinho que vive em águas doces. A base alimentar desse animal é formada por muitas espécies diferentes de peixes, mas eles também podem se alimentar de crustáceos e de moluscos. Eles possuem corpos bastante flexíveis, o que é muito bom e facilita na hora em que eles precisam caçar suas presas ou quando precisam desviar de obstáculos que pode haver no meio de seu caminho.

Características do Boto Cor de Rosa
Características do Boto Cor de Rosa

O fato das nadadeiras peitorais do boto serem grandes ajuda com que ele consiga fazer movimentos para trás, o que pode ser muito bom caso seja necessário que ele faça uma manobra de forma rápida. Mesmo possuindo um corpo bastante flexível, ele não é um animal capaz de alcançar grandes velocidades.

Os botos possuem uma habilidade conhecida como biossonar, essa habilidade faz com que ele se torne capaz de identificar objetos e a qual distância e forma eles de encontram. A cor que os botos possuem variam bastante de acordo com a idade e do sexo deles, em geral, os filhotes possuem uma cor mais acinzentada, enquanto os adultos possuem uma cor mais rosada, e os machos possuem um tom de rosa mais vivo que as fêmeas.

Hábitos que os Botos Possuem

Como todos os animais, os botos também possuem vários hábitos, alguns que podem ser somente deles (dos animais que pertencem à mesma espécie que ele) enquanto outros podem pertencer a várias espécies de animais. Os botos não possuem o hábito de viverem e nadarem em grupos muito grandes, eles preferem viver de forma solitária ou formar grupos de no máximo quatro indivíduos.

Grupo de Boto Cor de Rosa
Grupo de Boto Cor de Rosa

Normalmente os botos são vistos vivendo nesses pequenos grupos quando há abundância de alimento no local onde eles vivem ou quando estão em fases de reprodução, que vai ser a fase onde a mãe ainda vai estar cuidando de seu filhote. Falando na fase de reprodução dos botos, eles geralmente se acasalam por volta dos meses de outubro e novembro, a gestação dura em média oito meses. Os filhotes vão nascer com um tamanho médio de 80 centímetros de comprimento e vão se alimentar do leite produzido pela mãe. 

Estado de Preservação

O boto cor de rosa é um animal marinho que infelizmente está na lista de animais ameaçados de extinção. Segundo a União Internacional Para a Conservação Da Natureza e Dos Recursos Naturais (IUCN) o boto se classifica como vulnerável a extinção. Nas áreas de preservação, os animais vivem bem e tranquilos, porém na Amazônia onde ainda é permitida a caça deles, eles são muito caçados por conta de sua carne e de sua pele. Também há as pessoas que caçam os botos para usarem partes de seus corpos para fazerem amuletos, esses amuletos são feitos por aquelas pessoas que acreditam nas lendas que giram ao redor do boto cor de rosa.

Nome Científico Inia Geoffrensis
Nome Científico Inia Geoffrensis

Além de tudo isso, pode ocorrer também as capturas erradas, que é quando a pessoa está no rio para pescar um animal e no fim acaba pescando outro. E o pior disso tudo, é que o boto não é o tipo de animal que se adapta bem em cativeiros, o que faz com que eles tenham que viver nos rios mesmo e corram o perigo de serem caçados, coisa que só faz com que a população dessa espécie diminua cada vez mais.

A Lenda do Boto

A lenda que envolve o boto cor de rosa e que possui mais destaque no Brasil, é a que diz que em noites de luas cheias que ocorrem próximas a data da festa junina, o boto sai da água e se transforma em um lindo e encantador homem. Enquanto ele está na sua forma de homem, o boto vaga pelas comunidades que vivem próximas ao rio em que ele habita, seduz as moças que lá vivem, as levam para as margens dos rios e acabam as engravidando.

Depois de passar a noite, o boto volta para o rio e ao seu formato de boto e acaba deixando as moças gravidas e sozinhas. Algumas pessoas que vivem próximos aos rios onde os botos vivem confirmam essa lenda e até acham que quem consumir a carne desse animal poderá ficar enfeitiçado por ele para o resto da vida. Porém tudo isso é baseado em uma lenda folclórica e não há nada que comprove de fato que isso seja real.

Quer saber mais sobre os botos? Então leia mais um texto nosso apenas clicando nesse link, esse em específico fala sobre as principais diferenças e semelhanças entre um boto, uma toninha e um golfinho, confira: Diferenças e Semelhanças Entre Boto, Toninha e Golfinho.

Veja também

Reprodução do Burro: Filhotes e Período de Gestação

No mundo de hoje, acredita-se que existam aproximadamente 44 milhões de mulas e burros. Atualmente, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *