Home / Plantas / Vegetais Crucíferos Hipotireoidismo

Vegetais Crucíferos Hipotireoidismo

Um dos primeiros tipos de alimentos que nos vem a cabeça quando queremos adotar uma rotina de alimentação mais saudável e equilibrada são os vegetais e as frutas. Isto ocorre devido ao fato de que esses alimentos possuem uma grande quantidade de componentes extremamente importantes para a manutenção da nossa saúde.

Além disto, os vegetais conseguem facilmente substituir alguns alimentos de igual valor nutricional, porém com a vantagem de possuírem uma quantidade de calorias muito inferior a de outros alimentos. Com isto, além ajudar a manter o corpo sempre saudável, os vegetais ainda trazem como bônus a perda de alguns quilos extras, como consequência da mudança de hábitos alimentares.

Porém, a perda de peso não deve ser a principal motivação para você fazer a inclusão de vegetais em sua rotina de alimentação. O seu consumo é de extrema importância para a manutenção ou melhora da qualidade de vida, uma vez que muitos vegetais ajudam na prevenção de diversas doenças que podem acometer o nosso corpo. Por isto, independente do gênero ou da idade, com certeza os vegetais devem ser itens obrigatórios em seu prato.

Quando pensamos em vegetais, é quase certeza que os primeiros nome que vem a nossa mente são, por exemplo, o brócolis, a rúcula e a couve. Esses são só alguns dos tipos existentes de vegetais crucíferos que são muito comuns e mais facilmente encontrados. Porém, embora sejam extremamente benéficos, há alguns anos saíram estudos que apontam uma relação negativa entre os vegetais crucíferos e o hipotireoidismo.

Neste artigo, iremos ver o porque que estes estudos chegaram a esta conclusão, qual é a real relação dos vegetais crucíferos com o hipotireoidismo e como esses alimentos podem ser incluídos na rotina alimentar das pessoas acometidas por esta disfunção sem que hajam repercussões negativas sobre o funcionamento do seu organismo.

O Que É E Quais São Os Vegetais Crucíferos?

Como já foi dito anteriormente, os vegetais crucíferos possuem uma gama enorme de nutriente, sais minerais, vitaminas e outros componentes que são de extrema importância para manter o pleno funcionamento do nosso corpo, auxiliando também de forma importantíssima na prevenção dos mais variados tipos de doenças que podem afetar a nós, seres humanos.

O nome crucífero, que é dado a esses vegetais, está relacionado diretamente ao formato de cruz que esses alimentos possuem. Os vegetais que possuem esse formato normalmente possuem propriedades e efeitos no organismo que se assemelham muito embora possam se diferenciar quanto a concentração e a proporção dessas substâncias que podem ser encontradas em cada um deles.

Os Tipos Mais Comuns de Vegetais Crucíferos São:

  • Brócolis

    Brócolis
    Brócolis
  • Rúcula

    Rúcula
    Rúcula
  • Repolho

    Repolho
    Repolho
  • Couve

    Couve
    Couve
  • Couve Flor

    Couve Flor
    Couve Flor
  • Couve De Bruxelas

    Couve De Bruxelas
    Couve De Bruxelas
  • Couve Chinesa

    Couve Chinesa
    Couve Chinesa
  • Couve Galega

    Couve Galega
    Couve Galega
  • Rabanete

    Rabanete
    Rabanete
  • Agrião

    Agrião
    Agrião
  • Nabo

    Nabo
    Nabo

Qual A Relação Entre Os Vegetais Crucíferos E O Hipotireoidismo?

A tireoide é uma glândula do nosso corpo que tem como função produzir e excretar alguns tipos de hormônios. Os principais hormônios produzidos por ela recebem o nome de T3 e T4 que tem ação direta no funcionamento do nosso metabolismo.

Quando é acometida por algum tipo de disfunção, a glândula tireoide passa a produzir esses hormônios em menor quantidade, caracterizando o hipotireoidismo, ou em maior quantidade, que é o caso do hipertireoidismo. Essa produção diminuída ou exagerada de hormônios irá ser responsável por desencadear uma série de pertubações no nosso organismos, que serão conhecidos como sinais e sintomas clássicos do hipotireoidismo ou do hipertireoidismo.

Segundo os estudos realizados, o consumo exagerado de vegetais crucíferos irá afetar somente as pessoas com propensão ou que já possuam alguma disfunção na tireoide caracterizada como hipotireoidismo. Os sintomas do hipotireoidismo incluem ganho de peso, fadiga e ressecamento da pele e dos cabelos.

Quando uma pessoa com hipotireoidismo ou com propensão a desenvolvê-lo consome vegetais crucíferos em excesso, algumas substâncias goitrogênicas que estão presentes neste tipo de alimento dificultam a absorção do iodo, que é um dos responsáveis por ajudar na produção dos hormônios tireoidianos, causando assim as disfunções na tireoide.

Embora os vegetais crucíferos possam interferir no hipotireoidismo não é necessário retirar esses alimentos de sua dieta, mas sim diminuir a quantidade consumida, afinal os vegetais crucíferos possuem inúmeras fontes de vitamina e minerais essenciais para nós, seres humanos. Outra dica é, além de diminuir a porção a ser consumida desses alimentos é importante também cozinha-los em água fervente sempre que possível, pois desta maneira as substâncias goitrogênicas irão ser dissolvidas na água quente durante o seu cozimento.

A Importância De Manter O Controle Da Alimentação

Para evitar que o consumo de vegetais crucíferos tragam repercussões negativas para quem tem hipotireoidismo é importante que a quantidade a ser consumida seja diminuída. Devido aos inúmeros benefícios que estes alimentos possuem, o seu consumo se torna quase que essencial para qualquer ser humano que deseja uma vida mais saudável.

Família se Alimentando de Forma Saudável
Família se Alimentando de Forma Saudável

Porém pra quem tem hipotireoidismo, não é só a redução da quantidade de vegetais crucíferos ingeridos que deverá ser feita para evitar maiores problemas relacionadas a disfunção. É necessário também seguir a dieta passada pelo seu nutricionista ou médico, a fim de que assim você consiga conviver da melhor maneira possível mesmo com a disfunção.

Quais São Os Benefícios Do Consumo De Vegetais Crucíferos Para A Nossa Saúde?

Existem inúmeros benefícios advindos do consumo de vegetais crucíferos, até mesmo para quem tem hipotireoidismo. É comprovado que o consumo regular destes tipos de alimento podem ajudar a evitar os mais variados tipos de câncer, uma vez que esses vegetais tem em sua composição algumas substâncias antioxidantes que ajudam a combater os já conhecidos radicais livres.

Quando aliados a outros tipos de alimentos, como por exemplo, o peixe o efeito dos componentes benéficos dos vegetais crucíferos são potencializados, ajudando a reduzir em grandes porcentagens a chance de o indivíduo desenvolver doenças cardiovasculares. Além do mais, estes vegetais possuem a grande função de ajudar a fortalecer o nosso sistema imunológico, fazendo com que fiquemos muito mais resistentes ao contágio de determinados tipos de doença.

E ai, gostou de saber mais um pouco sobre como o consumo de vegetais crucíferos repercutem nos indivíduos que possuem hipotireoidismo e que mesmo assim, as pessoas que possuem tal disfunção não precisam parar de consumi-los? O equilíbrio é chave para que o ser humano consiga ter uma melhor qualidade de vida e com a alimentação não é diferente.

Veja também

Qual é o Sabor de Damasco? Ele é Doce? É Bom?

Damasco O damasco é uma fruta de cor laranja ou vermelha de casca macia, assim …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *