Home / Plantas / Tudo Sobre a Lágrima-De-Cristo: Características E Nome Cientifico

Tudo Sobre a Lágrima-De-Cristo: Características E Nome Cientifico

A flor que popularmente chamamos de Lágrima-de-cristo, tem o nome científico de Clerodedron thomsoniae. Ela tem origem na África e ganhou esse apelido pelo aspecto de tristeza que aparenta, as pétalas parecem lágrimas e se inclinam para baixo.

Esse apelido tem mais de um século, segundo alguns estudiosos de botânica. Diz-se que foi uma solicitação de William Cooper Thomson, um médico e missionário nigeriano (que morreu em 1878), para prestar homenagem à sua já falecida cônjuge, pois eles eram muito religiosos e esta era a flor preferida da esposa.

Quer saber Tudo sobre a Lágrima-de-cristo: características e nome científico? Então, fique por aqui e conheça o que há de mais interessante e curioso sobre essa bela flor.

Características Gerais Da Flor Lágrima-De-Cristo

Esta planta é uma trepadeira, ou seja, precisa de um suporte para se manter ereta e crescer em direção da luz do sol. O suporte geralmente é outra árvore, porém em locais urbanizados pode ser um muro, uma grade ou um portão. Ela muitas vezes é utilizada como recurso paisagístico, para adornar janelas ou pórticos, por conta também do impacto que a mistura de cores da flor faz.

Ela se adapta melhor em regiões onde a umidade ambiente está em torno de 60%, com sombra parcial e solo com boa irrigação e drenagem. Caso a região onde for plantada não receba umidade suficiente, é necessário realizar regas, com frequência em dias quentes. A planta não tolera geadas e mudanças bruscas de temperatura.

As folhas são de forma oval e tem a cor verde-escura, com nervuras de grande profundidade e bem demarcadas. Durante o inverno as folhas desta espécie tendem a desaparecer pois representam grande gasto energético para a planta. As flores têm o formato com quatro cálices brancos cordiformes que se juntam criando uma “tulipa” de onde surge a frágil inflorescência vermelha com quatro pétalas e longos estames.

As cores majoritárias das flores da Lágrima-de-cristo são: branco, vermelho, laranja e rosa. Existem também flores azuladas.

A Lágrima-de-cristo é considerada uma planta semi-lenhosa, o seja, os seus galhos são espessos e rígidos, mas não na mesma densidade do que a lenha.

A época de floração é durante o verão e a primavera, atraindo várias espécies para polinizá-la, como os mamangavas e pássaros. Ela é suscetível ao ácaro-vermelho e à mosca branca, além de outras cochonilhas. A Lágrima de Cristo pode ser dispersada por meio de seus grãos cor de café.

As Lágrima-de-cristo têm tendências invasoras, portanto deve haver uma atenção especial nas podas de contenção feitas no inverno, tirando os ramos que fogem dos limites de onde ela foi plantada e também retirando folhas e flores secas. A planta pode atingir até 3,5m de altura.

Se ela for cultivada corretamente, pode chegar a viver mais do que 5 anos.

Muda de Lágrima-De-Cristo no Vaso
Muda de Lágrima-De-Cristo no Vaso

Classificação Científica da Lágrima-de-Cristo

A classificação oficial científica da Lágrima-de-cristo é:

  • Kingdom: Plantae
  • Clade: Tracheophytes
  • Clade: Angiosperms
  • Clade: Eudicots
  • Clade: Asterids
  • Order: Lamiales
  • Family: Lamiaceae
  • Genus: Clerodendrum
  • Species: C. thomsoniae
  • Binomial name: Clerodendrum thomsoniae

A Lágrima-De-Cristo No Brasil

A Lágrima-de-cristo tem uma fácil adaptação à climas e condições diversas quando plantada em outros ambientes o que a tornou mundial. No Brasil ela é considerada até comum, por conta do clima da América do Sul ser muito semelhante ao da África.

Sinônimos Estrangeiros Para a Lágrima-De-Cristo

Bleeding glory-bower, glory-bower, bagflower, bleeding-heart vine, (em inglês); lágrima de cristo (em espanhol); clérodendron splendide (em francês); kletternder Losstrauch, (em alemão); clara lisa; claralisa; clemátida; clerodendron; crendolento; crendolinda; jamaiquina; querendona, (em Cuba); genpei-kusagi, (no Japão); bleeding heart; taik-pan-gyi, (em Mianmar).

Plantando Lágrima-De-Cristo

Você quer cultivar as belas lágrimas-de-cristo em sua casa? Pois saiba que isso é totalmente possível, com os cuidados adequados!

Por exemplo, no momento de realizar o plantio da Lágrima-de-cristo, a cova deve ter recebido uma adubação de composto orgânico animal e vegetal, além de farinha de ossos misturados e adubo granulado. No fundo deve ser colocada areia como forma de garantir a drenagem.  O fundo da cova deve ser regado antes do plantio.

No que se refere às adubações de reposição, elas devem ser feitas anualmente no período do inverno. O procedimento correto é o de realizar a retirada da camada superficial do solo do canteiro onde a espécime estiver ou do vaso, e adicionar composto de folhas e adubo granulado, regando logo em seguida.

Para facilitar o processo de adubação de reposição, é indicado que no dia anterior se umedeça o solo do vaso, pois assim a tarefa de retirar o solo superficial que será reposto.

O período da primavera é a melhor época para realizar a propagação de mudas, onde deve-se retirar os ramos terminais (estaquias) que estejam ainda sem flores e colocá-los em areia, com ou sem enraizadores. A técnica da alporquia, que é consiste em retirar um anel de casca de um galho, gerando uma concentração de seiva elaborada e de hormônios vegetais na área cortada, fazendo raízes novas surgirem no local, também pode ser utilizada durante a primavera, quando a planta estará em desenvolvimento.

Uma muda desta planta tem o valor, em média, de R$ 35,00 a R$ 50,00 (dependendo da região).

Principais Curiosidades Sobre a Lágrima-De-Cristo

Lágrima-De-Cristo no Muro
Lágrima-De-Cristo no Muro

Agora que já conhecemos Tudo sobre a Lágrima-de-cristo: características e nome científico, confira as principais curiosidades sobre essa flor. Veja a seguir:

  • A maioria das espécies de Lágrima-de-cristo provém de regiões de climas tropicais e subtropicais.
  • A floração é mais abundante na época que vai do fim do Verão até o Outono.
  • Sabia que ao friccionar as folhas da Lágrima-de-cristo é possível sentir um aroma semelhante ao de borracha queimada?
  • Em algumas culturas, em especial, orientais, algumas das espécies de Lágrima-de-cristo são empregadas na medicina natural para ajudar no tratamento de males diversos, como no Japão, na China, na Índia, na Tailândia e na Coreia.
  • Há uma polêmica em torno da Lágrima-de-cristo e sua toxidade. No entanto, oficialmente, não há registros que comprovem que essa flor é venenosa, mesmo se ingerida por seres humanos ou animais domésticos. Ainda que existam casos de alergias e problemas digestivos perante ao consumo dessa flor, não se pode comprovar que o fator para tais sintomas foi a ingestão da Lágrima-de-cristo. Mas, de qualquer forma, é sempre recomendado se manter atento e, se possível, cultivar a Lágrima-de-cristo fora do alcance de crianças e bichos de estimação.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *