Home / Plantas / Tudo Sobre a Flor Lírio-da-Chuva: Características e Nome Científico

Tudo Sobre a Flor Lírio-da-Chuva: Características e Nome Científico

Hoje vamos falar de mais uma flor incrível e bem bonita para a coleção dos jardineiros iniciantes ou dos amantes de plantas. Vamos aprender tudo sobre elas, além de aprender a cultivar uma ai na sua casa também.

Tudo Sobre a Flor Lírio-da-Chuva

Nome Científico – Conhecida cientificamente como Zephyranthes. Popularmente chamada de Lírio – da – Chuva.

Essa espécie é uma de floração longa e com ciclo de vida de mais de dois anos, faz parte da família Amaryllidaceae. Algumas pessoas dizem que ela lembra bastante uma flor de açafrão. Se desenvolvem bem em solos mais molhados, ricos em matéria orgânica, com boa drenagem e precisam receber a luz do sol de forma direta. Elas até podem se desenvolver em solos com menos água e ficar a meia sombra, mas não terão uma floração tão bonita. Se adaptam perfeitamente em jardins com pedriscos, plantadas em grupos ficam lindas e até mesmo em vasos. Essa planta é tão incrível que não tem histórico de doenças ou de pragas que possam prejudicá-la, outra vantagem é não precisarem ser adubadas, mas invista em substrato e também em esterco curtido. Saiba que elas podem ser propagadas usando estolho ou sementes.

Características da Flor Lírio-da-Chuva

Lírios da Chuva
Lírios da Chuva

Essa flor é de porte pequeno, não mede mais que 20 a 30 cm de altura. Ela deve produzir flores nas estações da primavera, no verão e no outono. Essa flor delicada tem uma variedade de cores como cor de rosa, roxa, amarelas e brancas. Possui folhas delicadas na cor verde escuro e com muito brilho. Essa espécie é nativa de alguns lugares como do sul do nosso país, do Peru e do Uruguai. É típica de regiões com curto período de verão, e  frio na maior parte do ano. Aprecia bastante luminosidade, por isso ideal é que fique exposta ao sol, caso não seja possível procure um ambiente com meia sombra que vai funcionar também.

A folhagem do lírio da chuva são alongadas e finas. As flores surgem sozinhas, e podem ter uma variedade de tamanhos e formatos também, além disso como dissemos podem apresentar uma variedade de cores e tons diferentes.

Ela está sempre presente em lindos projetos de paisagismo, pois é muito versátil na sua aplicação quando o assunto é decoração.  Elas podem ser cultivadas em gramados em grupo, conferem um visual único, contornando pequenos jardins, colorindo canteiros e muitos outros, elas são perfeitas para jardins com pedras.

A sua época de floração na verdade vai variar de acordo com o clima da região que está sendo cultivada, mas no geral costumam dar o ar da graça nas estações de primavera, de verão e de outono, comumente depois de um período chuvoso, talvez por isso o seu nome único.

O seu bolbo fica inativo na estação do inverno, guardando os nutrientes nesse período até a nova floração, portanto eles não podem receber água nesse período. 

Prepare para ela um solo que possa fornecer os nutrientes que ela precisa e a quantidade exata de água, que tenha uma grande proporção de areia( cerca de 70%), e que consiga drenar bem a água em um lugar que pegue o sol o dia todo.

Lírios da Chuva
Lírios da Chuva

Como essa espécie não costuma se dar bem com geadas e climas excessivamente frios, se você mora em um local mais assim deve preferir os vasos para plantá-la, pois nesses períodos consegue retirar a planta do ambiente desfavorável e protegê-la onde for melhor para ela. 

Em períodos mais secos onde tem pouca chuva você deve investir na rega da planta, pois assim ela poderá florir mais lindamente.

As flores lírio da chuva tem cerca de 6 cm, são delicadas e coloridas, elas possuem apenas 3 pétalas, sabia? Embora aparente ter mais na realidade as outras três são na verdade peças que protegem o botão floral, tem ainda 6 Angiospermas e apenas 1 gineceu.

Tem apenas uma folha modificada na base do caule com a função de proteger a flor. Depois que essas flores nascem, infelizmente elas não duram mais que alguns dias.

Depois que ela floresce, cria algumas folhas alongadas, afiladas e bem lisinhas, em cima é possível notar uma espécie de cera que apresenta um tom ligeiramente azul na folha. 

É importante dizer que essa planta pode conter algo tóxico para algumas pessoas, inclusive se levar a boca pode irritar a mucosa.

Ainda sem evidências científicas ela possui uma substância que é retirada do bolbo que pode ser útil no desenvolvimento de remédios que podem tratar pessoas com demência.

Essa espécie não precisa ser podada, mas se preferir pode sim tirar as folhas que já estiverem secas.

Como Cultivar  Lírio-da-Chuva?

Se você tem interesse em cultivar essa espécie em casa confira nossas dicas, é necessário plantar o bolbo a cerca de 3 a 5cm de profundeza, respeite o espaço entre uma e outra de cerca de 15×15 cm. Do momento que você plantou  até que ela gere flores deve levar cerca de 30 a 40 dias. Depois que essa planta completar de 2 a 3 anos de vida ele já pode ser replantado, dessa forma ela ficará muito mais bonita.

Podem ser usados fertilizantes nela, procure lojas especializadas que possam te indicar a forma correta de  utilizar e também a proporção ideal.

Quanto Custa um  Bulbo de Lírio da Chuva?

Lírios da Chuva
Lírios da Chuva

Os valores podem variar bastante de acordo com a sua região, mas em média um conjunto com alguns deles são vendidos por R$5,00.

Como Fazer meu Lírio da Chuva Florir Novamente?

Lírios da Chuva
Lírios da Chuva

Essas flores têm um período de floração certo, mas caso você queira que ela volte a florir pode seguir algumas dicas. Basta colocá-las para tomar bastante sol, e deixá-la sem ser regada por um pequeno período, seguido de bastante água novamente, com essas dicas elas devem voltar a ficar cheias de flores.

Veja também

Suculentas na Natureza

Quantas Vezes Regar Cactos e Suculentas?

Hoje vamos falar um pouco mais sobre plantas, e é dia de cactos e suculentas. …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.