Home / Plantas / Torênia Murcha ou Morrendo: O Que Fazer Para Corrigir?

Torênia Murcha ou Morrendo: O Que Fazer Para Corrigir?

Certamente, ter uma planta, e ver que ela está murchando ou morrendo é muito ruim. Só que muitos se desesperam, e deixam ela morrer, achando que não tem mais salvação. Mas, tem sim. Uma das plantas que, às vezes, apresentam problemas de desenvolvimento, mas que pode ser recuperada completamente é a torênia. Vamos saber como?

Quais as características básicas da torênia?

De nome científico Torenia fournieri, muitas vezes, a torênia passa despercebida por ser bem semelhante a outras espécies de flores com características idênticas. Um bom exemplo disso é que muitos a chamam de amor-perfeito-de-verão, simplesmente porque as suas inflorescências são bem parecidas com as da espécie Viola tricolor.

Torênia Roxa
Torênia Roxa

Oriunda da Ásia Tropical, essa planta vai se ramificando em uma pequena touceira, com sua ramagem alcançando cerca de uns 25 cm de altura mais ou menos. Os caules dela comportam o que chamamos de folhas deltoides, de coloração verde-clara, e com pecíolos (segmentos da folha que a prende ao tronco) longos.

As flores dessa planta são bastante delicadas e suaves, possuindo uma boa paleta de cores, indo do branco, do roxo, do vermelho e rosado, e do amarelo, até tonalidades mais arroxeadas próximas do comum. As inflorescências em si brotam de maneira bem irregular. A partir dessa característica, dá pra usar essa planta para emoldurar renques e maciços, por exemplo.

Já em termos de plantio e de cuidados, a torênia gosta de bastante calor e de sol pleno para se desenvolver, muito embora também aprecie a meia sombra. Suas flores possuem uma durabilidade que chega a quase 3 meses após a primeira floração, sendo bastante resistentes tanto ao sol, quanto às tradicionais chuvas de verão.

Mas, e quando essas flores murcham ou ou ficam morrendo, o que fazer?

Recuperando uma torênia

Em geral, podemos dizer que se as flores de torênia estão murchas, isso pode ser falta de água, visto que se trata de uma planta que está pegando uma relativa quantidade de calor, mesmo a meia-sombra.

É preciso também ter um meio termo quanto à luminosidade. No caso, se a planta está num local ensolarado, o mais indicado é colocá-la num local com meia-sombra. Não ela estiver plantada num jardim, dá pra improvisar algo para tapar parcialmente o sol.

Mas, também a causa para flores murchas ou morrendo da torênia pode ser a falta de nutrientes suficientes no solo em que estão. Dá pra se usar, nesse caso, um adubo oriundo de uma composteira.

Nesse caso do solo, lembre-se também de que é preciso fertilizar essa planta a cada 3 meses, pelo menos, e usando sempre uma mistura de adubo orgânico com esterco curtido, mais fertilizante químico  com traço, preferencialmente, de NPK 4-14-8.

Já o pH do substrato usado para essa planta, por sinal, precisa ser um pouco ácido (em torno de 6, pelo menos). Com esses nutrientes, é muito provável que a sua torênia se recupere dentro de pouco tempo (cerca de alguns dias). É preciso ter paciência para que a planta possa voltar a se desenvolver sem percalços.

Outras formas de recuperar a sua planta

Quando as flores de uma planta estão murchando ou morrendo, isso pode ser algum problema presente na folhas. Verifique se estas estão igualmente murchas, meio amareladas, ou com aspecto de doentes. Se sim, o mais recomendável é podá-las com uma tesoura específico pra isso, e que esteja esterilizada. Dessa foram, você estará incentivando o crescimento dos ramos essenciais para o desenvolvimento da torênia.

Da mesma forma que foi feito com as folhas, aparar ramos ou galhos deteriorados, e até mesmo mortos, são importantes para não comprometer a planta. Comece retirando pequenos pedaços dos caules pelas pontas (ou seja, uma pequena parte por vez). Para cada pedaço cortado, verifique a cor que se encontra no centro do caule, porque ele pode aparentar estar morto, mais, por dentro ele está esverdeado e vivo.

Outro procedimento que pode ajudar é a troca de vaso. Ok, já sabemos que trocar de lugar pode estressar qualquer planta, mas, às vezes, é importante fazer isso para salvá-las. Isso deve ser feito se você perceber que, a despeito de algumas flores murchas ou mortas, sua torênia está grande demais para o vaso em que está, aparecendo muitas raízes e tudo.

Também é importante checar os níveis de umidade da sua casa. Lembra-se que a torênia é um tipo de planta que aprecia muito calor? Pois bem, algum excesso de umidade na residência pode estar fazendo mal a ela (umidade essa que pode estar até mesmo no vaso, através do excesso de regas).

E, recorda que a torênia também gosta de muita luz solar? Bem, em alguns casos, muita luz também pode estar prejudicando a sua planta. Como se trata de uma espécie que tolera meia-sombra, caso ela esteja plenamente do sol, retire-a do local, e coloque em um ambiente que permaneça iluminado, mas que a incidência de sol não seja tão forte.

Variedades e usos paisagísticos da torênia

Hoje em dia, já se sabe que existem muitas variedades de torênia por aí, cujos diferenciais são justa,ente os seus aspectos físicos. Por exemplo, as folhas entre essas diferentes espécies podem ser de diversos tamanhos, com muitos tons de verde, e até a simetria entre elas pode ser divergir de uma pra outra.

As flores de muitas dessas variedades também possuem tonalidades distintas, ao passo que algumas espécies podem ser pendentes, enquanto que outras podem ser densas.

No que se refere ao paisagismo, o uso dessa planta pode ser bem diversificado, tanto quanto as variedades dela. Bordaduras e maciços são um bom exemplo de utilização da torênia, fora o fato de que também podem ser plantadas em vasos pequenos, ou mesmo grandes (tudo vai depender do porte da espécie).

Paisagismo com Torênia
Paisagismo com Torênia

No cultivo em si, ela pode compôr jardineiras muito bonitas, onde espécies pendentes são uma ótima pedida para cestas suspensas, o que dá um toque mais refinado à decoração.

Certamente, o que não faltam são opções. Portanto, salve sua torênia, casos suas flores estejam morrendo, e depois, aproveite para fazer uma bela decoração com elas na sua casa.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *