Home / Plantas / Tipos de Cbola eVariedades de Folha

Tipos de Cbola eVariedades de Folha

Você é do tipo de pessoa que gosta de cebola em suas refeições? Se sim, sabia que existem muitos tipos dela por aí? Pois é.

Que tal saber um pouco mais a respeito das variedades de cebolas que podemos encontrar em supermercados, feiras e até mesmo em plantações por aí?

Principais Tipos de Cebolas

O termo cebola, na verdade, é o nome popular para uma planta cujo nome científico é Allium cepa, e se refere ao seu bulbo, que é constituído por folhas escamiformes. Existem muitos tipos de cebola, dentre as quais, algumas são bem conhecidas para quem é apreciador de culinária. E, são esses os tipos dos quais vamos falar agora.

Cebola Amarela ou Pera

Sabe aquela cebola que você encontra aos montes nos supermercados? Pois bem, ela é a chamada cebola amarela, o tipo mais conhecido do Brasil. Geralmente, ela é bem grande, com uma casca (obviamente) amarelada, e cujo sabor se mostra bem ácido. Devido a essa última característica, ela é mais recomendada para pratos refogada, molhos, assados ou mesmo ensopados. Também pode ser usada, claro, em saladas.

Cebola Amarela
Cebola Amarela

Cebolas Pérolas

Também conhecida como cebola “bebê”, ela tem um tamanho bem menor do que as demais, e acaba sendo ótima para ser consumida como aperitivo ou em refogados com carne. O sabor é outro atrativo à parte: delicado e adocicado. Não é à toa que muitas pessoas as usam para fazer conservas, mesmo que a cebola original da conserva sendo menor ainda do que essa. Um tipo bem peculiar de cebola, que merece ser apreciada pra quem gosta de sabores diferenciados.

Cebolas Pérolas
Cebolas Pérolas

Cebola Branca

Como o próprio nome já indica, a casca dessa cebola aqui é esbranquiçada, tendo um sabor mais intenso e característico. É bem parecida com a cebola amarela, mesmo tendo um tamanho maior e uma casca que chega até mesmo a ser perfumada. Ao contrário da amarela, essa não tem um sabor tão ácido assim, porém, como dica, ela fica bem melhor quando é refogada. Também é ótima para molhos e aperitivos, especialmente se você quiser ressaltar p gosto dela. Apesar disso, é um tipo de cebola difícil de ser encontrada em nosso país.

Cebola Roxa

Está aqui uma cebola perfeita para ser comida crua, já que o sabor dela é doce e menos ácido do que as demais, em especial, a amarela. É bastante usada nos EUA, principalmente em saladas e sanduíches em geral. Também é um pouco complicada de se achar por aí, até porque o preço dela é bem alto. Outras dicas para as quais esse tipo de cebola vai muito bem são vinagretes e guacamoles. Inclusive, alguns estudos têm apontado que esse é uma das cebolas mais saudáveis que existem, pelo fato de possuírem antocianinas em sua composição, e que se trata de um poderoso antioxidante. É o tipo de alimento, por exemplo, excelente para se combater bronquite, asma e reduzir os níveis de colesterol ruim.

Chalotas

Outra cebola bem difícil de encontrar no Brasil, e mais uma com um preço um tanto salgado. É mais um tipo cujo sabor é adocicado, tendo uma acidez baixíssima. O gosto, por sinal, lembra o das cebolas pérolas. A diferença é que o corpo delas é mais alongado. Um tipo de cebola ótima para ser usada em compotas e pratos um pouco mais refinados. Não é coincidência que ela é bastante usada na culinária francesa. Salientando ainda que a partir do momento em que são cozidas, elas se desfazem completamente.

Cebola Doce ou Vidalia

Trata-se uma típica cebola americana, cujo formato é achatado, o que a deixa bem peculiar. Pelo fato dela ter um teor de enxofre bem baixo, ao mesmo tempo em que tem um teor de água bem alto, ela tem um sabor bem doce. Cebola ótima para frituras e gratinados. Sabe a famosa Bloomin Onion? Pois é. Ela é feita com esse tipo de cebola!

Variedades das Folhas de Cebola

Além desses principais tipos de cebolas que listamos aqui, existem variedades que estão sendo desenvolvidas ao longo desses últimos anos. Isso é conseguido através de cruzamentos entre diversos tipos, o que garante linhagens híbridas que possuem maior produtividade e qualidade. Detalhe: em qualquer parte do ano.

Uma dessas variedades é a granex, que possui bulbos globulares e uma coloração amarelo clara tendo mais para o marrom. Tem boa precocidade, e deve ser comercializada logo após a colheita, já que a sua conservação é bastante curta.

Outra boa variedade de cebolas é a diamantina, que, assim como a granex, também possui uma coloração amarelada. Além disso, possui uma ótima uniformidade de maturação, além de ser bem grande (tem umas 160 g de peso).

Por fim, podemos citar a ibiapaba, que é um tipo de cebola roxa. Uma de suas principais características é o ciclo curto, com bulbos uniformes de coloração roxa. Também possui um tamanho considerável, girando entre 140 g e 160 g de peso.

Pra Completar: a Cebola Faz Bem à Saúde?

Independente do tipo ou da variedade, o certo é que qualquer tipo de cebola faz, sim, muito bem à saúde. Primeiro, porque ajuda no emagrecimento, já que ela possui apenas 40 kcal para cada 100 g. Além disso, ela contém uma quantidade boa de fibras, o que facilita na saciedade do organismo e melhorando a digestão dos alimentos.

Outro atrativo, nesse sentido, é que a cebola melhora bastante a circulação, pois ela possui quercetina, que auxilia no fluxo sanguíneo, o que também diminui muito o risco de alguém ter trombose. Além disso, ela controla o colesterol, diminuindo aquele considerado ruim, e aumentando o bom.

Também melhora a aparência da pele, devido a uma poderosa ação antioxidante que ela possui. O alto teor de vitaminas A e C, além de queratina, possibilita o combate aos chamados radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce.

Por fim, podemos citar como benefício da cebola o combate à hipertensão, devido ao potássio presente em sua composição. Isso auxilia na alimentação de excessos de líquidos no corpo, o que, automaticamente, diminui o sódio do organismo, o que garante que a pressão não aumente.

Veja também

Árvore Chorãozinho: Características, Fotos e Nome Cientifico

Aqui no Brasil, bem como em diversas partes do mundo, conhecer uma planta através de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *